domingo, maio 17, 2015

Estudo de "A Sentinela" – Semana de 18 de maio

ADS

Aprenda da ilustração dos talentos: informações para o estudo pessoal

SOMENTE OS TEXTOS BÍBLICOS

- 2 -
(Mateus 24:3) Enquanto estava sentado no Monte das Oliveiras, aproximaram-se dele os discípulos, em particular, dizendo: “Dize-nos: Quando sucederão estas coisas e qual será o sinal da tua presença e da terminação do sistema de coisas?”
- 3 -
(Mateus 24:45–25:46) “Quem é realmente o escravo fiel e discreto a quem o seu amo designou sobre os seus domésticos, para dar-lhes o seu alimento no tempo apropriado? 46 Feliz aquele escravo, se o seu amo, ao chegar, o achar fazendo assim! 47 Deveras, eu vos digo: Ele o designará sobre todos os seus bens. 48 “Mas, se é que aquele escravo mau disser no seu coração: ‘Meu amo demora’, 49 e principiar a espancar os seus co-escravos, e a comer e beber com os beberrões inveterados, 50 o amo daquele escravo virá num dia em que não espera e numa hora que não sabe, 51 e o punirá com a maior severidade e lhe determinará a sua parte com os hipócritas. Ali é onde haverá o [seu] choro e o ranger de [seus] dentes. 25 “O reino dos céus se tornará então semelhante a dez virgens que tomaram as suas lâmpadas e saíram ao encontro do noivo. 2 Cinco delas foram tolas e cinco foram discretas. 3 Pois as tolas tomaram as suas lâmpadas, mas não levaram óleo, 4 ao passo que as discretas levaram óleo nos seus recipientes, junto com as suas lâmpadas. 5 Demorando o noivo, todas elas cochilaram e adormeceram. 6 Logo no meio da noite levantou-se um grito: ‘Aqui está o noivo! Ide ao encontro dele.’ 7 Todas aquelas virgens levantaram-se então e puseram as suas lâmpadas em ordem. 8 As tolas disseram às discretas: ‘Dai-nos do vosso óleo, porque as nossas lâmpadas estão prestes a apagar-se.’ 9 As discretas responderam com as palavras: ‘Talvez não haja suficiente para nós e para vós. Ide, antes, aos que o vendem e comprai-o para vós.’ 10 Enquanto foram comprá-lo, chegou o noivo, e as virgens que estavam prontas entraram com ele para a festa de casamento; e a porta foi fechada. 11 Depois veio também o resto das virgens, dizendo: ‘Senhor, senhor, abre para nós!’ 12 Ele disse, em resposta: ‘Eu vos digo a verdade: não vos conheço.’ 13 “Portanto, mantende-vos vigilantes, porque não sabeis nem o dia nem a hora. 14 “Pois é assim como quando um homem, prestes a viajar para fora, convocou escravos seus e confiou-lhes os seus bens. 15 E a um deles deu cinco talentos, a outro dois, e a ainda outro um, a cada um segundo a sua própria capacidade, e viajou para fora. 16 Aquele que recebera cinco talentos foi imediatamente e negociou com eles, e ganhou outros cinco. 17 Do mesmo modo, aquele que recebera dois ganhou mais dois. 18 Mas aquele que recebera apenas um foi e cavou no chão, e escondeu o dinheiro de prata de seu amo. 19 “Depois de muito tempo voltou o amo daqueles escravos e ajustou contas com eles. 20 Apresentou-se então o que recebera cinco talentos e trouxe cinco talentos adicionais, dizendo: ‘Amo, confiaste-me cinco talentos; eis que ganhei mais cinco talentos.’ 21 Seu amo disse-lhe: ‘Muito bem, escravo bom e fiel! Foste fiel em poucas coisas. Designar-te-ei sobre muitas coisas. Entra na alegria do teu amo.’ 22 A seguir, apresentou-se aquele que recebera dois talentos e disse: ‘Amo, confiaste-me dois talentos; eis que ganhei mais dois talentos.’ 23 Seu amo disse-lhe: ‘Muito bem, escravo bom e fiel! Foste fiel em poucas coisas. Designar-te-ei sobre muitas coisas. Entra na alegria do teu amo.’ 24 “Por fim, apresentou-se aquele que recebera um talento e disse: ‘Amo, eu sabia que és homem exigente, ceifando onde não semeaste e ajuntando onde não joeiraste. 25 Por isso fiquei com medo, e fui e escondi no chão o teu talento. Aqui tens o que é teu.’ 26 Em resposta, seu amo disse-lhe: ‘Escravo iníquo e indolente, sabias, não é verdade, que ceifo onde não semeei e ajunto onde não joeirei? 27 Pois bem, devias ter depositado meu dinheiro de prata junto aos banqueiros, e, na minha chegada, eu estaria recebendo o meu com juros. 28 “‘Portanto, tirai-lhe o talento e dai-o àquele que tem dez talentos. 29 Pois a todo aquele que tem, mais será dado, e ele terá abundância; mas, quanto àquele que não tem, até mesmo o que tem lhe será tirado. 30 E lançai o escravo imprestável na escuridão lá fora. Ali é onde haverá o [seu] choro e o ranger de [seus] dentes.’ 31 “Quando o Filho do homem chegar na sua glória, e com ele todos os anjos, então se assentará no seu trono glorioso. 32 E diante dele serão ajuntadas todas as nações, e ele separará uns dos outros assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos à sua esquerda. 34 “O rei dirá então aos à sua direita: ‘Vinde, vós os que tendes sido abençoados por meu Pai, herdai o reino preparado para vós desde a fundação do mundo. 35 Pois fiquei com fome, e vós me destes algo para comer; fiquei com sede, e vós me destes algo para beber. Eu era estranho, e vós me recebestes hospitaleiramente; 36 [estava] nu, e vós me vestistes. Fiquei doente, e vós cuidastes de mim. Eu estava na prisão, e vós me visitastes.’ 37 Então, os justos lhe responderão com as palavras: ‘Senhor, quando te vimos com fome, e te alimentamos, ou com sede, e te demos algo para beber? 38 Quando te vimos como estranho, e te recebemos hospitaleiramente, ou nu, e te vestimos? 39 Quando te vimos doente, ou na prisão, e te fomos visitar?’ 40 E o rei lhes dirá, em resposta: ‘Deveras, eu vos digo: Ao ponto que o fizestes a um dos mínimos destes meus irmãos, a mim o fizestes.’ 41 “Então dirá, por sua vez, aos à sua esquerda: ‘Afastai-vos de mim, vós os que tendes sido amaldiçoados, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos. 42 Pois fiquei com fome, mas vós não me destes nada para comer, e fiquei com sede, mas vós não me destes nada para beber. 43 Eu era estranho, mas vós não me recebestes hospitaleiramente; [estava] nu, mas vós não me vestistes; doente e na prisão, mas vós não cuidastes de mim.’ 44 Então responderão também estes com as palavras: ‘Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estranho, ou nu, ou doente, ou na prisão, e não te ministramos?’ 45 Então lhes responderá com as palavras: ‘Deveras, eu vos digo: Ao ponto que não o fizestes a um destes mínimos, a mim não o fizestes.’ 46 E estes partirão para o decepamento eterno, mas os justos, para a vida eterna.”
- 4 -
(Mateus 25:14-30) “Pois é assim como quando um homem, prestes a viajar para fora, convocou escravos seus e confiou-lhes os seus bens. 15 E a um deles deu cinco talentos, a outro dois, e a ainda outro um, a cada um segundo a sua própria capacidade, e viajou para fora. 16 Aquele que recebera cinco talentos foi imediatamente e negociou com eles, e ganhou outros cinco. 17 Do mesmo modo, aquele que recebera dois ganhou mais dois. 18 Mas aquele que recebera apenas um foi e cavou no chão, e escondeu o dinheiro de prata de seu amo. 19 “Depois de muito tempo voltou o amo daqueles escravos e ajustou contas com eles. 20 Apresentou-se então o que recebera cinco talentos e trouxe cinco talentos adicionais, dizendo: ‘Amo, confiaste-me cinco talentos; eis que ganhei mais cinco talentos.’ 21 Seu amo disse-lhe: ‘Muito bem, escravo bom e fiel! Foste fiel em poucas coisas. Designar-te-ei sobre muitas coisas. Entra na alegria do teu amo.’ 22 A seguir, apresentou-se aquele que recebera dois talentos e disse: ‘Amo, confiaste-me dois talentos; eis que ganhei mais dois talentos.’ 23 Seu amo disse-lhe: ‘Muito bem, escravo bom e fiel! Foste fiel em poucas coisas. Designar-te-ei sobre muitas coisas. Entra na alegria do teu amo.’ 24 “Por fim, apresentou-se aquele que recebera um talento e disse: ‘Amo, eu sabia que és homem exigente, ceifando onde não semeaste e ajuntando onde não joeiraste. 25 Por isso fiquei com medo, e fui e escondi no chão o teu talento. Aqui tens o que é teu.’ 26 Em resposta, seu amo disse-lhe: ‘Escravo iníquo e indolente, sabias, não é verdade, que ceifo onde não semeei e ajunto onde não joeirei? 27 Pois bem, devias ter depositado meu dinheiro de prata junto aos banqueiros, e, na minha chegada, eu estaria recebendo o meu com juros. 28 “‘Portanto, tirai-lhe o talento e dai-o àquele que tem dez talentos. 29 Pois a todo aquele que tem, mais será dado, e ele terá abundância; mas, quanto àquele que não tem, até mesmo o que tem lhe será tirado. 30 E lançai o escravo imprestável na escuridão lá fora. Ali é onde haverá o [seu] choro e o ranger de [seus] dentes.’
(Lucas 19:12) Ele disse, portanto: “Certo homem de nobre estirpe viajou para um país distante, para assegurar-se poder régio e voltar.
(Hebreus 10:12, 13) Mas, este [homem] ofereceu um só sacrifício pelos pecados, perpetuamente, e se assentou à direita de Deus, 13 daí em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo dos seus pés.
- 6 -
(Lucas 4:43) Mas ele lhes disse: “Tenho de declarar as boas novas do reino de Deus também a outras cidades, porque fui enviado para isso.”
(João 4:35-38) Não dizeis que ainda faltam quatro meses até chegar a colheita? Eis que vos digo: Erguei os vossos olhos e observai os campos, que estão brancos para a colheita. Desde já 36 o ceifeiro está recebendo salário e está ajuntando fruto para a vida eterna, para que o semeador e o ceifeiro se alegrem juntos. 37 Neste respeito, de fato, é verdadeira a palavra: Um é o semeador e outro o ceifador. 38 Eu vos mandei ceifar aquilo em que não labutastes. Outros labutaram, e vós entrastes no proveito do seu labor.”
(Mateus 28:18-20) E Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. 19 Ide, portanto, e fazei discípulos de pessoas de todas as nações, batizando-as em o nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo, 20 ensinando-as a observar todas as coisas que vos ordenei. E eis que estou convosco todos os dias, até à terminação do sistema de coisas.”
(2 Coríntios 4:7) No entanto, temos este tesouro em vasos de barro, para que o poder além do normal seja o de Deus e não o de nós mesmos.
- 7 -
(Mateus 25:14) “Pois é assim como quando um homem, prestes a viajar para fora, convocou escravos seus e confiou-lhes os seus bens.
- 8 -
(Mateus 25:15) E a um deles deu cinco talentos, a outro dois, e a ainda outro um, a cada um segundo a sua própria capacidade, e viajou para fora.
(Mateus 22:37) Disse-lhe: “‘Tens de amar a Jeová, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua mente.’
(Colossenses 3:23) O que for que fizerdes, trabalhai nisso de toda a alma como para Jeová, e não como para homens,
(Atos 6:7) Conseqüentemente, a palavra de Deus crescia e o número dos discípulos multiplicava-se grandemente em Jerusalém; e uma grande multidão de sacerdotes começou a ser obediente à fé.
(Atos 12:24) Mas a palavra de Jeová crescia e se espalhava.
(Atos 19:20) A palavra de Jeová crescia e prevalecia assim de modo poderoso.
- 9 -
(João 10:16) “E tenho outras ovelhas, que não são deste aprisco; a estas também tenho de trazer, e elas escutarão a minha voz e se tornarão um só rebanho, um só pastor.

Clique na imagem para Baixar informações completas em arquivos digitais para Computador, Tablet computer, Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador, Tablet computer, Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador, Tablet computer, Smartphone

Conteúdo recomendado