PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

Biografia de Robert Boyle

Volumes e pressões

25 de janeiro de 1627
30 de dezembro de 1691
Robert Boyle nasceu em Lismore, Condado de Waterford (Irlanda) em uma família protestante. Seu pai era Richard Boyle, Earl de cortiça, que havia deixado Inglaterra em 1588 na idade de 22 anos, para ir para a Irlanda. Nomeado secretário do Conselho de Munster por Elizabeth eu em 1600, eles compraram as terras de Sir walter Raleigh, no Condado de Cork, Waterford e Tipperary dois anos mais tarde. Mãe de Robert, Catherine Fenton, foi a segunda esposa de Richard Boyle, sendo a primeira morte em menos de um ano após o nascimento de seu primeiro filho. Robert foi o sétimo filho (e o décimo quarto cara), em todos, havia quinze filhos (doze da infância sobrevivida quinze). Richard Boyle tinha sessenta anos e Catherine Boyle quarenta, quando Robert nasceu. Robert Boyle teve sorte de ter como pai, o homem mais rico da Grã-Bretanha, embora, alguém deveria dizer, o Conde de Cork conquistou sua fortuna com ações às vezes duvidosa. Ele foi preso na Inglaterra, sob acusações de apropriação indébita, a primeira vez e mais tarde foi multado pesadamente por posse de títulos defeituoso para algumas de suas propriedades. O Conde de Cork e acreditava que a melhor maneira de educar as crianças, antes de começarem a sua educação formal, a mulher dele tinham que transformá-los longe de seus pais. Robert foi mandado embora, para ser erguido na campanha, enquanto seu pai continuado a visar maiores sucessos políticos. O Conde de Cork, que ele viveu por quatro anos em sua casa em Dublin. Foi nomeado alto chefe de Justiça, em 1629 e tesoureiro de alto, em 1631. Durante este tempo em Dublin, a mãe de Robert morreu e, logo em seguida, Robert voltou da sua sala de estar, com a enfermeira da campanha, para se reunir com sua família. Robert foi enviado, juntamente com um dos seus irmãos, para estudar no colégio de Eton, Inglaterra em 1635. Naquela época, a escola estava virando moda, como um lugar onde pessoas importantes enviaram seus filhos. O diretor era John Harrison, e os dois jovens irmãos Boyle viveram muito tempo em sua casa. Durante este período em Eton, educação de Boyle foi claramente bom. Ele era popular tanto para seus principais, ambos com seus companheiros. Enfim, talvez ele recebeu muitos serviços especiais de Harrison e Harrison, quando se aposentou, Boyle parecia incapaz de adaptar-se à disciplina e educação, que o novo diretor trouxe para a escola. Depois de perceber que nem o um nem outro de seus filhos estavam indo bem na escola, sob o novo mestre, o Conde de Cork enviou seus filhos longe de Eton, em novembro de 1638. Mais tarde, Boyle teve, como professora particular, um dos Capelães do pai dele. Com doze anos de idade, Boyle foi enviado por seu pai, com um dos seus irmãos, em uma turnê européia. De Dieppe, eles foram a Paris e, em seguida, em Lyon, antes de chegar a Genebra. Em Genebra, Boyle estudou com um professor particular, francês, latim, retórica e religião. Ele também usou ao ar livre, à tarde, jogar ténis e agindo. Talvez, o mais importante de tudo é que ele começou a estudar matemática. Em 1641, Boyle aprendeu italiano, em preparação para a visita deste país. Em setembro do mesmo ano o menino e o tutor dele estavam em Veneza e, em seguida, em 1642 cedo, mudou-se para Florença. Galileu morreu em sua casa de campo em Arcetri, perto de Florença, enquanto Boyle viveu na cidade. Ele foi particularmente afectado por este evento e estudou cuidadosamente a obra de Galileu. Se nenhum evento formado antes da vida de Boyle e dirigido para a ciência, então esta foi a primeira. Claro sua configuração protestante, com um medo bastante enraizado dos jesuítas, contribuiu com a sua simpatia por Galileu e seu tratamento pela Igreja Católica Romana. Boyle tornou-se um forte defensor da filosofia do Galileo e acreditava fortemente, a partir desta época, a nova abordagem para estudar o mundo através da matemática e mecânica. Em maio de 1642 Boyle e seu professor estava em Marselha, a esperar pelo dinheiro do pai de Boyle, para que ele pudesse completar a viagem para casa. Isso não chegou, ele chegou a apenas uma letra, de seu pai, que explicou que uma rebelião em Munster estava absorvendo seu tempo e seu dinheiro.
Ele enviou 250 libras para pagar o retorno de Boyle, mas o dinheiro nunca chegou a ele. Boyle retornou a Genebra, onde ele parece ter vivido principalmente pelo seu salário, enquanto seu pai continuou a lutar contra os irlandeses para o Castelo de Lismore. Rei Charles eu negociei um cessar-fogo com os rebeldes católicos, que lutaram contra o Conde de Cork, então ele tinha que trazer de volta as suas tropas, na Inglaterra, para ajudá-lo na guerra civil que tinha quebrado para fora lá. O Conde de Cork nunca se recuperou do fato de que Charles eu tinha tratado os irlandeses como tal e morreu pouco tempo depois, em setembro de 1643. Robert Boyle ainda era vivo em Genebra, quando seu pai morreu. No verão de 1644, ele vendeu algumas jóias e usou o dinheiro para financiar sua viagem para a Inglaterra. Retornando à Inglaterra, ele viveu por um tempo com sua irmã Katherine. Ela tinha treze anos mais velhos que ele... e era uma pessoa de alguma importância, casado Ranelagh Visconde. A Inglaterra foi em um estado caótico, a guerra civil, que foi iniciado em 1642, lá estava lutando entre Charles e o Parlamento. Charles mudou-se para Oxford, enquanto o Parlamento tinha assinado uma aliança com os escoceses. Em troca de apoio militar, ele foi prometido os escoceses para fundar uma Igreja Presbiteriana. Algumas batalhas, em 1644, deixaram ao rei e ao Parlamento em desordem. Boyle tinha propriedades na Inglaterra, Coimbra, legou-lhe por seu pai, mas a situação no país dificultou as coisas. Apesar de Boyle pesquisados sua nova casa, depois de quatro meses, demorou muito tempo antes que fosse possível realocar lá. A transferência teve lugar em março de 1646, tendo passado muito tempo com a irmã dela e eu fiz uma viagem de volta para a França, para pagar dívidas de seu tutor, que continuou a viver lá. Apesar de Boyle não pretende passar muito tempo em Coimbra, ele permaneceu lá por cerca de seis anos. Ele provavelmente estudou mais do que o que ele mesmo admite em uma carta enviada à sua antiga professora na França, em outubro de 1646: "por causa de meus estudos, eu tive uma chance de continuar, mas através de objetos e fragmentárias, quando o tempo livre e me permitiram minhas oportunidades. Tenho andado ocupado vários pequenos ensaios ambos em verso, tanto em prosa, sobre certas questões a rabiscar. São de outras ciências humanas, em que eu apliquei, filosofia natural, mecânica e a economia, de acordo com os princípios da nossa nova faculdade de filosofia...". Mais tarde, na carta, Boyle também chama este "nova filosófica Universidade","invisível". É a empresa, que logo se tornará o "real sociedade de Londres" e foi o único contato entre Boyle e o mundo da ciência, enquanto vivia sua vida solitária em Coimbra. É uma discussão no colégio invisível que levou Boyle para ler o "Clavis Mathematica por Oughtred e, também, as obras de Marsenne e Gassendi. Boyle foi favorável, desde que sua visita à Itália, às idéias de Copérnico e agora, ainda acreditava mais profundamente estas vistas, juntamente com uma profunda crença na teoria atômica do fato. Este período foi difícil para Boyle, porque ele se esforçou para não ser forçado a tomar parte na guerra civil.
Sua lealdade foi um pouco dividida: seu pai tinha sido um fiel seguidor do rei, sua irmã Katherine, um fiel membro do Parlamento. Basicamente, ele simpatizava com ambos os lados, mas o resultado final virou-se para sua vantagem. Charles estava derrotado e executado, mas, em 1650, Charles II desembarcou na Escócia e tentaram recuperar o poder. Cromwell, liderando as forças parlamentares, derrotou os escoceses em 1650, novamente em 1651 e os irlandeses em 1652. Boyle foi para a Irlanda, em 1652, para cuidar de seus bens. Ele se tornou um homem muito rico, quando Cromwell espalhados irlandês terras para colonos ingleses. Desse período em diante, ele foi capaz de dedicar-se inteiramente à ciência, não há necessidade de ganhar dinheiro. É justo salientar, no entanto, que Boyle era um homem muito generoso com o dinheiro dele, e muitos se beneficiaram da sua generosidade. Boyle conheceu John Wilkins, a cabeça do colégio invisível, em Londres, quando ele fez uma visita lá em 1653. Naquela época, Wilkins tinha sido nomeado apenas como Dean do Wadham College, Oxford e estava planejando expandir o colégio invisível de lá. Ele encorajou fortemente Boyle para se juntar a eles, em Oxford e convidou-o para viver no colégio. Boyle, decidiu ir para Oxford, mas preferiu não aceitar a oferta de alojamentos de Wilkins, preferindo adaptar seus quartos pessoais, onde ele poderia realizar seus experimentos científicos. Em Oxford, ele se juntou a um grupo de cientistas de pesquisa avançada, que incluía John Wallis, John Wilkins, foi Professor de geometria, foi Seth Ward, que foi foi Professor de astronomia, e Christopher Wren, que sucedeu Ward como foi Professor de astronomia, em 1661. Por 1654, Boyle viveu em Oxford, embora nunca exerceu qualquer lugar da Universidade. Ele deu contribuições valiosas para física e química e é, na verdade, mais conhecido por lei de Boyle (às vezes chamado de lei de Mariotte), que descreve um gás ideal. Lei de Boyle aparece em um apêndice, escrito em 1662, sua obra "Novas experiências tocando a Primavera a Physio-Mechanicall, ar e seus efeitos" (1660). O texto de 1660 foi o resultado de três anos de experimentos com uma bomba de ar, com a ajuda de Hooke, que o empregou como seu assistente. O dispositivo foi desenhado por Hooke, e usá-lo, Boyle tinha alcançado uma série de importantes resultados. Ele tinha demonstrado, entre outras coisas, que o som não viaja no vácuo, tinha provou que a chama requer ar para sobreviver e investigou as propriedades elásticas do ar. O apêndice de 1662 continha apenas a lei de Boyle, que relaciona o volume e a pressão de um gás, mas também continha a defesa dos trabalhos de Boyle sobre o vácuo, que apareceu no texto principal. Muitos cientistas, particularmente Hobbes, argumentaram que um vácuo não poderia existir, e eles tinham afirmado que as conclusões de Boyle, obtidas pela bomba de vácuo devem ser o resultado de uma força ainda desconhecida. Outro livro por Boyle, em 1666, foi intitulado "paradoxo hidrostático": é "uma crítica pungente da obra de Pascal em agudas observações sobre o método experimental, hidrostático cheio de Pascal, é uma apresentação de uma série de experimentos engenhosos e importantes na pressão do fluido".
Em "o químico cético" (1661), Boyle discute a visão de Aristóteles dos quatro elementos terra, ar, fogo e água. Ele segurou que a matéria era composta de corpúsculos, diversificados, consistindo de diferentes configurações de partículas primárias. Embora muitas idéias neste trabalho foram feitas por Descartes, um aspecto que ele era fundamentalmente discorda dele. Idéias de Boyle, que as partículas primárias se mover livremente em fluidos, menos livremente em sólidos, provindas de Descartes. No entanto, Descartes não acreditava em um vácuo, prefiro ele acreditava em um éter total divulgado. Boyle tinha realizado muitos experimentos que tinham levado a acreditar em um vácuo e não tinham encontrado nenhuma prova experimental evidente do éter, para substituir essa ideia. Ele seguiu a Descartes em sua teoria de que o mundo é basicamente um sistema complexo, governado por um pequeno número de leis matemáticas simples. Considerando a ótica, especialmente a cor, Boyle não foi tão bem sucedida. Ele publicou "experiências e considerações tocar cores", em 1644, mas prontamente admitiu que o trabalho de Hooke de 1665 era muito maior e que idéias de Newton, publicada em 1672, devem substituí-la. Boyle era um membro da Royal Society. Ele publicou seus resultados sobre as propriedades físicas do ar através desta empresa. O trabalho na química foi destinado para estabelecê-lo como uma ciência matemática com base em uma teoria mecanicista da matéria. É por esta razão que decidimos incluir este arquivo dos matemáticos Boyle porque, embora ele desenvolveu a ideia matemática sozinha, foi um dos primeiros a afirmar que todo o conhecimento deve ser desenvolvido como uma aplicação da matemática. Embora outros antes dele tinham matemática aplicada à física, Boyle foi um dos primeiros a ter estendido a aplicação da matemática à química que tentou desenvolver como uma ciência complexa, cuja aparência foi simplesmente o resultado de simples leis matemáticas aplicadas a simples partículas fundamentais. Em 1668, Boyle deixou Oxford e foi morar com sua irmã, Lady Ranelagh em Londres.
Lá, ele se tornou um vizinho de Barrow, mas parecia ter mais interesses em comum com outro vizinho, Thomas Sydenham, um físico. Em 1669, o marido de sua irmã morreu. Muitos foram unânimes sobre a importância de encontrar uma esposa para Boyle. Wallis veio com uma mulher, que ele considerava particularmente adequado para ser a esposa de Boyle. Parece que Boyle evitou com sucesso esses planos de casamento. Em junho de 1670, ele teve um ataque que o deixou paralisado, mas lentamente, ele recuperou sua saúde. Ele continuou a trabalhar e para receber convidados em sua casa em Londres. Os visitantes foram tão freqüentes, que teve que recusar os pedidos, então tive tempo para continuar suas pesquisas científicas, que realizou com a ajuda de muitos e excelentes assistentes. Em 1680, ele se recusou a servir como presidente da Royal Society. Ele explicou que seus motivos eram religiosos, porque ele não podia pagar os juramentos necessários. O lado religioso de Boyle sempre foi uma grande força na sua vida. Robert Boyle morreu em Londres em 30 de dezembro de 1691 na idade de 64 anos. Em seu testamento, Boyle patrocinou uma série de palestras que ficou conhecido como "Palestras de Boyle". Hoje, em uma parede do colégio na rua em Oxford University, uma inscrição diz: "em uma casa neste site | Entre 1655 e 1668 viveu | ROBERT BOYLE | Lá, ele descobriu a lei de BOYLE | e ele também experimentou um | BOMBA de ar projetado por seu assistente | ROBERT HOOKE | O cientista inventor e arquiteto | Quem construiu um microscópio | com que primeiro identificou
Artigo aportado pela equipe de colaboradores.

PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

LINKS PATROCINADOS

ADDTHIS