PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

SALMO 119 | Tesouros da Palavra de Deus: semana de 5-11 de setembro

ADS

TEXTOS BÍBLICOS E REFERÊNCIAS: TESOUROS DA PALAVRA DE DEUS | SALMO 119

“ANDE NA LEI DE JEOVÁ”: (10 MIN)

O que significa andar na lei de Jeová? Significa fazer de coração tudo o que Jeová diz. Temos muitos exemplos na Bíblia de pessoas que, como o salmista, obedeceram a Jeová e confiaram nele.
Para ser felizes, precisamos andar na lei de Deus
Sal 119:1-8

Josué mostrou que confiava totalmente no que Jeová dizia. Ele sabia que precisava confiar em Jeová de todo o coração para ser feliz e bem-sucedido
A Bíblia nos dá a coragem que precisamos para enfrentar desafios
Sal 119:33-40

Jeremias mostrava coragem e confiava em Jeová quando passava por situações difíceis. Ele levava uma vida simples e perseverava em sua designação
O conhecimento exato da Palavra de Deus nos dá coragem para pregar
Sal 119:41-48

Paulo não tinha medo de pregar. Por exemplo, quando pregou ao governador Félix, ele mostrou que era corajoso e que confiava em Jeová
Eu preciso ser mais corajoso ao pregar para:Colegas de escola
• Colegas de trabalho
• Parentes
• Outros
O Salmo 119 é o maior salmo da Bíblia. Ele tem 176 versos e é dividido em 22 estrofes, o mesmo número de letras do alfabeto hebraico. Cada estrofe tem 8 versos. E todos os versos de uma estrofe começam com a mesma letra do alfabeto hebraico, seguindo uma ordem alfabética. Esse estilo de escrita é chamado de acróstico. Isso deve ter ajudado na memorização do salmo.

Sal 119:1-8 — Para ser felizes, precisamos andar na lei de Deus. (w05 15/4 10 §§ 3-4)

Tradução do Novo MundoSalmo 119:1-8
119 Felizes são os irrepreensíveis no seu caminho,
Os que andam na lei de Jeová.
2 Felizes são os que acatam as Suas advertências
E o buscam de todo o coração.
3 Eles não praticam o mal;
Andam nos Seus caminhos.
4 Tu ordenaste
Que teus mandamentos fossem cuidadosamente cumpridos.
5 Como eu desejo me manter firme
Para cumprir os teus decretos!
6 Então eu não me envergonharia
Ao considerar todos os teus mandamentos.
7 Eu te louvarei com um coração reto
Ao tomar conhecimento dos teus julgamentos justos.
8 Cumprirei os teus decretos.
Que tu nunca me abandones completamente.
A Sentinela (2005)Confie na Palavra de Jeová
3. Explique e ilustre o que significa ser sem defeito.
3 A verdadeira felicidade depende de obedecermos à lei de Deus. (Salmo 119:1-8) Se fizermos isso, Jeová nos considerará ‘sem defeito no nosso caminho’. (Salmo 119:1) Não ter defeito não significa perfeição, mas indica que nos esforçamos em fazer a vontade de Jeová Deus. Noé “mostrou-se sem defeito entre os seus contemporâneos”, sendo um homem que “andou com o verdadeiro Deus”. Esse patriarca fiel e sua família sobreviveram ao Dilúvio porque tiveram um modo de vida conforme os padrões de Jeová. (Gênesis 6:9; 1 Pedro 3:20) De modo similar, sobreviver ao fim deste mundo depende de ‘guardarmos cuidadosamente as ordens de Deus’, fazendo assim a vontade dele. — Salmo 119:4.
4. Sermos bem-sucedidos e felizes depende do quê?
4 Jeová nunca nos abandonará se ‘o elogiarmos em retidão de coração e continuarmos a guardar os seus regulamentos’. (Salmo 119:7, 8) Deus não abandonou o líder israelita Josué, que seguiu o conselho de ‘ler o livro da lei dia e noite para que pudesse fazer tudo o que estivesse escrito nele’. Isso o fez bem-sucedido e o habilitou a agir com sabedoria. (Josué 1:8) Perto do fim da vida, Josué ainda louvava a Deus e podia lembrar aos israelitas: “Vós bem sabeis, de todo o vosso coração e de toda a vossa alma, que não falhou nem uma única de todas as boas palavras que Jeová, vosso Deus, vos falou.” (Josué 23:14) Assim como Josué e o escritor do Salmo 119, podemos ser bem-sucedidos e felizes se louvarmos a Jeová e confiarmos na palavra dele.

Sal 119:33-40 — A Bíblia nos dá a coragem que precisamos para enfrentar desafios. (w05 15/4 12 § 12)

Tradução do Novo MundoSalmo 119:33-40
33 Ensina-me, ó Jeová, o caminho dos teus decretos,
E eu o seguirei até o fim.
34 Dá-me entendimento,
Para que eu obedeça à tua lei
E a guarde de todo o coração.
35 Guia-me no caminho dos teus mandamentos,
Pois nele tenho prazer.
36 Inclina meu coração às tuas advertências,
E não à cobiça.
37 Desvia os meus olhos do que é sem valor;
Preserva-me vivo no teu caminho.
38 Cumpre a promessa que fizeste ao teu servo,
Para que sejas temido.
39 Livra-me da vergonha que me apavora,
Pois os teus julgamentos são bons.
40 Vê como anseio pelas tuas ordens.
Preserva-me vivo, de acordo com a tua justiça.
A Sentinela (2005)Confie na Palavra de Jeová
12. Como podemos aplicar o Salmo 119:36, 37 em base individual?
12 Acatarmos a orientação da palavra de Deus nos dá a coragem necessária para lidar com provações. (Salmo 119:33-40) Procuramos humildemente obter instrução da parte de Jeová a fim de podermos guardar a sua lei “de todo o coração”. (Salmo 119:33, 34) Assim como o salmista, pedimos a Deus: “Inclina meu coração às tuas advertências e não a lucros”, ou “lucro injusto”. (Salmo 119:36, nota) Assim como o apóstolo Paulo, ‘comportamo-nos honestamente em todas as coisas’. (Hebreus 13:18) Se nosso patrão quiser que façamos algo desonesto, deveremos ter coragem para seguir as orientações de Deus — e Jeová sempre abençoa esse modo de agir. De fato, ele nos ajuda a controlar todas as nossas inclinações más. Portanto, oremos: “Faze meus olhos passar adiante de ver o que é fútil.” (Salmo 119:37) Nunca devemos considerar desejável algo inútil que Deus odeia. (Salmo 97:10) Entre outras coisas, isso nos induz a evitar a pornografia e práticas espíritas. — 1 Coríntios 6:9, 10; Revelação (Apocalipse) 21:8.

Sal 119:41-48 — O conhecimento exato da Palavra de Deus nos dá coragem para pregar. (w05 15/4 13 §§ 13-14)

Tradução do Novo MundoSalmo 119:41-48
41 Que eu experimente o teu amor leal, ó Jeová,
A tua salvação, em harmonia com a tua promessa;
42 Então darei uma resposta àquele que zomba de mim,
Pois tenho confiança na tua palavra.
43 Jamais tires da minha boca a palavra da verdade,
Pois tenho esperado no teu julgamento.
44 Vou guardar constantemente a tua lei,
Para todo o sempre.
45 E vou andar por um lugar seguro,
Pois busco as tuas ordens.
46 Vou falar sobre as tuas advertências diante de reis
E não ficarei envergonhado.
47 Gosto muito dos teus mandamentos,
Sim, eu os amo.
48 Levantarei as minhas mãos para os teus mandamentos, que tanto amo,
E vou meditar nos teus decretos.
A Sentinela (2005)Confie na Palavra de Jeová
13. Como os perseguidos discípulos de Jesus obtiveram a coragem necessária para dar testemunho com denodo?
13 O conhecimento exato da palavra de Deus faz com que tenhamos confiança para dar testemunho com coragem. (Salmo 119:41-48) E com certeza precisamos ter coragem para ‘responder àquele que nos vitupera’. (Salmo 119:42) Às vezes, nós talvez sejamos como os perseguidos discípulos de Jesus, que oraram: “Jeová, . . . concede aos teus escravos que persistam em falar a tua palavra com todo o denodo.” Qual foi o resultado? “Todos juntos ficaram cheios de espírito santo e falaram a palavra de Deus com denodo.” O mesmo Soberano Senhor nos dá coragem para falar a sua palavra com denodo. — Atos 4:24-31.
14. O que nos ajuda a dar testemunho com coragem assim como Paulo?
14 Nós teremos a coragem necessária para dar testemunho e não ficar envergonhados se prezarmos “a palavra da verdade” e ‘guardarmos constantemente a lei de Deus’. (Salmo 119:43, 44) O estudo diligente da Palavra escrita de Deus nos habilita a ‘falar sobre as suas advertências diante de reis’. (Salmo 119:46) A oração e o espírito de Jeová também nos ajudarão a dizer as coisas certas de maneira adequada. (Mateus 10:16-20; Colossenses 4:6) Paulo falava corajosamente sobre as advertências de Deus aos governantes do primeiro século. Por exemplo, ele deu testemunho ao governador romano Félix, que “o escutou sobre a crença em Cristo Jesus”. (Atos 24:24, 25) Paulo também deu testemunho ao governador Festo e ao Rei Agripa. (Atos 25:22-26:32) Com o apoio de Jeová, nós também podemos ser testemunhas corajosas, nunca tendo ‘vergonha das boas novas’. — Romanos 1:16.

ENCONTRE JOIAS ESPIRITUAIS: (8 MIN)

Sal 119:71 — Em que sentido pode ser bom passar por aflições? (w06 1/9 14 § 4)

Tradução do Novo MundoSalmo 119:71
71 É bom que eu tenha passado por aflições,
Para aprender os teus decretos.
A Sentinela (2006)Destaques do livro quinto dos Salmos
119:71 — O que poderia haver de bom em sofrer aflição? As dificuldades podem nos ensinar a confiar mais em Jeová, a orar a ele com mais seriedade, e a ser mais diligentes em estudar a Bíblia e aplicar o que ela diz. Além disso, o modo como reagimos à aflição talvez revele falhas de personalidade que podem ser corrigidas. O sofrimento não nos deixará amargurados se permitirmos que ele nos refine.

Sal 119:96 — O que significa a frase “tenho visto que toda perfeição tem um limite”? (w06 1/9 14 § 5)

Tradução do Novo MundoSalmo 119:96
96 Tenho visto que toda perfeição tem um limite.
Mas o teu mandamento não tem limites.
A Sentinela (2006)Destaques do livro quinto dos Salmos
119:96 — O que significa “o fim de toda a perfeição”? O salmista está falando da perfeição do ponto de vista humano. É provável que ele tivesse em mente que o conceito do homem sobre a perfeição é limitado. Em contraste com isso, os mandamentos de Deus não têm tal limite. Suas orientações se aplicam a todos os aspectos da vida. A Nova Versão Internacional diz: “Tenho constatado que toda perfeição tem limite, mas não há limite para o teu mandamento.”

O que a leitura da semana me ensinou sobre Jeová?

Que pontos da leitura posso usar no serviço de campo?

SALMO 119 | SUGESTÕES PARA SEUS COMENTÁRIOS PESSOAIS

SALMO 119:1)
“Felizes os sem defeito no [seu] caminho, Os que andam na lei de Jeová.”
w05 15/4 p. 10 par. 3 Confie na Palavra de Jeová
3 A verdadeira felicidade depende de obedecermos à lei de Deus. (Salmo 119:1-8) Se fizermos isso, Jeová nos considerará ‘sem defeito no nosso caminho’. (Salmo 119:1) Não ter defeito não significa perfeição, mas indica que nos esforçamos em fazer a vontade de Jeová Deus. Noé “mostrou-se sem defeito entre os seus contemporâneos”, sendo um homem que “andou com o verdadeiro Deus”. Esse patriarca fiel e sua família sobreviveram ao Dilúvio porque tiveram um modo de vida conforme os padrões de Jeová. (Gênesis 6:9; 1 Pedro 3:20)
g01 8/6 p. 21 A arte de pintar com palavras
Com freqüência o segundo verso amplia a compreensão do primeiro acrescentando algo novo. Observe como isso é feito no Salmo 119:1:
Felizes os sem defeito no seu caminho,
Os que andam na lei de Jeová.
Repare que o segundo verso mostra que ser sem defeito significa andar na lei de Jeová.
SALMO 119:7)
“Elogiar-te-ei em retidão de coração Ao aprender as tuas justas decisões judiciais.”
w05 15/4 pp. 10-11 par. 4 Confie na Palavra de Jeová
4 Jeová nunca nos abandonará se ‘o elogiarmos em retidão de coração e continuarmos a guardar os seus regulamentos’. (Salmo 119:7, 8) Deus não abandonou o líder israelita Josué, que seguiu o conselho de ‘ler o livro da lei dia e noite para que pudesse fazer tudo o que estivesse escrito nele’. Isso o fez bem-sucedido e o habilitou a agir com sabedoria. (Josué 1:8) Perto do fim da vida, Josué ainda louvava a Deus e podia lembrar aos israelitas: “Vós bem sabeis, de todo o vosso coração e de toda a vossa alma, que não falhou nem uma única de todas as boas palavras que Jeová, vosso Deus, vos falou.” (Josué 23:14) Assim como Josué e o escritor do Salmo 119, podemos ser bem-sucedidos e felizes se louvarmos a Jeová e confiarmos na palavra dele.
SALMO 119:8)
“Continuo a guardar os teus regulamentos. Oh! não me abandones inteiramente.”
w05 15/4 pp. 10-11 par. 4 Confie na Palavra de Jeová
4 Jeová nunca nos abandonará se ‘o elogiarmos em retidão de coração e continuarmos a guardar os seus regulamentos’. (Salmo 119:7, 8) Deus não abandonou o líder israelita Josué, que seguiu o conselho de ‘ler o livro da lei dia e noite para que pudesse fazer tudo o que estivesse escrito nele’. Isso o fez bem-sucedido e o habilitou a agir com sabedoria. (Josué 1:8) Perto do fim da vida, Josué ainda louvava a Deus e podia lembrar aos israelitas: “Vós bem sabeis, de todo o vosso coração e de toda a vossa alma, que não falhou nem uma única de todas as boas palavras que Jeová, vosso Deus, vos falou.” (Josué 23:14) Assim como Josué e o escritor do Salmo 119, podemos ser bem-sucedidos e felizes se louvarmos a Jeová e confiarmos na palavra dele.
SALMO 119:9)
“Como purificará um moço a sua vereda? Por estar vigilante segundo a tua palavra.”
w05 15/4 p. 11 Confie na Palavra de Jeová
A palavra de Jeová nos mantém puros
5 Podemos ser espiritualmente puros se formos vigilantes segundo a palavra de Deus. (Salmo 119:9-16) Isso se dá mesmo que os pais não tenham dado um bom exemplo. Embora seu pai tenha sido um idólatra, Ezequias ‘purificou a sua vereda’, possivelmente de influências pagãs. E se um jovem que serve a Deus hoje cometer um pecado grave? O arrependimento, a oração, a ajuda dos pais e o auxílio amoroso de anciãos cristãos podem ajudá-lo a ser como Ezequias e a ‘purificar a sua vereda e ser vigilante’. — Tiago 5:13-15.
6 Embora tivessem vivido muito antes de o Salmo 119 ser composto, Raabe e Rute ‘purificaram a sua vereda’. Raabe era uma prostituta cananéia, mas ficou conhecida como uma adoradora de Jeová que agiu com fé. (Hebreus 11:30, 31) A moabita Rute abandonou seus próprios deuses, serviu a Jeová e acatou a Lei que ele havia dado a Israel. (Rute 1:14-17; 4:9-13) Essas mulheres, ambas não-israelitas, ‘foram vigilantes segundo a palavra de Deus’ e tiveram o maravilhoso privilégio de se tornar antepassadas de Jesus Cristo. — Mateus 1:1, 4-6.
7 “A inclinação do coração do homem é má desde a sua mocidade”, mas os jovens podem ter um modo de vida puro, mesmo neste mundo corrupto que está sob o controle de Satanás. (Gênesis 8:21; 1 João 5:19) Mesmo exilados em Babilônia, Daniel e três outros jovens hebreus ‘foram vigilantes segundo a palavra de Deus’. Por exemplo, não se poluíram “com as iguarias do rei”. (Daniel 1:6-10) Os babilônios comiam animais impuros, proibidos pela Lei mosaica. (Levítico 11:1-31; 20:24-26) Era o costume deles não sangrar animais abatidos, e comer carne não-sangrada violava a lei de Deus sobre o sangue. (Gênesis 9:3, 4) Portanto, é claro que os quatro hebreus não comeram as iguarias do rei! Esses jovens piedosos mantiveram a sua pureza espiritual e deram assim um bom exemplo.
w02 1/10 p. 9 Jovens que amam a verdade
“COMO purificará um moço a sua vereda?”, perguntou um salmista hebreu há milhares de anos. (Salmo 119:9) Essa pergunta ainda é válida hoje em dia, visto que os jovens se confrontam com muitos problemas no mundo. A atividade sexual promíscua expõe muitos jovens à Aids, sendo que cerca da metade dos portadores dessa terrível doença tem entre 15 e 24 anos de idade. O vício das drogas também causa muitos problemas, abreviando a vida de alguns jovens. Música degradante; filmes, programas de televisão e vídeos violentos e imorais; bem como a pornografia na Internet exercem uma devastadora influência sobre os jovens. Portanto, a pergunta feita pelo salmista é de grande preocupação para muitos pais e jovens hoje.
O mesmo salmista deu esta resposta à sua própria pergunta: “Por estar vigilante segundo a tua palavra.” A Palavra de Deus, a Bíblia, certamente contém excelentes orientações para os jovens, e muitos deles, por segui-las, são bem-sucedidos na vida. (Salmo 119:105)
SALMO 119:15)
“Vou ocupar-me com as tuas ordens E vou olhar para as tuas veredas.”
w00 1/10 p. 15 pars. 9-10 Estudar recompensa e agrada
9 O salmista declarou que se preocupava com as leis, os mandamentos e as advertências de Jeová. Ele cantou: “Vou ocupar-me com as tuas ordens e vou olhar para as tuas veredas. . . . Levantarei as palmas das minhas mãos aos teus mandamentos que tenho amado, e vou ocupar-me com os teus regulamentos. Quanto eu amo a tua lei! O dia inteiro ela é a minha preocupação. Vim a ter mais perspicácia do que todos os meus mestres, porque as tuas advertências são minha preocupação.” (Salmo 119:15, 48, 97, 99) O que significa ‘ocupar-se’ com a Palavra de Jeová?
10 O verbo hebraico traduzido “ocupar[-se]” significa também “meditar, ponderar”, “repassar algo na mente”. “É usado para a reflexão silenciosa sobre as obras de Deus . . . e a palavra de Deus.” (Theological Wordbook of the Old Testament [Manual Teológico de Termos do Antigo Testamento]) A forma “ocupar-se”, refere-se à “meditação do salmista”, ao “seu amoroso estudo” da lei de Deus, como “ato de adoração”.
SALMO 119:16)
“Terei gosto em teus estatutos. Não esquecerei a tua palavra.”
w00 1/10 p. 14 pars. 6-8 Estudar recompensa e agrada
6 O compositor do Salmo 119, talvez Ezequias quando ainda era um jovem príncipe, expressou seu gosto pela palavra de Jeová. Ele disse, em linguagem poética: “Terei gosto em teus estatutos. Não esquecerei a tua palavra. Também, é das tuas advertências que eu gosto . . . Terei gosto em teus mandamentos que tenho amado. Cheguem a mim as tuas misericórdias, para que eu continue vivendo; pois é da tua lei que eu gosto. Tenho anelado a tua salvação, ó Jeová, e gosto da tua lei.” — Salmo 119:16, 24, 47, 77, 174.
7 Explicando a palavra traduzida ‘ter gosto’ no Salmo 119, um dicionário das Escrituras Hebraicas declara: “Seu uso no v. 16 é paralelo aos [verbos] para alegria . . . e para meditação . . . A seqüência é: alegrar-se, meditar, deleitar-se de . . . Esta combinação talvez sugira que refletir com um objetivo é o modo de se passar a deleitar-se na Palavra de Iahweh . . . O sentido inclui um elemento de emoção.”
8 Deveras, o amor que temos à Palavra de Jeová deve vir do coração, a sede das motivações. Devemos ter prazer em refletir sobre certos textos que acabamos de ler. Devemos ponderar profundas idéias espirituais, ficar absortos nelas e meditar sobre elas. Isto requer calma reflexão e oração.
SALMO 119:23)
“Até mesmo príncipes se assentaram; contra mim falaram um com o outro. Quanto ao teu servo, ele se ocupa com os teus regulamentos.”
w97 15/7 p. 15 par. 4 Empenha-se pela virtude?
O Salmo 119 é de interesse neste respeito, porque alguns crêem que foi composto por Ezequias enquanto ainda era príncipe. (Salmo 119:46, 99, 100) Portanto, sua situação talvez fosse indicada pelas seguintes palavras: “Até mesmo príncipes se assentaram; contra mim falaram um com o outro. Quanto ao teu servo, ele se ocupa com os teus regulamentos. Minha alma, de pesar, tem passado em claro.” (Salmo 119:23, 28) Cercado por praticantes da religião falsa, Ezequias talvez se tivesse tornado alvo de escárnio entre os membros da corte real, a ponto de lhe ser difícil dormir.
SALMO 119:24)
“Também, é das tuas advertências que eu gosto, Como homens do meu conselho.”
w06 15/6 p. 25 “É das tuas advertências que eu gosto”
“É das tuas advertências que eu gosto”
“Todas as coisas escritas outrora foram escritas para a nossa instrução.” — ROMANOS 15:4.
JEOVÁ fornece alertas aos seus servos a fim de ajudá-los a enfrentar as pressões destes tempos difíceis. Alguns desses alertas, ou advertências, aparecem quando a pessoa lê a Bíblia, e outros vêm como informações ou comentários nas reuniões cristãs. A maior parte do que lemos ou ouvimos nessas ocasiões não é novo para nós. Provavelmente já consideramos informações similares antes. Mas, visto que temos a tendência de esquecer, é preciso sempre refrescar a memória com relação aos propósitos, às leis e às instruções de Jeová. Devemos prezar os alertas de Deus. Eles nos reanimam e nos ajudam a manter em foco as razões que nos motivaram a adotar uma vida de temor a Deus. Assim, o salmista cantou a Jeová: “É das tuas advertências que eu gosto.” — Salmo 119:24.
w05 15/4 pp. 11-12 pars. 8-9 Confie na Palavra de Jeová
8 Gostar da palavra de Deus é um fator importante para continuarmos fiéis a Jeová. (Salmo 119:17-24) Se formos iguais ao salmista inspirado, teremos o forte desejo de entender “as coisas maravilhosas” da lei de Deus. Constantemente ‘ansiaremos as decisões judiciais de Jeová’ e mostraremos que ‘gostamos das suas advertências’. (Salmo 119:18, 20, 24) Mesmo que tenhamos nos dedicado a Jeová há pouco tempo, será que ‘ansiamos o leite não adulterado pertencente à palavra’? (1 Pedro 2:1, 2) Precisamos entender os ensinos bíblicos básicos para estar em melhores condições de assimilar e aplicar a lei de Deus.
9 Talvez gostemos dos lembretes de Deus, mas e se “príncipes” falarem contra nós por algum motivo? (Salmo 119:23, 24) Atualmente, as autoridades muitas vezes tentam nos obrigar a colocar as leis dos homens acima da lei de Deus. Quando houver um conflito entre as exigências do homem e a vontade de Deus, o que faremos? Gostar da palavra de Deus nos ajudará a continuarmos fiéis a Jeová. Assim como os perseguidos apóstolos de Jesus Cristo, diremos: “Temos de obedecer a Deus como governante antes que aos homens.” — Atos 5:29.
SALMO 119:28)
“Minha alma, de pesar, tem passado em claro. Levanta-me, de acordo com a tua palavra.”
w05 15/4 p. 12 par. 11 Confie na Palavra de Jeová
11 Ezequias, que pode ter sido o autor do Salmo 119, escolheu “o caminho da fidelidade”. Fez isso embora estivesse rodeado de adoradores falsos, e membros da corte do rei talvez estivessem zombando dele. É bem provável que ‘sua alma, de pesar, tenha passado em claro’ por causa desses acontecimentos. (Salmo 119:28)
w97 15/7 p. 15 par. 4 Empenha-se pela virtude?
O Salmo 119 é de interesse neste respeito, porque alguns crêem que foi composto por Ezequias enquanto ainda era príncipe. (Salmo 119:46, 99, 100) Portanto, sua situação talvez fosse indicada pelas seguintes palavras: “Até mesmo príncipes se assentaram; contra mim falaram um com o outro. Quanto ao teu servo, ele se ocupa com os teus regulamentos. Minha alma, de pesar, tem passado em claro.” (Salmo 119:23, 28) Cercado por praticantes da religião falsa, Ezequias talvez se tivesse tornado alvo de escárnio entre os membros da corte real, a ponto de lhe ser difícil dormir.
SALMO 119:37)
“Faze meus olhos passar adiante de ver o que é fútil; Preserva-me vivo no teu próprio caminho.”
w05 15/4 p. 13 par. 12 Confie na Palavra de Jeová
Portanto, oremos: “Faze meus olhos passar adiante de ver o que é fútil.” (Salmo 119:37) Nunca devemos considerar desejável algo inútil que Deus odeia. (Salmo 97:10) Entre outras coisas, isso nos induz a evitar a pornografia e práticas espíritas. — 1 Coríntios 6:9, 10; Revelação (Apocalipse) 21:8.
SALMO 119:46)
“Vou também falar sobre as tuas advertências diante de reis E não ficarei envergonhado.”
w05 15/4 p. 13 par. 14 Confie na Palavra de Jeová
O estudo diligente da Palavra escrita de Deus nos habilita a ‘falar sobre as suas advertências diante de reis’. (Salmo 119:46) A oração e o espírito de Jeová também nos ajudarão a dizer as coisas certas de maneira adequada. (Mateus 10:16-20; Colossenses 4:6) Paulo falava corajosamente sobre as advertências de Deus aos governantes do primeiro século. Por exemplo, ele deu testemunho ao governador romano Félix, que “o escutou sobre a crença em Cristo Jesus”. (Atos 24:24, 25) Paulo também deu testemunho ao governador Festo e ao Rei Agripa. (Atos 25:22-26:32) Com o apoio de Jeová, nós também podemos ser testemunhas corajosas, nunca tendo ‘vergonha das boas novas’. — Romanos 1:16.
SALMO 119:48)
“E levantarei as palmas das minhas mãos aos teus mandamentos que tenho amado, E vou ocupar-me com os teus regulamentos.”
w00 1/10 p. 15 pars. 9-10 Estudar recompensa e agrada
9 O salmista declarou que se preocupava com as leis, os mandamentos e as advertências de Jeová. Ele cantou: “Vou ocupar-me com as tuas ordens e vou olhar para as tuas veredas. . . . Levantarei as palmas das minhas mãos aos teus mandamentos que tenho amado, e vou ocupar-me com os teus regulamentos. Quanto eu amo a tua lei! O dia inteiro ela é a minha preocupação. Vim a ter mais perspicácia do que todos os meus mestres, porque as tuas advertências são minha preocupação.” (Salmo 119:15, 48, 97, 99) O que significa ‘ocupar-se’ com a Palavra de Jeová?
10 O verbo hebraico traduzido “ocupar[-se]” significa também “meditar, ponderar”, “repassar algo na mente”. “É usado para a reflexão silenciosa sobre as obras de Deus . . . e a palavra de Deus.” (Theological Wordbook of the Old Testament [Manual Teológico de Termos do Antigo Testamento]) A forma “ocupar-se”, refere-se à “meditação do salmista”, ao “seu amoroso estudo” da lei de Deus, como “ato de adoração”.
w99 15/1 pp. 10-11 par. 4 São as suas orações ‘preparadas como incenso’?
Orações feitas com fé agradam ao nosso Pai celestial, e o mesmo se dá com o estudo da Palavra de Deus feito com oração. O salmista mostrou ter esta atitude excelente quando cantou: “Levantarei as palmas das minhas mãos aos teus mandamentos que tenho amado, e vou ocupar-me com os teus regulamentos. Ensina-me a própria bondade, a sensatez e o conhecimento, pois tive fé nos teus mandamentos.” (Salmo 119:48, 66) Assim, ‘estendamos as palmas das mãos’ em oração humilde e exerçamos fé por cumprir com os mandamentos de Deus.
SALMO 119:51)
“Os próprios presunçosos caçoaram de mim ao extremo. Não me apartei da tua lei.”
w05 15/4 p. 13 pars. 15-16 Confie na Palavra de Jeová
Embora falemos corajosamente como Testemunhas de Jeová, existem “presunçosos” — os que agem presunçosamente para com Deus — que às vezes ‘caçoam de nós ao extremo’. (Salmo 119:51) No entanto, quando oramos, podemos lembrar-nos de coisas positivas mencionadas na Palavra de Deus, e assim ‘achar consolo para nós’. (Salmo 119:52) Nas nossas súplicas, talvez nos lembremos duma lei ou dum princípio bíblico que nos dá o consolo e a coragem de que precisamos numa ocasião aflitiva.
16 Os presunçosos que caçoaram do salmista eram israelitas — membros duma nação dedicada a Deus. Que vergonha! No entanto, diferentemente deles, estejamos decididos a nunca nos desviar da lei de Deus. (Salmo 119:51) Quando passaram pela perseguição nazista e por tratamento semelhante durante anos, milhares de servos de Deus negaram-se a se desviar das leis e dos princípios encontrados na Palavra de Deus. (João 15:18-21)
SALMO 119:58)
“Abrandei a tua face com todo o [meu] coração. Mostra-me favor segundo a tua declaração.”
it-2 p. 98 Face
‘Abrandar a face de outrem’ indica mitigar a sua ira ou obter seu favor e sua boa vontade. — Êx 32:11; Sal 119:58.
SALMO 119:61)
“Cercaram-me as próprias cordas dos iníquos. Não me esqueci da tua lei.”
w00 1/12 pp. 14-15 par. 3 Você ama extraordinariamente as advertências de Jeová?
Cercaram-me as próprias cordas dos iníquos. Não me esqueci da tua lei.” (Salmo 119:60, 61) As advertências de Jeová nos ajudam a suportar perseguição, porque confiamos que nosso Pai celestial seja capaz de cortar as cordas de restrições com que os inimigos nos prendem. No tempo devido, ele nos livra desses obstáculos, para podermos realizar a pregação do Reino. — Marcos 13:10.
SALMO 119:66)
“Ensina-me a própria bondade, a sensatez e o conhecimento, Pois tive fé nos teus mandamentos.”
w99 15/1 pp. 10-11 par. 4 São as suas orações ‘preparadas como incenso’?
Orações feitas com fé agradam ao nosso Pai celestial, e o mesmo se dá com o estudo da Palavra de Deus feito com oração. O salmista mostrou ter esta atitude excelente quando cantou: “Levantarei as palmas das minhas mãos aos teus mandamentos que tenho amado, e vou ocupar-me com os teus regulamentos. Ensina-me a própria bondade, a sensatez e o conhecimento, pois tive fé nos teus mandamentos.” (Salmo 119:48, 66) Assim, ‘estendamos as palmas das mãos’ em oração humilde e exerçamos fé por cumprir com os mandamentos de Deus.
SALMO 119:71)
“É bom para mim que tenho sido atribulado, A fim de aprender os teus regulamentos.”
w06 1/9 p. 14 Destaques do livro quinto dos Salmos
119:71 — O que poderia haver de bom em sofrer aflição? As dificuldades podem nos ensinar a confiar mais em Jeová, a orar a ele com mais seriedade, e a ser mais diligentes em estudar a Bíblia e aplicar o que ela diz. Além disso, o modo como reagimos à aflição talvez revele falhas de personalidade que podem ser corrigidas. O sofrimento não nos deixará amargurados se permitirmos que ele nos refine.
w05 15/4 p. 14 pars. 19-20 Confie na Palavra de Jeová
19 Termos fé em Deus e na sua palavra nos ajudará a suportar tribulações e a fazer a sua vontade. (Salmo 119:65-72) Embora os presunçosos o tivessem ‘besuntado com falsidade’, o salmista cantou: “É bom para mim que tenho sido atribulado.” (Salmo 119:66, 69, 71) De que forma é bom que os servos de Deus tenham tribulação?
20 Quando temos tribulações, sem dúvida oramos sinceramente a Jeová, e isso faz-nos achegar mais a ele. Podemos passar mais tempo estudando a Palavra escrita de Deus e nos empenhando mais para aplicá-la. Isso torna a vida mais feliz. Mas o que acontece quando reagimos à tribulação de um modo que revela tendências indesejáveis, tais como impaciência e orgulho? Orando sinceramente, e com a ajuda da Palavra e do espírito de Deus, podemos superar essas falhas e ‘revestir-nos da nova personalidade’ de modo mais completo. (Colossenses 3:9-14) Além disso, nossa fé se fortalece quando suportamos adversidades. (1 Pedro 1:6, 7) Paulo se beneficiou das tribulações porque elas o tornaram mais dependente de Jeová. (2 Coríntios 1:8-10) Deixamos que o sofrimento produza um efeito positivo em nós?
SALMO 119:76)
“Por favor, sirva a tua benevolência para consolar-me, Segundo a tua declaração ao teu servo.”
w10 15/8 p. 24 par. 14 Permita que “a lei da benevolência” resguarde sua língua
14 O salmista escreveu sobre Jeová: “Por favor, sirva a tua benevolência para consolar-me.” (Sal. 119:76) Uma notável maneira de Jeová consolar seus servos é por dar-lhes exortações e orientações. (Sal. 119:105)
SALMO 119:78)
“Envergonhem-se os presunçosos, pois me desencaminharam sem causa alguma. Quanto a mim, ocupo-me com as tuas ordens.”
w05 15/4 pp. 14-15 par. 21 Confie na Palavra de Jeová
No entanto, por causa do que outros fazem, precisamos de consolo e talvez tenhamos vontade de orar assim: “Envergonhem-se os presunçosos.” (Salmo 119:76-78) O fato de Jeová envergonhar esses presunçosos resulta em seus atos iníquos serem expostos e na santificação de Seu nome sagrado. Podemos ter certeza de que os perseguidores do povo de Deus realmente não conseguem nada. Por exemplo, eles nunca conseguiram — nem conseguirão — acabar com as Testemunhas de Jeová, que confiam em Deus de todo o coração. — Provérbios 3:5, 6.
SALMO 119:83)
“Pois tornei-me como um odre na fumaça. Não me esqueci dos teus regulamentos.”
w05 15/4 p. 15 par. 22 Confie na Palavra de Jeová
Visto que os presunçosos o perseguiram, o salmista sentia-se “como um odre na fumaça”. (Salmo 119:83, 86) Nos tempos bíblicos, os odres eram recipientes feitos de couro de animal e usados para guardar água, vinho e outros líquidos. Quando não eram usados, eles podiam encolher se fossem pendurados perto do fogo num cômodo sem chaminé. Será que dificuldades ou perseguição fazem você sentir-se “como um odre na fumaça”? Nesse caso, confie em Jeová e ore: “Preserva-me vivo segundo a tua benevolência, para que eu guarde a advertência da tua boca.” — Salmo 119:88.
it-2 p. 163 Fumaça
O salmista, esperando que Jeová o consolasse, disse: “Tornei-me como um odre na fumaça.” (Sal 119:83) Odres, tais como os usados no Oriente Médio, pendurados na parede quando não em uso, ficavam ressequidos e enrugados por causa da fumaça na casa. Assim o salmista se tornara nas mãos daqueles que o perseguiam.
SALMO 119:89)
“Por tempo indefinido, ó Jeová, Tua palavra está posta nos céus.”
w05 15/4 pp. 15-16 par. 3 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
Em canto, o salmista expressou: “Por tempo indefinido, ó Jeová, tua palavra está posta nos céus. . . . Estabeleceste solidamente a terra para que continuasse firme.” (Salmo 119:89, 90) Pela palavra de Deus — seus “estatutos dos céus” — os corpos celestes se locomovem com perfeição nas suas órbitas, e a Terra está estabelecida solidamente para todo o sempre. (Jó 38:31-33; Salmo 104:5) Podemos confiar em cada palavra que Jeová fala; o que Deus diz terá “êxito certo” no cumprimento do seu propósito. — Isaías 55:8-11.
SALMO 119:90)
“Tua fidelidade é para geração após geração. Estabeleceste solidamente a terra para que continuasse firme.”
w05 15/4 pp. 15-16 par. 3 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
Em canto, o salmista expressou: “Por tempo indefinido, ó Jeová, tua palavra está posta nos céus. . . . Estabeleceste solidamente a terra para que continuasse firme.” (Salmo 119:89, 90) Pela palavra de Deus — seus “estatutos dos céus” — os corpos celestes se locomovem com perfeição nas suas órbitas, e a Terra está estabelecida solidamente para todo o sempre. (Jó 38:31-33; Salmo 104:5) Podemos confiar em cada palavra que Jeová fala; o que Deus diz terá “êxito certo” no cumprimento do seu propósito. — Isaías 55:8-11.
SALMO 119:92)
“Se não fosse que gosto da tua lei, Então eu teria perecido na minha tribulação.”
w05 15/4 p. 16 par. 4 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
4 O salmista teria ‘perecido na sua tribulação se não tivesse gostado da lei de Deus’. (Salmo 119:92) Não eram estrangeiros que o perseguiam; eram israelitas infratores da lei que o odiavam. (Levítico 19:17) Mas não era isso que o oprimia, porque ele amava a lei de Deus que o amparava. Em Corinto, o apóstolo Paulo esteve “em perigos entre falsos irmãos”, entre eles talvez os “superfinos apóstolos”, que procuravam acusá-lo. (2 Coríntios 11:5, 12-14, 26) No entanto, Paulo sobreviveu espiritualmente porque gostava da palavra de Deus. Visto que gostamos da Palavra escrita de Jeová e aplicamos o que ela diz, nós amamos nossos irmãos. (1 João 3:15) Nem mesmo o ódio do mundo nos faz esquecer as instruções de Deus. Continuamos a fazer sua vontade em amorosa união com nossos irmãos, aguardando prestar serviço alegre a Jeová por toda a eternidade. — Salmo 119:93.
SALMO 119:94)
“Sou teu. Oh! salva-me, Porque tenho buscado as tuas próprias ordens.”
w05 15/4 p. 16 par. 5 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
5 Ao demonstrar nossa devoção a Jeová, podemos orar: “Sou teu. Oh! salva-me, porque tenho buscado as tuas próprias ordens.” (Salmo 119:94) O Rei Asa procurava a Deus e eliminou a apostasia em Judá. Numa grande assembléia no 15.° ano do reinado de Asa (963 AEC), os habitantes de Judá “entraram num pacto para buscar a Jeová”, que “se deixou achar por eles” e “continuou a dar-lhes descanso em todo o redor”. (2 Crônicas 15:10-15) Esse exemplo deve servir de incentivo a todos os que se afastaram da congregação cristã a buscar novamente a Deus. Ele vai abençoar e proteger os que começarem de novo a se associar de maneira ativa com seu povo.
SALMO 119:96)
“Tenho visto o fim de toda a perfeição. Teu mandamento é muito amplo.”
w06 1/9 p. 14 Destaques do livro quinto dos Salmos
119:96 — O que significa “o fim de toda a perfeição”? O salmista está falando da perfeição do ponto de vista humano. É provável que ele tivesse em mente que o conceito do homem sobre a perfeição é limitado. Em contraste com isso, os mandamentos de Deus não têm tal limite. Suas orientações se aplicam a todos os aspectos da vida. A Nova Versão Internacional diz: “Tenho constatado que toda perfeição tem limite, mas não há limite para o teu mandamento.”
SALMO 119:97)
“Quanto eu amo a tua lei! O dia inteiro ela é a minha preocupação.”
w06 15/6 p. 20 “Quanto eu amo a tua lei!”
“Quanto eu amo a tua lei!”
“Quanto eu amo a tua lei! O dia inteiro ela é a minha preocupação.” — SALMO 119:97.
O ESCRITOR do Salmo 119 enfrentava uma dura provação. Inimigos presunçosos, que não respeitavam a lei de Deus, zombavam dele e o caluniavam. Os príncipes haviam se unido contra ele e o perseguiam. Ele vivia cercado de pessoas más e sua vida corria risco. Por causa dessa provação, ‘de pesar, ele passava as noites em claro’. (Salmo 119:9, 23, 28, 51, 61, 69, 85, 87, 161) Mesmo assim, o salmista cantou: “Quanto eu amo a tua lei! O dia inteiro ela é a minha preocupação.” — Salmo 119:97.
2 Você talvez se pergunte: “Como a lei de Deus consolava o salmista?” O que o sustentava era sua confiança no interesse de Jeová por ele. Conhecer as amorosas provisões dessa lei alegrava o salmista, apesar das aflições causadas pelos opositores. Ele reconhecia que Jeová tinha sido justo com ele. Além disso, seguir as normas da lei de Deus fez com que o salmista se tornasse mais sábio do que seus inimigos e até mesmo salvou-lhe a vida. Sua obediência à lei dava-lhe paz e uma consciência limpa. — Salmo 119:1, 9, 65, 93, 98, 165.
3 Atualmente, alguns servos de Deus também enfrentam duras provas de fé. Talvez não enfrentemos uma crise que ameace a nossa vida, como no caso do salmista, mas com certeza vivemos em “tempos críticos, difíceis de manejar”. Muitas pessoas com quem temos contato diário não prezam os valores espirituais — seus alvos são egoístas e materialistas, e sua atitude é arrogante e irreverente. (2 Timóteo 3:1-5) Os cristãos jovens enfrentam regularmente ameaças à sua integridade moral. Nessas circunstâncias, pode ser difícil manter nosso amor a Jeová e ao que é direito. Como podemos proteger-nos?
4 O que ajudou o salmista a suportar as pressões foi tirar tempo para ler a lei de Deus com apreço. Desse modo, ele veio a amá-la. De fato, quase todos os versículos do Salmo 119 mencionam alguma faceta da lei de Jeová. Os cristãos hoje não estão sob a Lei mosaica, que Deus deu à nação de Israel do passado. (Colossenses 2:14) No entanto, os princípios expressos nessa Lei têm valor permanente. Eles eram fonte de consolo para o salmista, assim como o são hoje para os servos de Deus que lutam com as dificuldades da vida moderna.
w02 15/4 p. 13 par. 3 As leis divinas são para o nosso benefício
3 Um dos salmistas — provavelmente um príncipe de Judá e futuro rei — expressou um sentimento que não costuma ser associado com leis. Exclamou a Deus: “Quanto eu amo a tua lei!” (Salmo 119:97) Esta não foi apenas uma empolgação momentânea. Foi uma expressão de amor à vontade de Deus, conforme especificada na Sua lei.
w01 15/3 pp. 16-17 Tenha a mentalidade segundo o espírito e viva!
“Quanto eu amo a tua lei!”
10 Se havemos de ter a mentalidade segundo o espírito, não basta ter apenas conhecimento da Palavra de Deus. O Rei Salomão tinha uma compreensão muito boa das normas de Jeová, mas deixou de viver em harmonia com elas na parte final da sua vida. (1 Reis 4:29, 30; 11:1-6) Se tivermos mentalidade espiritual, compreenderemos a necessidade de não só saber o que a Bíblia diz, mas também de obedecer à lei de Deus de todo o coração. Isto significa fazermos um exame consciencioso das normas de Jeová e esforçar-nos diligentemente a segui-las. O salmista teve tal atitude. Ele cantou: “Quanto eu amo a tua lei! O dia inteiro ela é a minha preocupação.” (Salmo 119:97) Quando realmente nos preocupamos em seguir a lei de Deus, começamos a demonstrar qualidades piedosas. (Efésios 5:1, 2) Em vez de sermos incapazes de resistir à transgressão, demonstramos os frutos do espírito, e o desejo de agradar a Jeová nos desvia de vis “obras da carne”. — Gálatas 5:16, 19-23; Salmo 15:1, 2.
11 Como podemos desenvolver profundo respeito e amor pela lei de Jeová? Um modo é examinar com cuidado o seu valor. Considere a lei de Deus que limita as relações sexuais ao casamento e que proíbe a fornicação e o adultério. (Hebreus 13:4) A obediência a esta lei priva-nos de algo bom? Será que um Pai celestial amoroso faria uma lei que nos negaria algo benéfico? Claro que não! Veja o que acontece na vida de muitos que não vivem em harmonia com as normas de moral de Jeová. Uma gravidez indesejada muitas vezes os leva a abortos ou talvez a casamentos prematuros e infelizes. Muitos têm de criar um filho sem ter marido ou esposa. Além disso, os que praticam a fornicação se expõem a doenças sexualmente transmissíveis. (1 Coríntios 6:18) E quando um servo de Jeová comete fornicação, os efeitos emocionais podem ser devastadores. A tentativa de suprimir as aguilhoadas duma consciência pesada pode provocar noites sem dormir e angústia mental. (Salmo 32:3, 4; 51:3) Então, não é óbvio que a lei de Jeová, que proíbe a fornicação, se destina a proteger-nos? Sim, é de grande benefício manter a pureza moral!
w00 1/10 p. 15 pars. 9-10 Estudar recompensa e agrada
9 O salmista declarou que se preocupava com as leis, os mandamentos e as advertências de Jeová. Ele cantou: “Vou ocupar-me com as tuas ordens e vou olhar para as tuas veredas. . . . Levantarei as palmas das minhas mãos aos teus mandamentos que tenho amado, e vou ocupar-me com os teus regulamentos. Quanto eu amo a tua lei! O dia inteiro ela é a minha preocupação. Vim a ter mais perspicácia do que todos os meus mestres, porque as tuas advertências são minha preocupação.” (Salmo 119:15, 48, 97, 99) O que significa ‘ocupar-se’ com a Palavra de Jeová?
10 O verbo hebraico traduzido “ocupar[-se]” significa também “meditar, ponderar”, “repassar algo na mente”. “É usado para a reflexão silenciosa sobre as obras de Deus . . . e a palavra de Deus.” (Theological Wordbook of the Old Testament [Manual Teológico de Termos do Antigo Testamento]) A forma “ocupar-se”, refere-se à “meditação do salmista”, ao “seu amoroso estudo” da lei de Deus, como “ato de adoração”.
w99 1/11 p. 11 par. 8 Quanto ama você a Palavra de Deus?
8 O escritor do Salmo 119 exclamou: “Quanto eu amo a tua lei!” (Salmo 119:97) A que lei se referia ele? À palavra revelada de Jeová, inclusive ao código da Lei mosaica. À primeira vista, alguns talvez rejeitem o código da Lei como antiquado e se perguntem como alguém pode amá-lo. No entanto, ao meditarmos sobre os diversos aspectos da Lei mosaica, como fez o salmista, chegamos a reconhecer a sabedoria por detrás desta Lei. Além dos muitos aspectos proféticos da Lei, há as suas especificações sanitárias e alimentares, que promoviam a limpeza e a boa saúde. (Levítico 7:23, 24, 26; 11:2-8) A Lei incentivava a honestidade em práticas comerciais e exortava os israelitas a ter empatia com co-adoradores necessitados. (Êxodo 22:26, 27; 23:6; Levítico 19:35, 36; Deuteronômio 24:17-21) As decisões judiciais deviam ser feitas com imparcialidade. (Deuteronômio 16:19; 19:15) Ao passo que o escritor do Salmo 119 ganhava experiência na vida, sem dúvida ele notou o resultado muito bom obtido pelos que aplicavam a Lei de Deus, e seu apreço por ela se tornou mais forte. De modo similar hoje, ao passo que os cristãos têm bom êxito na aplicação dos princípios bíblicos, intensificam-se seu amor e seu apreço pela Palavra de Deus.
SALMO 119:99)
“Vim a ter mais perspicácia do que todos os meus mestres, Porque as tuas advertências são minha preocupação.”
w00 1/10 p. 15 pars. 9-10 Estudar recompensa e agrada
9 O salmista declarou que se preocupava com as leis, os mandamentos e as advertências de Jeová. Ele cantou: “Vou ocupar-me com as tuas ordens e vou olhar para as tuas veredas. . . . Levantarei as palmas das minhas mãos aos teus mandamentos que tenho amado, e vou ocupar-me com os teus regulamentos. Quanto eu amo a tua lei! O dia inteiro ela é a minha preocupação. Vim a ter mais perspicácia do que todos os meus mestres, porque as tuas advertências são minha preocupação.” (Salmo 119:15, 48, 97, 99) O que significa ‘ocupar-se’ com a Palavra de Jeová?
10 O verbo hebraico traduzido “ocupar[-se]” significa também “meditar, ponderar”, “repassar algo na mente”. “É usado para a reflexão silenciosa sobre as obras de Deus . . . e a palavra de Deus.” (Theological Wordbook of the Old Testament [Manual Teológico de Termos do Antigo Testamento]) A forma “ocupar-se”, refere-se à “meditação do salmista”, ao “seu amoroso estudo” da lei de Deus, como “ato de adoração”.
SALMO 119:100)
“Comporto-me com mais entendimento do que homens mais idosos, Pois observei as tuas próprias ordens.”
it-1 p. 817 Entendimento
A diligência em estudar e aplicar a Palavra e as ordens de Deus pode habilitar a pessoa a ter maior perspicácia do que os que atuam como seus instrutores, e mais entendimento do que homens mais idosos. (Sal 119:99, 100, 130; compare isso com Lu 2:46, 47.)
SALMO 119:105)
“Lâmpada para o meu pé é a tua palavra E luz para a minha senda.”
g 7/07 p. 6 Orientação que supera o instinto
Deixe a Palavra de Deus iluminar o caminho
A respeito das Escrituras Sagradas, o salmista escreveu: “Lâmpada para o meu pé é a tua palavra e luz para a minha senda.” (Salmo 119:105) Uma lâmpada para o pé mostra os perigos logo à frente, ao passo que uma luz para a senda ilumina o caminho à distância. Ou seja, a Palavra de Deus pode nos orientar em segurança durante toda a vida, ajudando-nos a tomar decisões sábias e moralmente corretas sobre qualquer assunto — decisões que nos afetam agora e outras que podem nos afetar no futuro.
w06 1/9 p. 14 Destaques do livro quinto dos Salmos
119:105. A Palavra de Deus é uma lâmpada para o nosso pé no sentido de que ela pode nos ajudar a lidar com os problemas atuais. Figurativamente falando, ela também ilumina o nosso caminho, visto que prediz o propósito de Deus para o futuro.
w05 15/4 pp. 16-17 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
Lâmpada para o pé
7 A palavra de Deus é uma fonte constante de luz espiritual. (Salmo 119:105-112) Quer sejamos cristãos ungidos, quer seus companheiros, os das “outras ovelhas”, declaramos: “Lâmpada para o meu pé é a tua palavra e luz para a minha senda.” (João 10:16; Salmo 119:105) A palavra de Deus é como uma lâmpada que ilumina nosso caminho, para não tropeçarmos e cairmos espiritualmente. (Provérbios 6:23) No entanto, precisamos, em base individual, deixar que a palavra de Jeová seja uma lâmpada para nosso pé.
w02 1/3 p. 12 par. 15 A luz divina acaba com a escuridão!
15 O salmista escreveu: “Lâmpada para o meu pé é a tua palavra e luz para a minha senda.” (Salmo 119:105) Deveras, a ‘estrada apertada que conduz à vida’ é bem iluminada por nosso amoroso Deus, Jeová, “cuja vontade é que toda sorte de homens sejam salvos e venham a ter um conhecimento exato da verdade”. (Mateus 7:14; 1 Timóteo 2:4) A aplicação dos preceitos bíblicos nos protegerá contra sairmos da estrada apertada para as veredas da escuridão.
w02 15/9 p. 12 pars. 9-10 ‘Preste mais do que a costumeira atenção’
Se assimilarmos conhecimento de Jeová pelo estudo pessoal e pelas reuniões, seremos como o salmista que disse a Deus: “Lâmpada para o meu pé é a tua palavra e luz para a minha senda.” — Salmo 119:105.
10 A Bíblia serve de ‘luz para a nossa senda’ ao nos falar dos propósitos de Deus quanto ao futuro. Ela é também uma ‘lâmpada para o nosso pé’. Em outras palavras, pode ajudar-nos a saber o que fazer quando nos confrontamos com os problemas provadores da vida.
w97 1/9 p. 32 Uma lâmpada para guiá-lo na vereda da vida
Uma lâmpada para guiá-lo na vereda da vida
“BEM sei, ó Jeová, que não é do homem terreno o seu caminho. Não é do homem que anda o dirigir o seu passo.” (Jeremias 10:23) Com estas palavras, o profeta Jeremias mostrou que os humanos não podem seguir com êxito a vereda da vida sem ajuda. Onde se pode obter tal ajuda? O salmista responde na sua oração a Jeová Deus: “Lâmpada para o meu pé é a tua palavra e luz para a minha senda.” — Salmo 119:105.
Aqueles que empreendem um estudo da Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, e aplicam o que ela diz, são como alguém que inicia uma viagem de madrugada. No começo, não consegue enxergar muito, por estar escuro. Mas quando o sol começa a nascer, ele enxerga cada vez mais. Por fim, o sol brilha diretamente sobre ele. Ele vê tudo com clareza. Esta ilustração faz lembrar um provérbio bíblico: “A vereda dos justos é como a luz clara que clareia mais e mais até o dia estar firmemente estabelecido.” — Provérbios 4:18.
Que dizer dos que rejeitam a orientação de Deus? A Bíblia diz: “O caminho dos iníquos é como as trevas; não souberam em que têm estado tropeçando.” (Provérbios 4:19) Deveras, os iníquos são como alguém que tropeça no escuro. Mesmo seus aparentes êxitos são no melhor dos casos temporários, pois “não há sabedoria, nem discernimento, nem conselho em oposição a Jeová”. — Provérbios 21:30.
Portanto, siga a orientação da Palavra de Deus, a Bíblia. Se fizer isso, achará verazes as palavras de Provérbios 3:5, 6: “Confia em Jeová de todo o teu coração e não te estribes na tua própria compreensão. Nota-o em todos os teus caminhos, e ele mesmo endireitará as tuas veredas.”
it-2 p. 660 Lâmpada
A Palavra de Deus. Visto que “o homem tem de viver, não somente de pão, mas de cada pronunciação procedente da boca de Jeová” (Mt 4:4), os Seus mandamentos são como uma lâmpada, iluminando o caminho dos servos de Deus na escuridão deste mundo. O salmista declarou: “Lâmpada para o meu pé é a tua palavra e luz para a minha senda.” (Sal 119:105)
SALMO 119:110)
“Os iníquos armaram-me uma armadilha, Mas não me afastei vagueando das tuas ordens.”
w05 15/4 p. 17 pars. 9-10 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
9 O salmista não ‘se afastou vagueando das ordens de Deus’, mas isso pode acontecer com alguém dedicado a Jeová. (Salmo 119:110) O Rei Salomão se afastou, embora fosse membro duma nação dedicada a Jeová e tivesse, a princípio, agido em harmonia com a sabedoria dada por Deus. Induzindo-o a adorar deuses falsos, ‘as esposas estrangeiras o fizeram pecar’. — Neemias 13:26; 1 Reis 11:1-6.
10 Satanás, o “passarinheiro”, coloca muitas armadilhas diante de nós. (Salmo 91:3) Por exemplo, um ex-adorador talvez nos induza a nos desviar do caminho da luz espiritual para a escuridão da apostasia. Havia entre os cristãos em Tiatira “aquela mulher Jezabel”, possivelmente um grupo de mulheres que ensinava outros a praticar idolatria e a cometer fornicação. Jesus não tolerou tal maldade. Nós também não devemos. (Revelação [Apocalipse] 2:18-22; Judas 3, 4) Portanto, oremos para que Jeová nos ajude a não nos desviar das suas ordens, mas permanecer na luz divina. — Salmo 119:111, 112.
SALMO 119:113)
“Tenho odiado os dúbios, Mas tenho amado a tua lei.”
it-1 p. 555 Coração
Servir de “Pleno Coração”. O coração literal tem de estar inteiro para funcionar normalmente, mas o coração figurativo pode estar dividido. Davi orou: “Unifica meu coração para temer o teu nome”, o que sugere que o coração da pessoa pode ficar dividido com respeito às suas afeições e aos seus temores. (Sal 86:11) Tais pessoas podem ter “corações divididos” — ser mornas na adoração de Deus. (Sal 119:113, BJ; Re 3:16)
SALMO 119:120)
“De pavor de ti arrepiou-se a minha carne; E tive medo por causa das tuas decisões judiciais.”
w05 15/4 pp. 17-18 par. 12 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
12 “De pavor de ti [Jeová] arrepiou-se a minha carne”, disse o salmista. (Salmo 119:120) Se quisermos que ele nos ampare como seus servos, é preciso ter temor salutar de Deus, que se manifesta por evitarmos tudo o que ele desaprova. O temor reverente a Jeová fez com que Jó levasse uma vida justa. (Jó 1:1; 23:15) O temor piedoso nos habilita a perseverar num proceder aprovado por Deus, independentemente do que tenhamos de suportar.
SALMO 119:141)
“Sou insignificante e desprezível. Não me esqueci das tuas ordens.”
w05 15/4 p. 19 par. 17 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
Uma vez que o salmista obedecia aos mandamentos de Deus, por que será que ele disse: “Sou insignificante e desprezível”? (Salmo 119:141) Aparentemente, ele estava se referindo ao modo como seus inimigos o encaravam. Se mantivermos uma atitude intransigente a favor da justiça, talvez sejamos desprezados por isso. No entanto, o que realmente importa é que Jeová nos aprecia com favor porque vivemos segundo suas advertências justas.
SALMO 119:148)
“Meus olhos se adiantaram às vigílias noturnas, [A fim de] eu me ocupar com a tua declaração.”
w12 1/8 pp. 29-30 Guerreiros da verdade
“Prepare-se para as vigílias noturnas” foi o tema do discurso do irmão Michael Burnett, um dos instrutores da Escola de Gileade. Os israelitas dividiam a noite, do pôr do sol ao nascer do sol, em três vigílias de quatro horas cada uma. A última vigília, das 2 às 6 horas da manhã, era a mais escura e a mais fria. Por isso, esse era o período mais difícil para se manter acordado. O salmista ocupava sua mente com as palavras de Jeová para não cair no sono durante a última vigília. (Salmo 119:148) “Vocês precisarão ser vigilantes”, disse o irmão Burnett aos alunos. “Vocês terão alguns dias escuros e desanimadores, e sentirão os efeitos de um mundo frio e sem amor. Vocês precisam ter um plano de ação.” Ele então os relembrou de que deviam criar projetos de estudo de assuntos profundos para se manterem espiritualmente vigilantes. O irmão Burnett ilustrou esse ponto da seguinte forma: “Todos os dias, vocês oram a Jeová porque desejam que ele seja seu amigo. Assim, deixem que Jeová, como seu amigo, fale com vocês todos os dias por meio das páginas da Bíblia. A noite está bem avançada, por isso planejem como usarão os dias à frente e, desse modo, vocês estarão preparados para as vigílias noturnas.”
SALMO 119:164)
“Eu te tenho louvado sete vezes por dia Por causa das tuas decisões judiciais justas.”
w06 1/9 p. 14 Destaques do livro quinto dos Salmos
119:164 — O que há de significativo em louvar a Deus “sete vezes por dia”? O número sete geralmente indica inteireza. Portanto, o salmista está declarando que Jeová merece todo o louvor.
SALMO 119:165)
“Paz abundante pertence aos que amam a tua lei, E para eles não há pedra de tropeço.”
w13 15/3 p. 5 par. 6 Para os que amam a Jeová, “não há pedra de tropeço”
Em contraste, para os ‘que amam a lei de Jeová’ não existe pedra de tropeço que os tire para sempre da corrida pela vida. — Leia Salmo 119:165.
w05 15/4 pp. 19-20 pars. 20-21 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
“Paz abundante pertence aos que amam a tua lei”, expressou o salmista em canto, “e para eles não há pedra de tropeço”. (Salmo 119:165) Se pessoalmente amarmos e cumprirmos a lei de Jeová, não importa o que aconteça ou o que os outros façam — nada nos fará tropeçar espiritualmente.
21 Muitos personagens bíblicos não permitiram que nada os fizesse tropeçar em caráter permanente. Por exemplo, o homem cristão Gaio não tropeçou, mas continuou “andando na verdade”, apesar da conduta ímpia de Diótrefes. (3 João 1-3, 9, 10) Paulo aconselhou as cristãs Evódia e Síntique a “serem da mesma mentalidade no Senhor”, provavelmente porque haviam surgido dificuldades entre elas. Pelo visto, elas foram ajudadas a resolver seus problemas e a continuar servindo fielmente a Jeová. (Filipenses 4:2, 3) De modo que não precisamos tropeçar quando surge algum tipo de dificuldade na congregação. Vamos nos concentrar em cumprir as ordens de Jeová, lembrando-nos de que ‘todos os nossos caminhos estão diante dele’. (Salmo 119:168; Provérbios 15:3) Assim nada nos privará permanentemente da “paz abundante”.
it-1 p. 579 Coxo, claudicação
Este princípio foi expresso pelo salmista: “Paz abundante pertence aos que amam a tua lei, e para eles não há pedra de tropeço.” (Sal 119:165) Não há coisa alguma que faça os que amam a lei de Deus mancar com claudicação espiritual.
SALMO 119:167)
“Minha alma tem guardado as tuas advertências, E eu as amo extraordinariamente.”
SALMO 119:176)
“Tenho vagueado como um ovídeo perdido. Oh! procura o teu servo, Pois não me esqueci dos teus próprios mandamentos.”
w05 15/4 p. 20 par. 22 Deixe a Palavra de Deus iluminar a sua senda
O salmista queria continuar vivendo e louvando a Jeová, mas, de alguma forma não revelada, ele havia “vagueado como um ovídeo perdido”. (Salmo 119:175, 176) Alguns dos que se afastaram da congregação cristã talvez ainda amem a Deus e queiram louvá-lo. Portanto, façamos tudo o que pudermos para ajudá-los, para que eles tenham outra vez segurança espiritual e sintam a alegria de louvar a Jeová junto com seu povo. — Hebreus 13:15; 1 Pedro 5:6, 7.

Clique na imagem para Baixar informações completas em arquivos digitais para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

ADD THIS