PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

Biografia de Dolcenera

ADS

Doce emoção

16 de maio de 1977
Emanuela Trane nasceu em Scorrano em Salento, em 16 de maio de 1977. Em homenagem à canção do cantor-compositor genovês Fabrizio de André, escolhe Dolcenera como um nome artístico. Sua paixão irreprimível para a música é notável desde a sua infância na verdade estudar com diligência e empenho de piano, canto e clarinete a partir de estudos clássicos para chegar a essas harmonias de jazz. Aos 14 anos, ele começou a escrever suas primeiras canções e para tocar ao vivo. Ele se formou com honras no ensino médio e posteriormente mudou-se para Florença onde ele se matriculou na faculdade de engenharia mecânica e onde dá vida a sua primeira banda, chamada "zero códigos"; a banda vai fazer de suporte ao artigo 31 em turnê.
O avanço na indústria da música começa pelo encontro com o maestro Lucio Fabbri, componente de GFP, pelo qual Dolcenera tem a oportunidade de melhorar sua personalidade artística; seu estilo adquire originalidade e imediatismo. Em 2002 lançou seu primeiro single "only you", que tem a oportunidade de participar no alvo "Sanremo" programa apresentado por Pippo Baudo e Claudio Cecchetto onde, além do single, a canção "Viva noite"; as canções que ela entrar no Festival de Sanremo.
Em 2003 participa no filme Festival de Sanremo e ganhou na categoria de novas propostas com a canção "somos todos lá fora", uma balada pop folk overtones de "Salento"taranta", atingindo a décima posição dos singles mais vendidos na Itália. Após o Festival, eles lançaram seu primeiro álbum pela Dolcenera, intitulado "sorriso nuclear", que passa um pouco despercebido e nunca alcançado grande sucesso comercial. "Eu tenho que ir à praia" e "viva noite" são os singles do álbum se destina apenas a passos de rádio.
Em 2005 o gerente Lucio Fabbri leva-la a participar do reality show "Fazenda de música" sob a conduta da Simona Ventura poliédrico; Aqui Dolcenera concedido a vitória derrotando Fausto Leali. Uma vez que a realidade ele lançou o single "nós dois" de seu segundo álbum, "um mundo perfeito" com mais de 80.000 cópias vendido obter a platina. No mesmo ano, ganhando vários prêmios: Premio De André "," melhor artista novo "em M," Leão de prata "como revelação musical do ano. Duetos com Claudio Baglioni quem escolheu-a para cantam com ele "Sábado" no show "O ' Scià" em Lampedusa. Duetos com Loredana Berté em "estúpido" e "você é linda". Ele também realizou o tradicional concerto "Natal no Vaticano" na presença do Papa Benedict XVI. At a Sanremo Festival 2006 é classificado em segundo lugar em mulheres da categoria, atrás de Anna Tatangelo, prsentando a canção "life como extraordinário" vem em quarto lugar entre os singles mais vendidos na Itália. Seu terceiro álbum é "Il popolo dei sogni" replicar o sucesso do segundo álbum com que segue ouro e até mesmo de platina.
No verão de 2006 o "Welcome Tour 2006" levando Dolcenera em muitas cidades italianas, bem como em Hamburgo e Munique em antecipação do lançamento na Alemanha da versão especial do álbum "mundo perfeito", contendo 14 faixas retiradas da mesma e de "Il popolo dei sogni", além de uma nova versão de "Estamos todos lá fora," bem como a nova versão do "passo a passo". No mesmo ano, publicou o álbum "Dolcenera canta ao cinema", em que reinterpreta cinco trilhas sonoras de filmes. Em julho os Festival Macerata Musicultura duetos novamente com Claudio Baglioni, interpretando um clássico de Domenico Modugno, "Tu sì ' na cosa grande: Dolcenera, finalmente, ganha o prêmio de melhor voz" para os prêmios de música de Veneza. Ela é o autor do texto e co-autor da música da faixa inédita "no fundo da noite" na trilha sonora do thriller de horror do filme "a noite do meu primeiro amor" por Alessandro Pambianco. A mesma peça está inscrita na lista de faixas do single "está chovendo", do álbum "Il popolo dei sogni" atingindo o número 11 no ranking oficial do Best-seller de singles em Itália de 2006. Em 16 de dezembro de 2007, ele estreou como apresentador do programa "Hitlist Itália" na MTV. Em março de 2007 começa a "Welcome Tour 2007" que inclui oito datas na Alemanha, incluindo Berlim, Leipzig, colônia e Dresden. Juntamente com a Alemanha, Áustria e Suíça tour aparece na edição de turnê do "mundo perfeito" que contém algumas faixas ao vivo, gravadas no tour nos últimos dois anos, precedido do single "nós dois" nunca mais. Em 2007, Dolcenera estréia no mundo do cinema através da participação em "o Messias", um filme dirigido por Claudio Serughetti, apresentou a RIFF-Roma Independent Film Festival.
O filme estrear nos cinemas em 23 de maio de 2008. Sua produção musical do filme continua muito essa músicas de assinatura "é você" (original "Say yes") e "Mon amour" (original "Tes petits falhas") para a trilha sonora do filme "até o casamento não nos separa." Em setembro de 2007 é voltar na tela grande, desempenhando o papel de Benny ao lado de Cristiana Capotondi, Primo Reggiani e Ludovico Fremont, no filme dirigido por Giancarlo Scarchilli "muri Scrivilo sui". Em 2008, em resposta aos muitos pedidos que vêm do mercado alemão, Dolcenera retorna para a Alemanha para tocar ao vivo com voz e piano no "Teatro" de Mônaco. Em 28 de março de 2008 apresentou-se voz e piano no "Arche de La Défense, em Paris, na frente de mais de 400 delegados da Assembléia Geral da BIE, à noite organizado pela Itália para a sua candidatura com Milan Expo 2015.
Abril abre quatro shows de voz e piano por performances de açúcar na Áustria. A 8 de maio de 2008 é convidado em celebrações de abertura do maior Museu do rock, na Alemanha, o "Museu do Rock" em Munique não acontece no Olympiaicestadion. O mesmo Museu dedicou um espaço Dolcenera. Em junho, abre os dois shows de Vasco Rossi no Stadio Del Conero de Ancona. Em julho, Dolcenera é em concerto em Tunísia no Festival Internacional de Cartago dentro do evento que explora todos os anos no mundo da música no antigo teatro romano de Adriano na frente de cerca de 40.000 pessoas. No verão, é convidado pelo embaixador Claudio Moreno, Comissário do governo para a Expo Zaragoza, para tocar ao vivo dentro do pavilhão italiano na Expo 2008, em que o artista interpreta muitas das suas canções em versão em espanhol e outras canções da música italiana. O Festival de Sanremo 2009 participa entre o grande com a canção "meu único amor"; sai ao mesmo tempo que seu novo álbum que contém doze novas canções Unidas por um único tema, amor. O álbum tem o título "Dolcenera no país das maravilhas". Volta a Sanremo em 2012 com a canção "ver em casa" (sexto lugar do ranking) e em 2016 com a canção "agora ou nunca (as coisas mudam)".
Artigo aportado pela equipe de colaboradores.

PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

ADD THIS