segunda-feira, julho 06, 2015

Resumo: histórias extraordinárias de Edgar Allan Poe

ADS

Com este título e também a de histórias extraordinárias são conhecidas as contas do escritor americano Edgar Allan Poe, que, originalmente publicados em revistas diferentes, foram mais tarde recolhidos em dois volumes: contos do grotesco e do arabesco (contos do grotesco e do arabesco, Filadélfia, 1840) e histórias curtas (contos, Nova Iorque, 1845). Traduzido por Baudelaire após 1848 e apresentado aos franceses público sob o título de Histoires extraordinaires e Nouvelles histoires extraordinaireslogo tornou-se universalmente famoso.
Hawthorne e Melville, Poe pertence a esse período de literatura americana entre 1840 e a guerra civil, em que o espírito do país procurado e estava tentando abrir passo e transformar a experiência em expressão, através da evasão, dor e inquietação. Dos três, Poe é que, sem dúvida, possui um temperamento mais turbulento e mórbido: sonhador e estranhas para as paixões atuais, consegue criar um mundo irreal, em que o horror fantástico não exclui a lucidez, que resume perfeitamente com seu estilo admirável, puro e ousado, "firme - diz Baudelaire - como malhas de um terno de armadura".

Poe em 1848 imagem
Uma faculdade de vigorosa e minuciosa análise junta em Poe uma imaginação muito fértil. Suas histórias, que vão desde a sombra do mistério e a análise dos detalhes, demonstra sua capacidade de dar vida e expressão para essas regiões escuras, estendendo-se desde os limites extremos do provável para os misteriosos limites de superstição e irrealidade. As histórias extraordinárias inventar histórias de assunto variado e tom diferente; No entanto e com o risco de arbitrariedade, é possível classificá-las em grupos de recursos relacionados.
Em um primeiro grupo, constituído por algumas narrações quase toda a juventude, o autor é carregado por uma forte inclinação para as possibilidades da técnica, que leva (fad freqüente do tempo) a relacionar todas as situações de suas histórias, até mesmo os menos suscetíveis, com os avanços das Ciências diferentes. Assim, em as aventuras de um tal Hans Pfaal (as aventuras de um Hans Pfaal) diz-na viagem fantástica que o personagem tem lugar em um balão construído por ele mesmo, que vai chegar a lua. E o balão de notícia sensacional (o balão-Goase) descreve uma travessia do Atlântico em três dias de tempestade, a tripulação de um balão, cuja estrutura é completamente detalhada.
Em contos como os mencionados, Poe está à frente da moderna literatura de ficção científica: a semelhança de seus argumentos com os romances posteriores de Julio Verne é gritante. A descoberta de von Kempelen (Von Kempelen e sua descoberta), está seguindo as tentativas de um alquimista buscando transformar metais de baixo valor em ouro. E em uma descida no Maelstrom (uma descida no Maelstrom), um marinheiro, cujo barco é envolto em um redemoinho de vento, ele salva a meter um barril e à deriva, baseando-se no princípio segundo o qual um cilindro que flutua num turbilhão resiste mais do que qualquer outra força do corpo de atração.
O supostamente científico pode, no entanto, ser diluído antes do surgimento de perto aos elementos mágicos ou sobrenaturais. O manuscrito encontrado em uma garrafa (MS. Found em uma garrafa), a razão científica para a exploração das terras polares desconhecidas funde-se com o elemento fantástico do navio fantasma, perpetuamente em equilíbrio na beira do abismo. E na divulgação mesmerica (revelação de Mesmerie) e a verdade sobre o caso do senhor Waldemar (os fatos no caso do Sr. Waldemar), é a questão do Espiritismo e a possibilidade de manter em vida, através do estado hipnótico, a seres que morreram fisicamente, assim, tocar o mistério dos mais lá.
Metzengerstein, história de um cavalo que é renascido pelo fogo que destruiu uma pintura e fazem morrer no fogo, para o novo proprietário e um conto de montanhas (um conto das montanhas irregulares), no qual o protagonista, andando pelas montanhas americanas abruptas, revive, em meio a uma decoração oriental, a cena da batalha em que sob outro nome morreu cem anos antes de tentarem metempsicose.
Um segundo grupo seria composto por uma série de narrativas que poderia ser qualificado como "horror, paixão e terror". Enquanto o próprio autor disse que "existem certos tópicos de interesse, mas demasiado horrível para efeitos de uma ficção legítima", Edgar Allan Poe neles incorre por vontade própria, como o enterro prematuro (o enterro prematuro), que insiste no terror de ser enterrado vivos, citando exemplos de experiências e de. O poço e o pêndulo (O poço e o pêndulo) é uma descrição mórbida dos horrores da Inquisição; o condenado, deitado sobre a borda de um poço, vê aproximar-se, com o ritmo de um pêndulo, a borda de uma foice que corta o peito dela.

O coração revelador (ilustração por Harry Clarke)
Este grupo contém as histórias que estão mais associadas com Poe como grande mestre da literatura de terror. O fim de a máscara da morte vermelha (a máscara da morte vermelha) é uma vista incrível e angustiante. A morte vermelha, uma terrível peste que destruiu o Reino. No final de uma esplêndida celebração organizada pelo príncipe, que foi preso com sua comitiva em um castelo para escapar da peste, aparece o fantasma da morte vermelha, que, com sua simples presença, espalha e mata todos aqueles que tinha tentado se esquivar dele.
O conto anterior ainda pode ser lido como uma punição para o egoísmo e a arrogância do Príncipe e seus cortesãos. No entanto, o motivo de vingança friamente calculados e executados com a impunidade é a base de algumas das suas histórias mais macabras. Hop-Frog, o bobo da corte um espírito diabolicamente cruéis, provenientes do sporting palaciana de sua costa, induzindo-os, é através de uma piada trágica, polvilhada com resina, que em seguida ateou fogo. E o protagonista de o barril de amontillado (o barril de Amontillado), depois de ter refletido muito tempo e disse difícil sua vingança, parede viver para que o ofendi na parede da sua adega, onde ele atraiu com a desculpa de fazer você provar um vinho que é um conhecedor de perito.
Tal amoralidade contrasta com a consciência de culpa que arrastar alguns personagens. O espírito do perverso (O Imp da Perverse) examina o espírito paradoxal do protagonista, que, depois de ter cometido uma infracção que é perfeita, sem deixar nenhum vestígio, sentes-te obcecado ao ponto que apenas ao confessá-lo. O sentimento de culpa, sob a forma de um gato preto, persegue o assassino de uma mulher em o gato negro (The Black Cat). E no coração diga-conto (The Telltale Heart), criminoso confessa o assassinato, quando você acha que ouvir bater o coração da vítima, cujo corpo foi escondido sob um piso de madeira.
William Wilson, o verdadeiro 'eu', assombrado por um sentimento de culpa e incapaz de suportar mais o peso de seus próprios pecados e fraquezas, concebe um duplo que deve ser, ao mesmo tempo, o instigador e o autor indireto de todos os seus males: motivação romântica que encontramos em Musset, Chamisso, Hoffmann e Wilde. E a queda da casa de Usher (a queda da casa de Usher), outro de seus mais famosos contos, horror vem, antes de tudo, a atmosfera, a atmosfera ao redor do castelo como um vapor pestífero, por que a casa parece identificar-se com o destino de seus habitantes: com eles desaparece nas águas turvas da lagoa.
Outro grupo de histórias insiste no motivo do vampirismo feminino; para Poe, um sentimento mórbido, a paixão do amor é uma necessidade de posse termina em destruição e morte. Ligeia, símbolo de um exaltado será sobre os limites do poder humano, aos olhos da mulher morta revivida nos olhos de outra mulher; Berenice, a faculdade de atenção anormal e mórbida, concentrar-se inteiramente nos dentes, para inspirar um crime macabro; Morella, uma mulher é reencarnado no corpo de sua própria filha.
O retrato oval (The Oval Portrait), um pintor mata lentamente e inconscientemente para a mulher que ama enquanto ele faz um retrato, sem saber que para dar vida à imagem rouba o original. A nomeação (O encontro) é, com o plano de fundo romântico de uma noite veneziana, a história de dois amantes infelizes que, apesar de viver longe, ser envenenado ao mesmo tempo. Caixa oblonga (A caixa oblonga) é o meio que emprega um marido apaixonado que leve com você, através de mares, o cadáver de sua esposa, a afundar-se com ele durante uma tempestade de neve. Leonora, o vampirismo inicial é atenuada por um vívido senso da beleza da natureza; sentido semelhante é o que dá origem a algumas narrações em que obsessão parece ser atenuados com a tranquila descrição da paisagem, como a ilha de fadas (a ilha da Fay), O Castelo de Arnheim (o domínio de Arnheim) e Casa de Landor (Landor completo Cottage).
Outras histórias podem ser descritas como "grotesco", como o depoimento de dois mil a noite (as mil e segundo conto de depoimento), que demonstra que a verdade é mais estranha que a ficção e invenções modernas e alguns fenômenos da natureza rara podem parecer implausíveis um espírito ignorante; ou Dr. piche e penas sistema Professor (Professor pena e o sistema do Dr. Tar), em que ele descreve, não sem um gosto de ironia melancólica, um hospício onde tolos fazem médicos e médicos são tratados como loucos.
Tom burlesco são, por sua vez, óculos (os óculos), história de um míope, que, não querendo passar por tal, está prestes a se casar com sua própria bisavó; Duque de l' omelete, onde o protagonista, após sua morte, discute e corre para o diabo, terminando com o retorno à terra; O diabo no campanário (O diabo no campanário), narrativa de um incidente incomum em uma vila tranquila da Holanda; e três domingos numa semana (três domingos numa semana), conto que retira seu humor a diferença de latitudes.

Crimes do necrotério de rua (ilustração por Harry Clarke)
Em um grupo final de narrativas, a ação está ligada a um exercício particularmente agudo e excepcional da faculdade analítica, que leva para a resolução de um intricado enigma. O escaravelho de ouro (The Gold Bug), a interpretação de um criptograma traçada num pedaço de pergaminho permite descobrir um tesouro escondido. Edgar Allan Poe é considerado a inaugurador narração polícia por três das histórias contidas neste grupo, todos eles por Augusto Dupin, que com sua visão aguda consegue resolver problemas aparentemente insolúveis.
Todos os três são verdadeiras jóias do gênero. Crimes do necrotério de rua (Os assassinatos na Rua Morgue) diz o selvagem assassinato de duas mulheres, que não consegue descobrir a polícia, desde que eles foram cometidos por uma gorila; o mistério de Marie Roget (o mistério de Marie Roget) reconstrói a história de uma menina que misteriosamente desapareceu e assassinado, e a carta roubada (a carta roubada) vai chegar à descoberta de um importante documento que tinha sido escondido pelo mecanismo paradoxal para expô-la.
Publicado para fins educacionais com permissão de: Biografías y Vidas
Biografias de personagens históricos e personalidades

Conteúdo recomendado