Sedução - Definição, conceito, significado, o que é Sedução


Sedução: Compêndio de conceitos e definições

Definição de sedução

Sedução é o ato de seduzir, induzir e convencer alguém a mudar sua opinião ou fazê-lo a adotar um comportamento específico de acordo com a vontade daquele que seduz. Embora seja comumente usado para referir-se às tentativas de obter interações sexuais, usado também em espanhol para referir-se a tentativas de atrair, fisicamente ou um parecer.
O termo pode ter uma conotação positiva ou negativa, considera-se mais ou menos quantidade de engano incluído na ação. Etimologicamente, "seduzir" é o latim seductio, (ação retirada). E de acordo com a DRAE, em seu sentido primeiro, ser seduzido "truque com arte e mana", embora seja um termo tão emocional, que cada autor tem cunhou seu próprio mandato. Recentemente o escritor Arthur Love referiu como sedução "a arte de fazer as mulheres felizes".
Autores como Ferreira (1992) têm sido propostas, de estudos paleontológicos, etológicos e etnológicos, uma teoria de desenvolvimento de relacionamentos amorosos que hoje nos permite compreender a origem e função da conduta da sedução.
Esta teoria começa enfatizando o impacto das pressões sociais, biológicos e evolutivos sobre o emparelhamento dos indivíduos. Em particular, notas para garantir e maximizar a probabilidade de transmissão genética informações de uma geração para outra é necessário que os indivíduos são biológica e socialmente motivada, que é conseguido através da aplicação de dois elementos: os impulsos sexuais básicos e ligações afetivas primárias. No caso de seres humanos, eles tentam primitivos fatores sobre os quais as restrições sociais e culturais têm agido. Em particular, tornou-se manifesto como estamos nos aproximando dos aspectos da espécie humana como manifestações sexuais e duração e expressão do vínculo de afeto são regulados por normas sócio-culturais específicas (originando até mesmo comportamentos que parecem ser específicos para nossa espécie, como é a repressão da sexualidade).
Uma vez que esses impulsos sexuais e ligações primárias são desencadeadas por certos estímulos, os comportamentos de tentativa de namoro ou de sedução para ativá-los, a fim de atrair física e sexualmente ao potencial de casais (Burgos, 2010; referenciado de Buss, 2004). Em humanos, a sedução entre duas orientações têm um forte impacto sobre a atração física de sentido em direção a outra pessoa. Essas diretrizes, de acordo com a etologia, poderiam ser comportamentos que evoluiu a partir do ritual de escolha do parceiro ou namoro típico de atração dos mamíferos.
Vários aspectos parecem influenciar a disposição para iniciar ou não padrões de sedução na direção de alguém que nos atrai fisicamente. Estes elementos são a existência de 1) incerteza sobre a reciprocidade da atração (já que, caso a é óbvio, não haverá nenhuma sedução, mas decepções, esforços e direcionar a interação íntima; onde é inexistente vão salvar), positivo 2) suspeita sobre tal reciprocidade (ou pela percepção de certos sinais de tais pessoas ou pela opinião dos outros) e o 3) confiança nas habilidades de sedução.
Padrões de sedução que levam a queda no amor (Yela, 2000) procura em geral: aumentar a freqüência de reuniões com essa pessoa, partilha de situações de alta atividade fisiológica e melhorar a própria atração física tendo em gostos de conta do sexo oposto. Para este efeito, os esforços estão focados em exibindo uma comunicação não-verbal adequada, uma linguagem um tanto ambígua e brincalhão, características sociais desejáveis (simpatia, prestígio e relevância social), características pessoais desejáveis por outras, semelhanças em atitudes, gostos, opiniões e que os desejos e necessidades de um e outro são autorrevelaciones de forma complementar e realizados progressivo de pessoal aumentando gradualmente tanto na freqüência e profundidade.


Conceito de sedução

A sedução é uma palavra que usamos de forma habitual na nossa língua e, portanto, em nossas discussões, na medida do possível, envolve a ação de seduzir e a conseqüência de fazê-lo. Ou seja, que realizada esta ação, será capaz de provocar a emoção de outra pessoa determinada ou induzi-lo a executar uma ação ou participar de esta ou aquela atividade. É, portanto, que a sedução se encontra em estreita comunhão com persuasão. Porque o objetivo final de quem seduz será captar a atenção, o olhar de quem dirige a ação sedutora.
Note que a sedução da palavra é usada principalmente em um sexual, dado o contexto que quando alguém, um homem, por exemplo, está interessado em uma mulher, e que este registro sexualmente, irá implementar ações diferentes para seduzi-la para conquistá-la, bem como é seu desejo.
É importante notar também que a palavra pode ter uma conotação positiva, como o recentemente mencionado da conquista, ou seja, ser orientada para uma finalidade última positiva, que é para chamar a atenção de alguém que gostamos, ou ao contrário, negativo, no caso da ação da sedução é realizada com a missão de induzir em erro alguém para assim convencê-lo a executar alguma ação ou atividade que não visa Nenhum propósito sagrado.
E também a sedução da palavra refere-se a esse encantamento, atração, fazendo com que uma coisa ou um indivíduo em uma outra pessoa e, em seguida, acaba tornando-se seu objeto de desejo e afeto. Em algumas situações, tal brilho pode superar os limites da normalidade e pode dar lugar a obsessão de um indivíduo com essa coisa ou pessoa de seu desejo ou a afeição.


Definição de sedutora

A palavra sedutor é o mais utilizado na nossa língua, quando querendo ser deaquel conta individual de gênero masculino que está acima do resto por atração e fascínio que faz com que o sexo oposto ao seu passo e também de sedução que se desdobra em suas maneiras.
Notável é que a palavra não apenas aplicá-la para aqueles homens sexy que seduzir as fêmeas com as quais interagem, mas também é possível usar a função de situações ou coisas, quando eles cativam ou atrair pessoas por certas características.
Bem, OK indicam que principalmente o uso da palavra tem uma conotação de natureza sexual.
Para o sedutor é encontrado na vida real é claro, mas podemos também encontrá-lo com recorrência em personagens de ficção, obras literárias, em programas de teve em filmes, entre outros conteúdos. Enquanto isso, acaba por ser muito fácil de reconhecer pelas características e sinais particulares que sempre se repetem neste perfil, tais como: segurança pessoal, a física e a beleza do rosto, uso de perfumes que atraem e roupas que destacam-se entre as mais recorrentes.
Segurança que sempre mantém o sedutor é o recurso que lhe permite render-se nunca antes um não, ou seja, quando não aparece que ele vai tentar novamente alcançar o cobiçado sim por parte da pessoa que constitui o seu interesse.
Enquanto os presentes de palavra, um aspecto positivo temos recentemente indicado acima, há também um lado negativo, uma vez que é comuns que muitos sedutoras, por que causa de sedução e conquista que domina-los, passe constantemente como seduzir que vem a sua frente e isso, obviamente, pode fazer-lhes ver como as pessoas enganadoras ou enganoso.
A palavra que se opõe ao conceito de sedutor é repugnante, em contraste com a fascinação e atração que produz o sedutor, ele irá causar nojo.
A história da humanidade tem sido atormentada por e ainda é, de indivíduos que são notáveis por sua sedução. Entre as celebridades de ontem e hoje estamos com o escritor e diplomata italiano Giacomo Casanova e o ator Brad Pitt, respectivamente.


Conceito de sedução

Do latim seductĭo, a sedução é a ação e o efeito de seduzir. Isto implica a capacidade de induzir uma pessoa a executar uma ação específica ou um determinado comportamento. Sedução, por isso está associado a persuasão.
Causa atração consciente é o objetivo da sedução. O significado usual do termo está relacionado com o sexual: seduzir uma pessoa é conquistá-la a se envolver em um relacionamento íntimo.
Por exemplo: "Eu não sei tática de sedução usada para conquistar o meu colega de trabalho", "sedução deu resultado e, após vários meses de esforços, hoje nós estão namorando e com um grande futuro pela frente", "sedução não é para ser desperdiçada depois do casamento: todos os dias é uma oportunidade para voltar a conquistar e surpreender a pessoa amada".
Existe a crença de que assumiu que o homem deve ser a que seduz as mulheres. A realidade indica que a sedução é sempre mútua e que, no que se refere aos primeiros passos de uma possível relação, podem ser dado por homens e mulheres.
Sedução também pode ser vinculada a algo negativo. Seduzir pode ser, portanto, enganar alguém para convencê-lo a fazer algo errado: "eu não queria participar nesse negócio tenebroso, mas meu parceiro me seduziu com a proposta e finalmente, eu estava errado,"os mafiosos estão sempre tendendo suas redes de sedução para atrair novos jovens dispostos a fazer o trabalho sujo em troca de algumas contas".