Quais são os componentes da estrutura organizacional?

Os componentes da estrutura organizacional ditam como poder, controle e funções de trabalho são organizados. As empresas podem optar por compartimentar as tarefas de acordo com o departamento, cliente ou cliente base, produto ou função. Algumas estruturas permitem a graus mais elevados de coordenação entre departamentos separados e dão mais controle aos empregados de nível inferior. A maneira que a hierarquia de uma empresa é formada é uma das partes mais críticas da estrutura organizacional. As organizações podem estruturar tarefas de trabalho de acordo com a função. Por exemplo, o vice-presidente de Marketing pode presidir à alguns diretores de vendas regionais que gerenciam vários líderes de vendas de zona. Neste sistema, cada posição que tem a função principal da venda de produtos e serviços da empresa é agrupada juntos. Como um dos componentes da estrutura organizacional, alocação de tarefas pode determinar responsabilidades e cargos.
Autoridade e responsabilidade estão ligados à dimensão, que é outra das partes da estrutura organizacional. As empresas podem ser organizadas de acordo com uma dimensão vertical ou horizontal. A dimensão vertical refere-se a se uma empresa posições e tarefas de trabalho são centralizadas ou o descentralizado, enquanto a dimensão horizontal descreve se a empresa poderia ser considerada estruturalmente estreito ou largo.
De uma organização centralizada autoridade e poder é concentrado de forma tradicional. Mais capacidade de tomada de decisão baseia-se com as posições que estão mais acima na cadeia de comando da empresa. Por exemplo, em uma organização de vendas centralizada, um diretor regional de vendas pode definir políticas para vendas líderes distritais não têm autoridade para modificar. Organizações descentralizadas, por outro lado, tendem a assumir uma estrutura mais plana, desde mais capacidade de tomada de decisão é dada para os funcionários de linha de frente.
Estruturas organizacionais estreitas são muitas vezes vistas em empresas que têm mais níveis de supervisão. Estes tipos de empresas são considerados ser estreito, já que um supervisor executivo, gerente ou linha de frente normalmente só tem alguns subordinados. Em contraste, uma ampla estrutura contém menos níveis de gestão. Um supervisor ou gerente nessas empresas pode ser responsável por numerosos empregados.
Além de que as posições são capazes de exercer controle, componentes da estrutura organizacional podem determinar o grau de controle e supervisão. Algumas empresas perpetuam a idéia tradicional de que os empregados devem trabalhar sob estrito controle, enquanto outros permitem um ambiente mais criativo e livre. O grau de controle é frequentemente diretamente ligado à natureza da posição, a cultura da empresa e como ele precisa entregar seus produtos e serviços.
Vários tipos de organização podem ser misturados entre si como componentes da estrutura organizacional. As empresas podem adoptar estratégias híbridas para certificar-se de que as tarefas são executadas de forma eficiente. Por exemplo, um grupo ou departamento pode ser atribuído a uma determinada fase de desenvolvimento de produto, como planejamento. Outro departamento pode se concentrar unicamente na execução do processo de provisionamento para todos os produtos da empresa.