Os três anéis - Parábolas e Histórias para Educar em Valores

Parábolas e histórias para educar em valores

Indice de Parábolas e histórias para educar em valores


Como eu estava precisando de dinheiro, Saladino pretendia colocar uma armadilha, um judeu rico que foi objecto de seu, com a idéia de algum lucro desse modo. Ele ordenou, em seguida, chamá-lo em sua presença e perguntou o que era, na sua opinião, a melhor religião. "Se ele diz que é o judeu - pensamento-Saladino, diria que os seus pecados contra a minha fé. Se ele diz que ele é muçulmano, eu vou pedir, então, que por isso ele professa o judeu".
Depois de ouvir a pergunta do soberano, o bom judeu respondeu da seguinte forma:
-Senhor, uma vez que havia um pai que tinha três filhos amados. E ele tinha na sua posse um lindo anel, adornado com o melhor diamante no mundo. As três crianças que ansiava por herdam o anel sobre a morte do pai e, portanto, tentaram ganhar sua preferência. Mas o pai, ansioso por agradar a todos, chamado melhores ourives e pediu-lhe para fazer duas iguais para os anéis. Assim como o ourives, e ninguém foi capaz de distinguir o que era o anel real. Ninguém, exceto o pai. Um dia, ele mandou chamar seus filhos e cada um deu um anel, então ele pensou que isso era verdade.
O judeu então fez uma pausa e depois continuou:
-Torna-se assim da fé e da religião, senhor. Existem três religiões muito semelhantes: judaica, cristã e muçulmana. Ele confessa que alguns deles está convencido de que isso é verdade. Mas só sei que Deus que sorriam para todos e só pede que cada um leve-o com dignidade e decoro, como o anel que o pai deu a cada um de seus filhos.
Religião é uma forma de alcançar Deus. E a Dios de Jesús só pode ser alcançada através do amor e serviço ao irmão, aos mais necessitados. Infelizmente, muitas vezes a religião tem sido usada para impor estilos de vida que desagrada a Deus. Em nome de Deus e da religião foram cometidos crimes horríveis e terríveis guerras religiosas atravessar períodos históricos tudo. Na verdade, as religiões têm promovido mais violência do que paz no mundo, para a história das religiões tem sido muitas vezes uma história de rivalidade fratricida, fanatismo, intolerância e exclusão
A verdade de uma religião é expressa na bondade do coração, no serviço, não com o dogma. Uma religião que promove o ódio, que promove o fanatismo, o que permite que as infracções, não pode ser expressão de uma fé em um Deus que é revelada como infinitamente bondoso pai, convida-nos e encorajado a viver como irmãos. Tudo deve ser um Deus punindo tirano, exclusivista, cruelmente ateus... A religião deve ser uma fonte de alegria, não de medo.
Ensinar seus alunos a ser tolerante, respeitar as pessoas, independentemente da sua religião ou se acreditam ou não em Deus, para fugir do fanatismo, para viver com alegria a expressão de sua fé no serviço dos outros, se os crentes ou não

Traduzido para fins educacionais