Significado e Definição de verdade

Todos sabemos internamente o que é verdade, embora até agora não há nenhuma definição específica única. Na verdade, até hoje, ainda a filosofia, teologia e lógica não encontraram uma maneira original de descrevê-lo e continuam a discutir sobre o que é e como chegar a ele.
Mas uma aproximação para que o conceito de verdade, pode ser encontrado em outros termos. Por exemplo, a boa-fé, honestidade, sinceridade são sinônimos com isto. Se a minha pergunta-me qual é a verdade, sem dúvida, respondia que a verdade é que o que é, passo prévio pelo computador mental que me fez para confirmar que a coisa é e não é uma mentira ou uma falácia, por exemplo. Mas a questão não é tão clara, e é aqui que entra em jogo a razão humana, que é responsável por excelência, através dos poderes do racional, determinado que é a verdade de que não é, ou pelo menos vai tentar aproximar-se de que mais se pode isso.
A teoria de adaptação que tem uma origem tomista é o mais próximo que eu comentei mais acima, porque para ela, a verdade, é a adequação entre a coisa e o entendimento, salientando precisamente aí que a razão é a melhor maneira de encontrar a verdade. Mas além disso, existem várias teorias sobre o assunto. Alguns dos mais bem conhecidos são a consistência, que propõe que a verdade deve ser consistente para um grupo de declarações ou de crenças. Que exige consenso, acredita-se que verdade deve ser aprovada por um grupo específico e, finalmente, do pragmatismo, considera que a verdade é a consequência prática de uma idéia.
Mas também, além do que é considerado ou não a verdade de acordo estas teorias, a verdade é pedida em diferentes campos profissionais e é que lá onde talvez se torne uma realidade ou reflete uma aproximação mais real, empírica, o que pode ser a verdade.
Por exemplo, no campo do direito penal, o procurado depois de verdade é a verdade real, o que realmente aconteceu, que se envolveu, quando foi, onde aconteceu e como. Muito diferente do conceito de verdade que usa o direito civil, onde a verdade que é simplesmente expostos como "sua versão dos fatos", cada uma das partes envolvidas, e o juiz ou os fiscais tomar uma decisão de acordo com a complementação dessas duas peças/versões do fato. No campo penal, o promotor deve procurar a verdade "real" (como é chamado), ele não se livrar de uma sentença que apenas exposto o réu e a vítima.
Na atividade jornalística, por outro lado, o conceito de verdade está ligado à "objetividade". Mas claro, já é sabido que o cento por cento de objetividade em uma profissão como jornalismo é muito utópico, pelo simples fato de que o jornalista, como qualquer ser humano, tem preferências, ideologias e inclinações que o impedem de alcançar uma objetividade completa. Neste sentido, a verdade então começa a vinculação da noção de "probabilidade", ou seja, o que o jornalista narra para ser tão semelhante ou tão semelhante ao que realmente aconteceu.
Em suma, qualquer um destes theorizations com o qual melhor concordar, oferece uma maneira de encontrar a verdade, certamente após o tesouro e o ouro, é um dos mais procurados desde tempos imemoriais pelo homem.
Artigo aportado pela equipe de colaboradores.