Definição de ciência

O conhecimento é um conjunto de informações adquiridas através da experiência ou introspecção. Isso pode ser organizado na estrutura de objectivos e acessível para vários observadores, através de um conjunto de técnicas e métodos, conhecidos como a ciência de fatos. A palavra deriva do latim scientia, que significa precisamente o conhecimento. Aplicação sistemática tais métodos levaram ao novo conhecimento objetivo (científico), que assumem a forma de previsões concretas, quantitativas e verificáveis. As previsões são susceptíveis de ser estruturada em legislação ou regras universais, que descrevem a operação de um sistema e planejamento de como eles vão agir em determinadas circunstâncias.
A ciência pode ser dividida em ciência básica e aplicada ciência (quando o conhecimento científico é aplicado para as necessidades da humanidade). Além disso, existem outras classificações das Ciências, tais como aquelas que sugeriu o filósofo alemão Rudolf Carnap, que dividiu-as em Ciências formais (eles têm nenhum conteúdo concreto, como é o caso da lógica e matemática), ciências naturais (seu objeto de estudo é a natureza. Exemplo: biologia, química, Geologia) e Humanidades (lidam com certos aspectos da cultura e da sociedade, tais como história, economia e Psicologia).
Apesar de cada ciência tem seu próprio método de pesquisa, métodos científicos devem cumprir várias exigências, tais como a reprodutibilidade (a capacidade de repetir uma experiência em um determinado lugar e a qualquer pessoa) e falseabilidade (o fato de que uma teoria pode ser colocado para testes o chato).
As abordagens comuns ao processo científico são a observação (para um exemplo), a descrição detalhada, indução (quando é extraído o princípio geral implícito dos resultados observados), hipótese (que explica os resultados e a sua relação de causa-efeito), experimentação controlada (para testar a hipótese), a prova ou refutação da hipótese e, em seguida, a comparação universal (para contrastar a hipótese de realidade).