Biografia de Alfredo Espino

(1900-01-08 - 24/05/1928)

Alfredo Espino
Poeta de El Salvador

Ele nasceu em 8 de janeiro de 1900 em Ahuachapán. Foi o segundo dos oito filhos de Alfonso Espino poeta e educador Enriqueta Najarro.
Ele estudou na faculdade de direito e ciências sociais da Universidade de El Salvador, onde se graduou pH.d. com sua tese de Sociologia estética (1927).
Ele colaborou no lúmen e Opinião de estudante, revistas como o jornal a imprensa e o jornal de el Salvador. Só escrevia 96 poemas reuniram-se na Triste CABAÇAS em 1930, dividido em seis partes: Casucas, Auras Bohío, doçura, Panoramas e Aromas, aves da lenda e El Alma del Barrio.
Com uma delicada poética , apresentado em um estilo simples, fácil de compreender. Seus poemas são expostos a El Salvador, paisagem exuberante.
Alfredo Espino morreu em San Salvador, El Salvador, em 24 de maio de 1928 devido a uma crise de álcool. Ele foi enterrado no cemitério geral de San Salvador, o resto permanece nos jardins da recordação, no lugar da cripta dos poetas.