1 Crônicas 21-22-23-24-25, Destaques da Bíblia: semana de 9 de novembro

Destaques da leitura da Bíblia: 1 Crônicas 21-25. Informações para o estudo pessoal

Ler e ouvir a leitura da Bíblia em JW.org:



9 DE NOV. LEITURA DA BÍBLIA: 1 CRÔNICAS 21-25


(1 CRÔNICAS 21:1)

“E Satanás passou a pôr-se de pé contra Israel e a instigar Davi a recensear Israel.”

*** w92 15/7 p. 5 É a Bíblia contraditória? ***
▪ Quem induziu Davi a fazer uma contagem dos israelitas?
O Segundo de Samuel 24:1 declara: “Novamente veio a acender-se a ira de Jeová contra Israel, quando se instigou Davi [ou: “quando Davi foi instigado”, nota] contra eles, dizendo: ‘Vai, faze a contagem de Israel e de Judá.’” Mas não foi Jeová quem induziu o Rei Davi a pecar, porque 1 Crônicas 21:1 diz: “Satanás [ou: “opositor”, nota] passou a pôr-se de pé contra Israel e a instigar Davi a recensear Israel.” Deus se desagradava dos israelitas e por isso permitiu que Satanás, o Diabo, os induzisse a esse pecado. Por este motivo, 2 Samuel 24:1 reza como se o próprio Deus o tivesse feito. É interessante que a tradução de Joseph B. Rotherham reze: “Acendeu-se a ira de Iahweh contra Israel, de modo que deixou Davi ser induzido contra eles, dizendo: Vai, conta Israel e Judá.”

(1 CRÔNICAS 21:2)

“De modo que Davi disse a Joabe e aos chefes do povo: “Ide, contai Israel desde Berseba até Dã, e trazei-mo para que eu saiba o seu número.””

*** it-1 p. 342 Berseba ***
Berseba veio a representar o ponto mais meridional ao se descrever a extensão da Terra da Promessa, conforme expresso na frase proverbial, “desde Dã para baixo até Berseba” (Jz 20:1), ou, na direção inversa, “desde Berseba até Dã”. (1Cr 21:2; 2Cr 30:5) Depois da divisão da nação em dois reinos, Berseba continuou a ser usada para indicar a extremidade sul do reino de Judá, nas expressões “desde Geba até Berseba” (2Rs 23:8) e “desde Berseba até a região montanhosa de Efraim” (onde começava o reino setentrional de Israel). (2Cr 19:4) Nos tempos pós-exílicos, a expressão era usada de forma ainda mais limitada, para se referir à região ocupada pelos repatriados de Judá, que se estendia desde Berseba “até o vale de Hinom”. — Ne 11:27, 30.
Na realidade, havia outras cidades da Terra da Promessa situadas ao S de Berseba, assim como havia cidades israelitas ao N de Dã. No entanto, tanto Dã como Berseba encontravam-se em fronteiras naturais da terra. No caso de Berseba, sua localização era abaixo das montanhas de Judá, à beira do deserto. Adicionalmente, era uma das principais cidades de Judá (junto com Jerusalém e Hébron), e isto se dava, não só porque dispunha de excelentes reservas de água, em comparação com a região circunvizinha, possibilitando assim tanto a lavoura como as pastagens de manadas e rebanhos, mas também porque importantes estradas convergiam para ela, vindas de várias direções. Do Egito, uma antiga rota subia pelo “Caminho dos Poços”, atravessando Cades-Barnéia até Berseba, unindo-se a outra estrada pela qual viajavam as caravanas de camelos dos “Reinos das Especiarias” da península da Arábia, em direção à Filístia ou a Judá. De Eziom-Géber, na cabeceira do golfo de Acaba, outra rota subia pelo Arabá e então se virava para o O, ascendendo a subida de Acrabim até Berseba. Em Gaza, na planície filistéia, uma estrada que saía da estrada principal levava ao SE, a Berseba. E, ligando-a com o restante de Judá, uma estrada ia de Berseba para o NE, subindo o platô nas montanhas de Judá até Jerusalém e outros pontos mais para o N. — Gên 22:19.

(1 CRÔNICAS 21:5)

“Joabe deu então a Davi o número do registro do povo; e todo o Israel somou um milhão e cem mil homens que puxavam da espada, e Judá, quatrocentos e setenta mil homens puxando da espada.”

*** w92 15/7 p. 5 É a Bíblia contraditória? ***
▪ Como se podem harmonizar os números diferentes dos de Israel e dos de Judá na contagem de Davi?
Em 2 Samuel 24:9, dá-se o número de 800.000 para os de Israel e de 500.000 para os de Judá, ao passo que 1 Crônicas 21:5 dá o número dos combatentes de Israel como 1.100.000 e os de Judá como 470.000. Os efetivos alistados no serviço real eram 288.000 soldados, divididos em 12 turmas de 24.000, cada turma servindo um mês durante o ano. Havia adicionalmente 12.000 a serviço dos 12 príncipes das tribos, perfazendo o total de 300.000. Pelo que parece, os 1.100.000 de 1 Crônicas 21:5 incluem estes 300.000 já alistados, ao passo que 2 Samuel 24:9 não os inclui. (Números 1:16; Deuteronômio 1:15; 1 Crônicas 27:1-22) No que se refere a Judá, 2 Samuel 24:9 parece incluir 30.000 homens dum exército de observação destacado nas fronteiras filistéias, mas não incluídos no número em 1 Crônicas 21:5. (2 Samuel 6:1) Se lembrarmos que 2 Samuel e 1 Crônicas foram escritos por dois homens com pontos de vista e objetivos diferentes, podemos facilmente harmonizar estes números.

(1 CRÔNICAS 21:23)

“Ornã, porém, disse a Davi: “Toma-o para ti, e faça meu senhor, o rei, o que for bom aos seus próprios olhos. Vê, dou deveras o gado vacum para ofertas queimadas, e o trenó debulhador como lenha, e o trigo como oferta de cereais. Dou-te deveras tudo.””

*** it-2 pp. 388-389 Implementos agrícolas ***
O trenó debulhador visava separar os grãos das espigas do cereal. O implemento utilizado nos tempos antigos provavelmente se parecia a dois tipos ainda utilizados em algumas partes das terras bíblicas atualmente: um consiste em pranchas de madeira juntadas e curvadas para trás, na frente. A parte de baixo é dotada de pedras afiadas ou de facas. (Veja 1Cr 21:23; Jó 41:30; Is 41:15.) O operador fica em pé sobre o trenó, para fazer peso. O outro tipo tem um banco para o operador e consiste em uma estrutura de carroça baixa, de quatro cantos. Nessa armação se fixam dois ou três rolos paralelos, giratórios, dotados de tiras de ferro. — Veja Is 28:27, 28.

(1 CRÔNICAS 21:25)

“De modo que Davi deu a Ornã pelo lugar siclos de ouro no peso de seiscentos.”

*** it-1 p. 177 Araúna ***
No registro de Crônicas, Araúna é chamado Ornã. — 1Cr 21:18-28; 2Cr 3:1.

*** it-1 p. 177 Araúna ***
Araúna
O proprietário jebuseu da eira comprada pelo Rei Davi para ali edificar um altar a Jeová. Esta medida veio a ser o meio divinamente indicado para terminar um flagelo provocado pela contagem do povo, feita por Davi. — 2Sa 24:16-25; 1Cr 21:15-28.
Araúna, pelo que parece, ofereceu esse lugar, junto com o gado e os implementos de madeira para o sacrifício, sem cobrar nada, mas Davi insistiu em pagar um preço. O registro em 2 Samuel 24:24 mostra que Davi comprou a eira e o gado por 50 siclos de prata (US$ 110). No entanto, o relato em 1 Crônicas 21:25 fala de Davi ter pago 600 siclos de ouro (c. US$ 77.000) pelo lugar. O escritor de Segundo Samuel trata apenas da compra, conforme ela se relaciona com a localização do altar e com os materiais para o sacrifício então feito, e, assim, parece que o preço de compra mencionado por ele se restringia a tais coisas. Por outro lado, o escritor de Primeiro Crônicas considera os assuntos segundo relacionados com o templo mais tarde construído neste lugar, e associa a compra com essa construção. (1Cr 22:1-6; 2Cr 3:1) Visto que a área toda do templo era muito ampla, parece que a soma de 600 siclos de ouro se aplica à compra desta grande área, em vez de à pequena parte necessária para o altar inicialmente construído por Davi.

*** it-1 p. 537 Compra ***
Parece que, posteriormente, acrescentaram-se outras propriedades vizinhas, para abranger uma área suficientemente grande para todo o local do templo, o preço de compra sendo 600 siclos de ouro por peso (c. US$77.070). (2Sa 24:21-24; 1Cr 21:22-25)

(1 CRÔNICAS 21:26)

“Então Davi construiu ali um altar a Jeová e ofereceu sacrifícios queimados e sacrifícios de participação em comum, e passou a invocar a Jeová, que lhe respondeu então com fogo desde os céus sobre o altar da oferta queimada.”

*** si p. 78 par. 17 Livro bíblico número 13 — 1 Crônicas ***
Depois de comprar o local de Ornã, Davi obedientemente oferece sacrifícios ali e invoca a Jeová, que lhe responde “com fogo desde os céus sobre o altar da oferta queimada”. (21:26)

(1 CRÔNICAS 22:2)

“Davi disse então que se reunissem os residentes forasteiros que havia na terra de Israel, e ele os pôs então como talhadores de pedras para lavrar pedras quadradas para a construção da casa do [verdadeiro] Deus.”

*** it-2 p. 523 Jerusalém ***
Perto do fim do seu governo, Davi começou a preparar os materiais de construção para o templo. (1Cr 22:1, 2; compare isso com 1Rs 6:7.) As pedras lavradas que foram preparadas talvez tivessem sido extraídas duma pedreira daquela área, pois da base rochosa da própria Jerusalém se extraem facilmente pedras, cortadas e lapidadas no tamanho e no formato desejados, as quais, ao ficarem expostas às intempéries, endurecem e se tornam pedras duráveis e atraentes para construção. Existe evidência duma antiga pedreira próxima da atual Porta de Damasco, da qual, com o passar do tempo, se extraíram grandes quantidades de rocha.

(1 CRÔNICAS 22:14)

“E eis que durante a minha tribulação preparei para a casa de Jeová cem mil talentos de ouro e um milhão de talentos de prata, e não há meio de se pesar o cobre e o ferro, porque vieram a ser em tal quantidade; e preparei madeiras e pedras, mas tu lhes farás acréscimos.”

*** it-1 p. 668 Davi ***
Davi sempre acalentou no coração o desejo de construir esse templo, e, embora isso não lhe fosse permitido, foi-lhe concedido constituir uma grande força-tarefa para talhar pedras e reunir materiais que incluíam 100.000 talentos de ouro (US$ 38.535.000.000) e 1.000.000 de talentos de prata (US$ 6.606.000.000), e cobre e ferro em quantidade impossível de se calcular. (1Cr 22:2-16)

(1 CRÔNICAS 23:24)

“Estes foram os filhos de Levi segundo a casa de seus pais, os cabeças dos pais, pelos seus comissionados, pelo número dos nomes, cabeça por cabeça deles, os que faziam a obra para o serviço da casa de Jeová, da idade de vinte anos para cima.”

*** it-2 p. 359 Idade, era ***
Mais tarde, nos dias de Davi, o limite de idade para começar o serviço no tabernáculo, que foi com o tempo substituído pelo serviço no templo, foi reduzido para 20 anos. — 1Cr 23:24-32; veja também Esd 3:8.

(1 CRÔNICAS 23:29)

“mesmo para o pão de pilha e para a flor de farinha para a oferta de cereais, e para as obreias não fermentadas, e para os [bolos] de assadeira, e para a massa misturada, e para todas as medidas de quantidade e tamanho;”

*** it-1 p. 581 Cozinhar, utensílios de cozinha ***
Os israelitas possuíam também potes ou panelas fundas, e também assadeiras. Freqüentemente, as ofertas de cereais eram preparadas nelas. (Le 2:5, 7; 7:9; 1Cr 23:29) Exemplos de assadeiras de barro foram descobertos em Gezer. Estas tinham pequenas depressões, comparáveis às dos atuais pequenos grill. Usavam-se também assadeiras de ferro. — Ez 4:1-3.

(1 CRÔNICAS 24:3)

“E Davi, e Zadoque, dos filhos de Eleazar, e Aimeleque, dos filhos de Itamar, passaram a fazer turmas deles para o seu cargo no seu serviço.”

*** it-2 p. 123 Festividade das Barracas ***
É provável que a primeira das 24 turmas de sacerdotes estabelecidas por Davi começasse a servir no templo depois da Festividade das Barracas, visto que o templo construído por Salomão foi inaugurado por ocasião desta festividade, em 1027 AEC. — 1Rs 6:37, 38; 1Cr 24:1-18; 2Cr 5:3; 7:7-10.

(1 CRÔNICAS 25:4)

“De Hemã: os filhos de Hemã, Buquias, Matanias, Uziel, Sebuel e Jerimote, Hananias, Hanani, Eliata, Gidalti e Romanti-Ezer, Josbecasa, Maloti, Hotir, Maaziote.”

*** it-1 p. 282 Azarel ***
2. Chefe da 11.a das 24 turmas de cantores do templo no tempo de Davi; também chamado Uziel. — 1Cr 25:1, 4, 18.

(1 CRÔNICAS 25:14)

“a sétima para Jesarela, seus filhos e seus irmãos, doze;”

*** it-1 p. 243 Asarelá ***
Asarelá
Filho de Asafe, que serviu nos grupos de serviço de músicos e cantores na casa de Jeová, no tempo de Davi. (1Cr 25:1, 2) É provável que Jesarela, do versículo 14 , seja uma variante do seu nome.

(1 CRÔNICAS 25:18)

“a décima primeira para Azarel, seus filhos e seus irmãos, doze;”

*** it-1 p. 282 Azarel ***
2. Chefe da 11.a das 24 turmas de cantores do templo no tempo de Davi; também chamado Uziel. — 1Cr 25:1, 4, 18.

Clique na imagem para Baixar informações completas em arquivos digitais para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone