Quem inventou o jornal?

O jornal, é uma publicação do informativa que é distribuída diariamente em uma cidade, região ou país. Embora não seja possível apontar para quem inventou o jornal, se dissermos que, como veremos abaixo, foi o precursor do Julio Cesar ou quem deu o impulso para as primeiras publicações rudimentares como forma de.

Tal como acontece com muitas das criações humanas, o jornal toma forma através da engenhosidade e movimentação de diversos povos e culturas; Não é possível determinar com precisão a invenção é quem, mas que surgiu como uma manifestação natural do esforço humano.

Antes do ano 59, antes do nascimento de Cristo, em Roma, ele circulava diariamente um pasquin em que relatou as ações diárias da República; Chamava-se minutos durante o dia ou acontecimentos do dia. Que foi dado pela ordem de Júlio César, que estava procurando uma forma de comunicar às pessoas os fatos e seu governo.

Da mesma forma, existem publicações de forma parecida, remonta ao ano de 713 d.c., o império chinês.

Mas a publicação de um jornal, como tal, não foi dado até depois de Guttenberg. Quem inventou o tipo móvel imprensa. O país é atribuído ao qual o primeiro jornal como tal é a Alemanha; no final do século XV foi distribuído entre a população de uma espécie de panfleto com histórias sensacionalista em conjunto com os eventos de notícias mais relevantes.

Quanto a mídia de impressão, afigurou-se através de panfletos, no século XV. Nos anos seguintes, a cultura de jornal com muita força. Na verdade, um jornal foi criado em 1645, (Post-och Inrikes Tidningar) na Suécia, que ainda continua.

25 de setembro de 1690 publicou o primeiro jornal da América, que foi chamada "Publick ocorrências". Foi impresso por Richard Pierce e editado por Benjamin Harris. Este espécime tinha apenas três folhas, e a intenção era liberar cópias em uma base mensal; Infelizmente isso nunca aconteceu e só anos mais tarde os americanos gostava de publicações próprias.

Já no século XIX, o jornal sofre uma grande evolução e um enorme desenvolvimento nos países mais desenvolvidos. Isto deveu-se principalmente para quem inventou a máquina de Linotype (Otto Mergenthaler).

Mas foi no século XX, através de sucessivos avanços nas técnicas de impressão que aceleraram todo o processo, quando todo mundo era capaz de comprar um jornal e chega de manhã cedo. Ou seja, a circulação do jornal, alcançado um aumento acentuado em todos os países que gozou de plena liberdade de imprensa.

No que diz respeito as empresas de mídia que publica jornais, eles são agrupados no que é conhecido como mídia impressa. Isto é que é dedicado a divulgar as notícias, tanto nacional como internacionalmente. Seja em questões políticas, económicas e culturais, entre outros. Hoje, existem jornais de cortesia e aqueles que são extra. Em geral, o jornal deve ser comprado, já que é a maneira em que as empresas de mídia, ganhar dinheiro. Outra forma de apoio a um jornal, é a publicidade que leva dentro. Portanto, quem publicar um anúncio, você deve pagar por isso, dependendo de seu custo do tamanho do anúncio e a página será exibida.

Dentro da organização de um jornal moderno, o proprietário ou a cabeça deste, chamado diretor executivo. Por outro lado, responsável pelo conteúdo de notícias, é nomeado editor geral.

Atualmente, o jornal eletrônico foi desenvolvido. Publicações edições impressas, que aparecem na Internet-dependente ou independente. Estas edições, conseguiu trazer uma raça forte ou batalha, com as edições tradicionais. Por causa da conveniência da rede. Mesmo quando, em várias destas edições impressas, há que pagar uma taxa mensal para ler o conteúdo da página.

Como já vimos, embora não seja possível afirmar categoricamente quem inventou o jornal, se sabemos que seus antecessores e seu desenvolvimento ao longo da história.
Traduzido para fins educacionais
Significados, definições, conceitos de uso diário