Pesquisar conteúdo aqui

Custom Search

sábado, 2 de julho de 2016

Salmos 60-68 | Tesouros da Palavra de Deus: semana de 4-10 de julho

TEXTOS BÍBLICOS E REFERÊNCIAS: TESOUROS DA PALAVRA DE DEUS | SALMOS 60-68

“LOUVE A JEOVÁ, O OUVINTE DE ORAÇÃO”: (10 MIN)

Ore sobre as promessas que você faz a Jeová
Sal 61:1, 8
• Quando oramos sobre nossas promessas, ficamos mais decididos a cumpri-las
• Nenhuma promessa é mais importante do que nossa dedicação a Deus
Mostre que você confia em Jeová por derramar seu coração a ele
Sal 62:8
• Quando fazemos uma oração de qualidade, contamos a Jeová nossos sentimentos mais íntimos
• Quando fazemos pedidos específicos em nossas orações, é mais fácil perceber as respostas de Jeová
Jeová é o Ouvinte das orações de todos que têm um coração disposto a fazer o que é certo
Sal 65:1, 2
• Jeová ouve “pessoas de todo tipo”, desde que elas realmente queiram conhecê-lo e fazer a vontade dele
• Podemos orar a Jeová em qualquer momento
Escreva alguns assuntos que você quer incluir nas suas orações?

Sal 61:1, 8 — Ore sobre as promessas que você faz a Jeová (w99 15/9 9 § 1-4)

Tradução do Novo MundoSalmo 61:1
61 Ouve, ó Deus, o meu clamor por ajuda.
Presta atenção à minha oração.
Tradução do Novo MundoSalmo 61:8
8 Então vou cantar louvores ao teu nome para sempre,
Ao cumprir os meus votos dia após dia.
w99 15/9 p. 9 Por que deve cumprir suas promessas?
Cumpramos nossas promessas a Deus
A promessa mais importante que podemos fazer é, sem dúvida alguma, a de nos dedicarmos a Deus. Por darmos este passo, demonstramos que queremos servir a Jeová para sempre. Apesar de os mandamentos de Deus não serem pesados, pode ser que por vivermos neste iníquo sistema de coisas, nem sempre seja fácil fazer sua vontade. (2 Timóteo 3:12; 1 João 5:3) Mas uma vez que tivermos ‘posto a mão no arado’ e nos tornado servos dedicados de Jeová e discípulos de seu Filho, Jesus Cristo, jamais devemos olhar para as coisas do mundo que deixamos atrás. — Lucas 9:62.
Quando oramos a Jeová, podemos sentir-nos motivados a prometer-lhe que lutaremos para vencer uma fraqueza, para cultivar determinada qualidade cristã, ou para ampliar algum aspecto de nossa atividade teocrática. O que nos ajudará a cumprir essas promessas? — Note Eclesiastes 5:2-5.
As promessas sinceras vêm tanto do coração como da mente. Assim, confirmemos nossas promessas a Jeová por lhe abrirmos o coração em oração e expressarmos honestamente nossos temores, desejos e fraquezas. Orar a respeito de uma promessa fortalecerá nossa determinação de cumpri-la. Podemos considerar nossas promessas a Deus como dívidas. Quando as dívidas são grandes, o pagamento tem de ser feito aos poucos. Do mesmo modo, muitas promessas que fazemos a Jeová levarão tempo para ser cumpridas. Mas por lhe darmos regularmente o que pudermos, mostramos que falamos sério, e ele nos abençoará de acordo com nosso esforço.
Podemos demonstrar que levamos nossas promessas a sério por orarmos regularmente, talvez todos os dias, a respeito delas. Isso mostrará a nosso Pai celestial que somos sinceros. Servirá também como um constante lembrete. Davi nos deixou um excelente exemplo nessa questão. Ele implorou a Jeová, num cântico: “Ouve deveras, ó Deus, meu clamor suplicante. Presta deveras atenção à minha oração. . . . Vou entoar melodias ao teu nome para todo o sempre, a fim de pagar meus votos dia após dia.” — Salmo 61:1, 8.

Sal 62:8 — Mostre que você confia em Jeová por derramar seu coração a ele (w15 15/4 25-26 §§ 6-9)

Tradução do Novo MundoSalmo 62:8
8 Confie sempre nele, ó povo.
Derramem o coração diante dele.
Deus é um refúgio para nós. (Selá)
A Sentinela (2015)Confie sempre em Jeová!
6. Por que nem sempre é fácil confiar em Jeová quando temos um problema?
6 Depois que você leva um problema a Jeová em oração, será que pode ficar em paz, sabendo que fez tudo ao seu alcance e confiando que ele cuidará do resto? Sim, você pode! (Leia Salmo 62:8; 1 Pedro 5:7.) Aprender a fazer isso é importante para desenvolver uma relação com Jeová. Mas nem sempre é fácil confiar que Jeová lhe dará o que você precisa. Por quê? Um dos motivos é que Jeová nem sempre responde as orações imediatamente. — Sal. 13:1, 2; 74:10; 89:46; 90:13; Hab. 1:2.
7. Por que Jeová nem sempre responde imediatamente nossas orações?
7 Por que Jeová não responde imediatamente cada pedido que fazemos? Lembre-se de que ele compara nossa relação com ele à de um filho com seu pai. (Sal. 103:13) Um filho não tem o direito de esperar que seu pai atenda a todos os seus pedidos, ou que faça isso imediatamente. Alguns desses pedidos não passam de desejos passageiros; outros precisam esperar a hora certa; e ainda outros não resultariam no bem do filho ou de outras pessoas envolvidas. Além disso, fazer tudo o que o filho quer na hora que ele quer muda a natureza da relação entre os dois: passa de uma relação entre pai e filho para uma relação entre escravo e amo — o filho sendo o amo. De modo similar, pode ser que Jeová, pensando no que é melhor para nós, permita que passe algum tempo antes de responder nossas orações. Ele tem o direito de fazer isso por ser nosso sábio Criador, amoroso Amo e Pai celestial. Se ele atendesse imediatamente a todos os nossos pedidos, isso distorceria a relação entre nós e ele. — Note Isaías 29:16; 45:9.
8. O que Jeová promete no que diz respeito às nossas limitações?
8 Outro fator é que Jeová conhece muito bem nossas limitações. (Sal. 103:14) Assim, ele não espera que perseveremos sozinhos, mas nos oferece sua ajuda paternal. É claro, às vezes achamos que já chegamos ao nosso limite. Mas Jeová garante que nunca permitirá que seus servos sofram mais do que podem suportar. Ele ‘provê a saída’. (Leia 1 Coríntios 10:13.) Por isso, temos todos os motivos para confiar que Jeová sabe o que podemos aguentar ou não.
9. O que devemos fazer quando a resposta a uma oração por ajuda não vem logo?
9 Quando oramos pedindo ajuda e a resposta não vem logo, o melhor é ser paciente e esperar em Jeová. Lembre-se de que ele também está sendo paciente, pois quer muito nos ajudar, mas sabe a hora certa de fazer isso. Isaías 30:18 diz que Jeová espera pacientemente “para mostrar[-nos] favor” e que “ele se erguerá para ter misericórdia [de nós]. Porque Jeová é Deus de julgamento. Felizes todos os que ficam à espera dele”.

Sal 65:1, 2 — Jeová é o Ouvinte das orações de todos que têm um coração disposto a fazer o que é certo (w15 15/4 22 §§ 13-14; w10 15/4 5 § 10; it-3 137 § 2)

Tradução do Novo MundoSalmo 65:1, 2
65 O louvor te espera em Sião, ó Deus;
Cumpriremos os votos que fizemos a ti.
2 Ó Ouvinte de oração, a ti virão pessoas de todo tipo.
A Sentinela (2015)Sua relação com Jeová é real?
13 Pense nisto: antes de vir à Terra, Jesus observou de perto como Jeová respondia às orações de Seus servos humanos. Depois, durante seu ministério terrestre, Jesus usou a oração como meio de comunicar seus sentimentos ao seu Pai no céu. Será que ele teria feito isso — até mesmo orado uma noite inteira — se achasse que Jeová não estava ouvindo? (Luc. 6:12; 22:40-46) Será que teria ensinado seus discípulos a orar se achasse que a oração não passa de uma muleta psicológica? Não há dúvida de que Jesus sabia que a oração é um modo real de se comunicar com Jeová. Em certa ocasião, ele disse: “Pai, eu te agradeço que me ouviste. Deveras, eu sabia que sempre me ouves.” Nós também podemos confiar que Jeová é o “Ouvinte de oração”. — João 11:41, 42; Sal. 65:2.
14, 15. (a) Como orações específicas nos ajudam? (b) Como as orações ajudaram uma irmã a fortalecer sua relação com Jeová?
14 Quando você é específico em suas orações, consegue perceber melhor as respostas de Jeová, mesmo que não sejam claras. Orações respondidas tornam Jeová mais real para você. Além disso, quanto mais você se abre com Jeová, contando suas preocupações, mais ele se achega a você.
A Sentinela (2010)Jovens — fortaleçam seu desejo de servir a Jeová
10, 11. Como a oração o ajuda a fortalecer seu desejo de servir a Deus?
10 A segunda maneira de fortalecer seu desejo de servir a Jeová de todo coração é por meio de suas orações. No Salmo 65:2, lemos: “Ó Ouvinte de oração, sim, a ti chegarão pessoas de toda carne.” Mesmo na época em que Israel era o povo pactuado de Deus, os estrangeiros que vinham ao templo de Jeová podiam orar a ele. (1 Reis 8:41, 42) Deus não é parcial. Os que obedecem aos seus mandamentos têm a garantia de que ele os escutará. (Pro. 15:8) Certamente, “pessoas de toda carne” incluem vocês, jovens.
Perspicaz, Volume 3Oração
Aqueles a Quem Deus Ouve. Pessoas “de toda carne” podem dirigir-se ao “Ouvinte de oração”, Jeová Deus. (Sal 65:2; At 15:17) Mesmo durante o período em que Israel era “propriedade particular” de Deus, Seu povo pactuado, os estrangeiros podiam aproximar-se de Jeová em oração por reconhecerem a Israel como o instrumento designado de Deus, e o templo de Jerusalém como Seu local escolhido para sacrifícios. (De 9:29; 2Cr 6:32, 33; compare isso com Is 19:22.) Mais tarde, pela morte de Cristo, foi removida para sempre a distinção entre judeu e gentio. (Ef 2:11-16) Na casa do italiano Cornélio, Pedro reconheceu que “Deus não é parcial, mas, em cada nação, o homem que o teme e que faz a justiça lhe é aceitável”. (At 10:34, 35) O fator determinante, portanto, é o coração da pessoa, e o que este induz a pessoa a fazer. (Sal 119:145; La 3:41) Os que guardam os mandamentos de Deus e que praticam “as coisas que são agradáveis aos seus olhos” são assegurados de que os “ouvidos” de Deus estão abertos para eles. — 1Jo 3:22; Sal 10:17; Pr 15:8; 1Pe 3:12.

ENCONTRE JOIAS ESPIRITUAIS: (8 MIN)

Sal 63:3 — Por que o amor leal de Jeová é melhor do que a vida? (w06 1/6 11 § 8)

Tradução do Novo MundoSalmo 63:3
3 O teu amor leal é melhor do que a vida,
Por isso meus lábios te glorificarão.
A Sentinela (2006)Destaques do livro segundo dos Salmos
63:3. A “benevolência” de Deus “é melhor do que a vida”, porque sem ela a vida não tem significado nem objetivo. É sábio cultivarmos a amizade com Jeová.

Sal 68:18 — Quem eram as “dádivas em forma de homens”? (w06 1/6 10 § 4)

Tradução do Novo MundoSalmo 68:18
18 Subiste ao alto;
Levaste contigo cativos;
Tomaste dádivas em forma de homens,
Sim, até mesmo homens obstinados, para residires entre eles, ó Jah, Deus.
A Sentinela (2006)Destaques do livro segundo dos Salmos
68:18 — Quem eram as “dádivas em forma de homens”? Eram homens dentre os que foram levados cativos durante a conquista da Terra Prometida e que mais tarde foram designados para ajudar os levitas no seu trabalho. — Esdras 8:20.

O que a leitura da semana me ensinou sobre Jeová?

Que pontos da leitura posso usar no serviço de campo?

Salmos 60-68 | SUGESTÕES PARA SEUS COMENTÁRIOS PESSOAIS

SALMO 60:CABEÇALHO)
“Ao regente, segundo o Lírio de Advertência. Mictão. De Davi. Para ensino. Quando ele se empenhou numa peleja com Arã-Naaraim e Arã-Zobá, e Joabe passou a retornar e a golpear Edom no Vale do Sal, sim, doze mil.”
it-1 p. 166 Arã
Arã-Naaraim (Sal 60:cab.) em geral é traduzido pela palavra grega “Mesopotamia” (Mesopotâmia), que se entende referir-se a uma “terra entre rios”. Os dois rios eram o Eufrates e o Tigre.
it-1 p. 754 Edom
Em 1 Crônicas 18:12, e no cabeçalho do Salmo 60, descrevem-se respectivamente Abisai e Joabe como realizando a conquista sobre os edomitas. Visto que Davi era o comandante-chefe e Joabe era seu principal general, ao passo que Abisai era um comandante divisionário sob Joabe, pode-se entender como os relatos podiam diferir nos créditos dados pela vitória, dependendo do ponto de vista assumido, assim como se dá nos tempos modernos. Similarmente, a diferença nos números fornecidos nesses textos se deve provavelmente ao conceito específico do narrador quanto aos diferentes aspectos ou campanhas da guerra. (Veja 1Rs 11:15, 16.)
it-2 p. 708 Lírio
Desconhece-se o significado das expressões “o Lírio”, “Os Lírios”, que ocorrem nos cabeçalhos dos Salmos 45, 60, 69 e 80.
SALMO 61:8)
“Por isso vou entoar melodias ao teu nome para todo o sempre, A fim de pagar meus votos dia após dia.”
w99 15/9 p. 9 Por que deve cumprir suas promessas?
As promessas sinceras vêm tanto do coração como da mente. Assim, confirmemos nossas promessas a Jeová por lhe abrirmos o coração em oração e expressarmos honestamente nossos temores, desejos e fraquezas. Orar a respeito de uma promessa fortalecerá nossa determinação de cumpri-la. Podemos considerar nossas promessas a Deus como dívidas. Quando as dívidas são grandes, o pagamento tem de ser feito aos poucos. Do mesmo modo, muitas promessas que fazemos a Jeová levarão tempo para ser cumpridas. Mas por lhe darmos regularmente o que pudermos, mostramos que falamos sério, e ele nos abençoará de acordo com nosso esforço.
Podemos demonstrar que levamos nossas promessas a sério por orarmos regularmente, talvez todos os dias, a respeito delas. Isso mostrará a nosso Pai celestial que somos sinceros. Servirá também como um constante lembrete. Davi nos deixou um excelente exemplo nessa questão. Ele implorou a Jeová, num cântico: “Ouve deveras, ó Deus, meu clamor suplicante. Presta deveras atenção à minha oração. . . . Vou entoar melodias ao teu nome para todo o sempre, a fim de pagar meus votos dia após dia.” — Salmo 61:1, 8.
km 7/96 p. 1 par. 1 Cumpramos nosso voto dia após dia
1 O salmista Davi se sentiu motivado a dizer a Jeová: “Vou entoar melodias ao teu nome para todo o sempre, a fim de pagar meus votos dia após dia.” (Sal. 61:8) Davi sabia que fazer um voto é um assunto estritamente pessoal. Mas sabia também que, se ele fizesse um voto, tinha a obrigação de cumpri-lo. Mesmo assim, ele louvou a Jeová pela oportunidade de cumprir seus votos dia após dia.
SALMO 62:CABEÇALHO)
“Ao regente de Jedutum. Uma melodia de Davi.”
it-2 p. 480 Jedutum
Três dos salmos mencionam Jedutum em seu cabeçalho. Dois deles (Sal 39, 62) rezam: “Ao regente de Jedutum” (“segundo o modo de [do coro de] Jedutum”, Ro n sobre o cabeçalho do salmo 39), ao passo que o terceiro (Sal 77) reza: “Ao regente, segundo Jedutum.” (NM; IBB; LEB; MC; “sobre”, AT) Em cada caso, atribui-se a composição do salmo a outrem — os primeiros dois a Davi e o terceiro a Asafe; assim, não se sugere que Jedutum os compôs, embora em outras partes seja chamado de “visionário do rei” e se diga também que ele “profetizava com a harpa”. (2Cr 35:15; 1Cr 25:1, 3) Por conseguinte, os cabeçalhos destes três salmos são, evidentemente, instruções para sua execução, talvez identificando um estilo ou até mesmo um instrumento musical de algum modo associado com Jedutum, ou que ele ou seus filhos talvez tenham inventado, introduzido, aperfeiçoado ou tornado comum através do uso.
SALMO 62:9)
“Deveras, os filhos do homem terreno são uma exalação, Os filhos da humanidade são mentira. Deitados na balança são juntos mais leves do que uma exalação.”
it-1 p. 303 Balança
A pequenez dos homens terrenos foi enfatizada por se dizer que são mais leves do que uma exalação sobre a balança (Sal 62:9),
SALMO 62:11)
“Deus falou uma vez, ouvi isto duas vezes: Que a força pertence a Deus.”
cl cap. 4 p. 40 par. 6 “Jeová é . . . grande em poder”
Ele não depende de uma fonte externa de energia, pois “a força pertence a Deus”. (Salmo 62:11)
w06 1/6 p. 11 Destaques do livro segundo dos Salmos
62:11. Deus não precisa depender de nenhuma fonte externa de energia. Ele é a própria fonte de energia. ‘A força pertence a ele.’
SALMO 63:3)
“Porque a tua benevolência é melhor do que a vida, Gabar-te-ão os meus próprios lábios.”
w06 1/6 p. 11 Destaques do livro segundo dos Salmos
63:3. A “benevolência” de Deus “é melhor do que a vida”, porque sem ela a vida não tem significado nem objetivo. É sábio cultivarmos a amizade com Jeová.
w01 15/10 pp. 15-16 Quem nos separará do amor de Deus?
Preze para sempre a benevolência de Deus
17 De que importância é o amor de Deus para você? Pensa o mesmo que Davi, que escreveu: “Porque a tua benevolência é melhor do que a vida, gabar-te-ão os meus próprios lábios. Assim te bendirei durante a minha vida; em teu nome levantarei as palmas das minhas mãos”? (Salmo 63:3, 4) Deveras, há neste mundo algo que a vida possa oferecer que seja melhor do que ter o amor e a amizade leal de Deus? Por exemplo, será que o empenho numa lucrativa carreira secular é melhor do que ter a paz mental e a felicidade resultantes de um relacionamento achegado com Deus? (Lucas 12:15) Alguns cristãos tiveram de escolher entre renunciar a Jeová e enfrentar a morte. Isto aconteceu com muitas Testemunhas de Jeová em campos de concentração nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Com pouquíssimas exceções, nossos irmãos cristãos escolheram continuar no amor de Deus, dispostos a enfrentar a morte, se fosse necessário. Os que continuam leais no amor dele podem ter a confiança de que receberão de Deus um futuro eterno, algo que o mundo não nos pode dar. (Marcos 8:34-36) Mas há ainda mais envolvido do que a vida eterna.
18 Embora não seja possível viver para sempre sem Jeová, procure imaginar como seria uma vida extremamente longa sem o nosso Criador. Ela seria vazia, sem um verdadeiro objetivo. Jeová deu ao seu povo um trabalho satisfatório para fazer nestes últimos dias. De modo que podemos estar certos de que, quando Jeová, o Grande Cumpridor de Propósitos, der a vida eterna, esta será repleta de coisas fascinantes, significativas, para aprender e fazer. (Eclesiastes 3:11) Não importa quanto possamos aprender durante os milênios à frente, nunca chegaremos a desvendar plenamente a “profundidade das riquezas, e da sabedoria, e do conhecimento de Deus”. — Romanos 11:33.
SALMO 65:1)
“Para ti há louvor — silêncio — ó Deus, em Sião; E a ti se pagará o voto.”
w09 15/5 p. 3 “Tempo de ficar calado”
Podemos louvar a Jeová sem palavras? Não é verdade que às vezes ficamos tão maravilhados com a beleza da criação que não conseguimos expressar isso em palavras? Refletir sobre essa grandiosidade é uma das maneiras de louvar o Criador no nosso coração. O salmista Davi começou assim uma de suas melodias: “Para ti há louvor — silêncio —, ó Deus, em Sião; e a ti se pagará o voto.” — Sal. 65:1.
SALMO 65:2)
“Ó Ouvinte de oração, sim, a ti chegarão pessoas de toda carne.”
w10 15/4 p. 5 par. 10 Jovens — fortaleçam seu desejo de servir a Jeová
No Salmo 65:2, lemos: “Ó Ouvinte de oração, sim, a ti chegarão pessoas de toda carne.” Mesmo na época em que Israel era o povo pactuado de Deus, os estrangeiros que vinham ao templo de Jeová podiam orar a ele. (1 Reis 8:41, 42) Deus não é parcial. Os que obedecem aos seus mandamentos têm a garantia de que ele os escutará. (Pro. 15:8) Certamente, “pessoas de toda carne” incluem vocês, jovens.
w92 15/4 p. 4 Escuta Deus suas orações?
Escuta Deus suas orações?
CHEFES de Estado decidem se confiarão determinado assunto a alguém ou se cuidarão dele pessoalmente. De modo similar, o Governante Soberano do Universo tem o direito de determinar até que ponto irá seu envolvimento pessoal em dado assunto. As Escrituras ensinam que Deus decidiu dar atenção pessoal às nossas orações, e, sendo assim, nos orientam a dirigi-las a ele. — Salmo 66:19; 69:13.
A preferência de Deus nesta questão revela interesse pessoal nas orações de seus servos humanos. Em vez de desestimular seu povo de dirigir-se a ele com todos os seus pensamentos e preocupações, ele o exorta: “Orai incessantemente”, “persisti em oração”, ‘lançai vosso fardo sobre o próprio Jeová’, ‘lançai sobre Deus toda a vossa ansiedade’. — 1 Tessalonicenses 5:17; Romanos 12:12; Salmo 55:22; 1 Pedro 5:7.
Se Deus não intencionasse dar atenção às orações de seus servos, jamais teria providenciado esta via de acesso a ele nem incentivado ampla liberdade para usá-la. Portanto, preferir Deus tornar-se tão acessível ao seu povo é um motivo para se ter certeza de que ele realmente escuta. Sim, ele dá atenção a todas as orações de seus servos.
Não se deve desconsiderar que a Bíblia diz claramente que Deus escuta orações. O apóstolo João, por exemplo, escreve: “Esta é a confiança que temos nele, que, não importa o que peçamos segundo a sua vontade, ele nos ouve.” (1 João 5:14) O Rei Davi referiu-se a Jeová como “Ouvinte de oração” e afirmou confiantemente: “Ele ouve a minha voz.” — Salmo 55:17; 65:2.
Portanto, embora o ato de orar, em si, sem dúvida seja benéfico, as Escrituras mostram que há muito mais envolvido quando um justo ora. Alguém o escuta. Este ouvinte é Deus. — Tiago 5:16-18.
w91 15/12 p. 14 par. 1 Apegue-se a Jeová
JEOVÁ é o “Deus que dá esperança” a todos os do seu povo fiel. Ele, como “Ouvinte de oração”, ouve as suas súplicas de ajuda para obterem a alegre esperança que se lhes apresenta. (Romanos 15:13; Salmo 65:2) E por meio da sua Palavra, a Bíblia, incentiva seus servos a se dirigirem a ele sempre que queiram. Está sempre disposto a acolher as mais íntimas preocupações deles. Na realidade, ele os incentiva a ‘persistir em oração’ e a ‘orar incessantemente’. (Romanos 12:12; 1 Tessalonicenses 5:17) É da vontade de Jeová que todos os cristãos se dirijam a ele constantemente em oração, derramando-lhe o coração e fazendo isso no nome de Seu amado Filho, Jesus Cristo. — João 14:6, 13, 14.
w91 15/12 p. 14 pars. 3-4 Apegue-se a Jeová
3 O discípulo Tiago escreveu: “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós.” (Tiago 4:8) Sim, Deus não é nem tão elevado nem tão afastado que não ouça nossas expressões dirigidas a ele, apesar da nossa condição humana, imperfeita. (Atos 17:27) Além disso, ele não é indiferente e desinteressado. O salmista diz: “Os olhos de Jeová estão atentos aos justos e seus ouvidos estão atentos ao seu clamor por ajuda.” — Salmo 34:15; 1 Pedro 3:12.
4 Jeová convida a que se ore. Poderíamos comparar isso a uma reunião em que diversas pessoas estão conversando. Você está ali, ouvindo os outros falar. Seu papel é o de um observador. Mas então, alguém se volta para você, usando seu nome e dirigindo-lhe palavras. Isto prende a sua atenção de modo especial. De forma similar, Deus está sempre atento aos do seu povo, não importa onde se encontrem. (2 Crônicas 16:9; Provérbios 15:3) Portanto, ele ouve as nossas palavras, como que observando-nos de modo protetor e interessado. Quando invocamos o nome de Deus em oração, porém, isso prende a sua atenção, e ele nos enfoca então de modo explícito. Jeová, pelos seus poderes, pode até mesmo detectar e compreender pedidos não expressos do homem, feitos no recôndito do coração e da mente. Ele assegura-nos que se chegará a todos os que sinceramente invocam seu nome e que procuram apegar-se a ele. — Salmo 145:18.
SALMO 65:9)
“Voltaste a tua atenção para a terra, para dar-lhe abundância; Tu a enriqueces muitíssimo. A corrente da parte de Deus está cheia de água. Preparas seu cereal, Pois é assim que preparas a terra.”
ws cap. 21 p. 175 par. 9 Restaurado o jardim do Éden — em toda a Terra
9 A beleza e a opulência desse jardim global do Éden está além da imaginação. Mas a Bíblia nos fornece uma descrição profética dele no Salmo 65, dirigido a Deus. Este salmo diz em parte: “Voltaste a tua atenção para a terra, para dar-lhe abundância; tu a enriqueces muitíssimo. A corrente da parte de Deus está cheia de água. Preparas seu cereal, pois é assim que preparas a terra.” Não haverá então secas, mas, sim, “chuvas copiosas”! (Salmo 65:1, 9-13) Haverá uma abundância de alimentos para todos os habitantes da terra.
SALMO 65:10)
“Encharcam-se os seus sulcos, nivelam-se os seus torrões; Tu a amoleces com chuvas copiosas; abençoas os seus próprios renovos.”
ws cap. 21 p. 175 par. 9 Restaurado o jardim do Éden — em toda a Terra
9 A beleza e a opulência desse jardim global do Éden está além da imaginação. Mas a Bíblia nos fornece uma descrição profética dele no Salmo 65, dirigido a Deus. Este salmo diz em parte: “Voltaste a tua atenção para a terra, para dar-lhe abundância; tu a enriqueces muitíssimo. A corrente da parte de Deus está cheia de água. Preparas seu cereal, pois é assim que preparas a terra.” Não haverá então secas, mas, sim, “chuvas copiosas”! (Salmo 65:1, 9-13) Haverá uma abundância de alimentos para todos os habitantes da terra.
SALMO 66:12)
“Fizeste o homem mortal para cavalgar sobre a nossa cabeça; Viemos através de fogo e através de água, E tu passaste a fazer-nos sair para alívio.”
it-1 p. 384 Cabeça
O salmista, ao relatar as provas e as dificuldades que sobrevieram ao povo de Deus, diz que homens haviam cavalgado sobre a cabeça de Israel. Ele evidentemente se refere à sujeição a que o povo de Deus foi submetido por meros homens do mundo (a palavra hebraica usada é ʼenóhsh, “homem mortal”), que eram poderosos, cruéis e altivos. (Sal 66:12; compare isso com Is 51:23.)
SALMO 68:5)
“Pai de meninos órfãos de pai e juiz de viúvas É Deus na sua santa habitação.”
w06 1/6 p. 4 Deus se preocupa com os idosos
“Juiz de viúvas”
As Escrituras Hebraicas deixam claro que Jeová se preocupa com os idosos. No Salmo 68:5, por exemplo, Davi chama a Deus de “juiz de viúvas”, que geralmente são idosas. Em outras traduções da Bíblia, a palavra “juiz” é traduzida por “defensor”, “protetor” e “guardião”. É óbvio que Jeová se preocupa com as viúvas. A Bíblia até mesmo diz que quando elas são maltratadas ele fica irado. (Êxodo 22:22-24)
SALMO 68:11)
“O próprio Jeová dá a declaração; As mulheres que anunciam boas novas são um grande exército.”
w14 15/8 p. 10 par. 19 Qual o papel das mulheres no propósito de Jeová?
19 O pequeno grupo de Estudantes da Bíblia aumentou para cerca de 8 milhões de Testemunhas de Jeová hoje. Além disso, em 2013, mais de 11 milhões de pessoas mostraram interesse na Bíblia e em nossa obra por assistir à Celebração anual da morte de Jesus. Na maioria dos países, grande parte dos presentes são mulheres. As mulheres também são a maioria dos mais de 1 milhão de proclamadores do Reino de tempo integral no mundo todo. Deus realmente tem concedido a mulheres fiéis o privilégio de participar no cumprimento das palavras do salmista: “O próprio Jeová dá a declaração; as mulheres que anunciam boas novas são um grande exército.” — Sal. 68:11.
w91 1/1 p. 23 par. 14 Estejamos cheios de alegria
14 É interessante que em muitos países, como os Estados Unidos, cerca de 75 por cento de todos os pioneiros são irmãs, reforçando as palavras do Salmo 68:11: “O próprio Jeová dá a declaração; as mulheres que anunciam boas novas são um grande exército.” As nossas irmãs merecem elogios, pois fazem a maior parte do trabalho de campo. Seu ensino perito nos estudos bíblicos domiciliares está conduzindo muitos à verdade, e as irmãs casadas, que lealmente apóiam seus maridos que têm muitos deveres congregacionais, também devem ser calorosamente louvadas. — Provérbios 31:10-12; Efésios 5:21-25, 33.
SALMO 68:13)
“Embora ficásseis deitados entre os montes de cinzas [do acampamento], Haverá as asas duma pomba, revestidas de prata, E suas plumas, de ouro amarelo-esverdeado.”
w06 1/6 p. 10 Destaques do livro segundo dos Salmos
68:13 — Em que sentido eram ‘as asas duma pomba revestidas de prata e suas plumas de ouro amarelo esverdeado’? Certas pombas de cor cinza-azulado têm, em algumas de suas penas, um brilho que reflete as cores do arco-íris. Sua plumagem adquire uma aparência metálica sob a luz dourada do Sol. Talvez Davi estivesse comparando os vitoriosos guerreiros israelitas, voltando de uma batalha, com tal pomba — de asas fortes e aparência brilhante. Como sugerem alguns eruditos, a descrição também pode se aplicar a uma obra de arte, um troféu, levado como despojo. De qualquer forma, Davi está se referindo às vitórias que Jeová deu ao seu povo sobre seus inimigos.
SALMO 68:14)
“Quando o Todo-poderoso dispersou nela os reis, Começou a nevar em Zalmom.”
it-1 p. 313 Basã
A menção do “monte de Deus” e do “monte de picos” de Basã, no Salmo 68:15, 16, talvez se refira à região montanhosa do monte Haurã (Jebel ed Druz). Zalmom (mencionado no Sal 68:14) talvez fosse o pico mais alto dela.
SALMO 68:15)
“A região montanhosa de Basã é um monte de Deus; A região montanhosa de Basã é um monte de picos.”
it-1 p. 313 Basã
A menção do “monte de Deus” e do “monte de picos” de Basã, no Salmo 68:15, 16, talvez se refira à região montanhosa do monte Haurã (Jebel ed Druz). Zalmom (mencionado no Sal 68:14) talvez fosse o pico mais alto dela.
SALMO 68:16)
“Por que estais vigiando com inveja, ó montes de picos, O monte que Deus desejou para si, para morar? Sim, o próprio Jeová residirá [ali] para sempre.”
it-1 p. 313 Basã
A menção do “monte de Deus” e do “monte de picos” de Basã, no Salmo 68:15, 16, talvez se refira à região montanhosa do monte Haurã (Jebel ed Druz). Zalmom (mencionado no Sal 68:14) talvez fosse o pico mais alto dela.
SALMO 68:17)
“Os carros de guerra de Deus são dezenas de milhares, milhares repetidos vez após vez. O próprio Jeová chegou de Sinai ao lugar santo.”
it-1 p. 453 Carro
Uso Figurado. Em sentido figurado e profético, os carros são símbolos de guerra, do mesmo modo que o arco e a espada. (Is 21:7, 9; Za 9:10) Diz-se que “os carros de guerra de Deus” são “dezenas de milhares, milhares repetidos vez após vez”, denotando o poder invencível de Deus para destruir os seus inimigos. — Sal 68:17; 2Rs 6:17.
SALMO 68:18)
“Ascendeste ao alto; Levaste contigo cativos; Tomaste dádivas em forma de homens, Sim, mesmo os obstinados, para residir [entre eles], ó Jah, Deus.”
w10 15/9 p. 18 A união cristã glorifica a Deus
“Dádivas em homens” promovem a união
8 Paulo usou um costume dos soldados da antiguidade para ilustrar como Jesus tem provido “dádivas em homens” para ajudar a unir a congregação. Um soldado vitorioso talvez trouxesse para casa um prisioneiro estrangeiro como escravo para ajudar a esposa nas tarefas domésticas. (Sal. 68:1, 12, 18)
w06 1/6 p. 10 Destaques do livro segundo dos Salmos
68:18 — Quem eram as “dádivas em forma de homens”? Eram homens dentre os que foram levados cativos durante a conquista da Terra Prometida e que mais tarde foram designados para ajudar os levitas no seu trabalho. — Esdras 8:20.
w99 1/6 pp. 9-10 “Dádivas em homens” para cuidar das ovelhas de Jeová
De onde procedem as “dádivas em homens”?
4 Quando Paulo usou a expressão “dádivas em homens”, ele citou o Rei Davi, que dissera a respeito de Jeová: “Ascendeste ao alto; levaste contigo cativos; tomaste dádivas em forma de homens.” (Salmo 68:18) Depois de os israelitas terem estado alguns anos na Terra Prometida, Jeová ‘ascendeu’ figurativamente ao monte Sião e tornou Jerusalém a capital do reino de Israel, tendo a Davi por rei. Mas quem eram as “dádivas em forma de homens”? Eram homens tomados cativos durante a conquista do país. Alguns desses cativos foram mais tarde colocados à disposição dos levitas, para ajudar no serviço do tabernáculo. — Esdras 8:20.
5 Paulo, na sua carta aos efésios, indica que as palavras do salmista têm um cumprimento maior na congregação cristã. Parafraseando o Salmo 68:18, Paulo escreve: “Ora, a cada um de nós se deu benignidade imerecida, conforme o Cristo repartiu a dádiva gratuita. Por isso ele diz: ‘Quando ele ascendeu ao alto, levou consigo cativos; deu dádivas em homens.’” (Efésios 4:7, 8) Paulo aplica aqui este salmo a Jesus, como representante de Deus. Jesus ‘venceu o mundo’ pelo seu proceder fiel. (João 16:33) Triunfou também sobre a morte e sobre Satanás por Deus ressuscitá-lo dentre os mortos. (Atos 2:24; Hebreus 2:14) Em 33 EC, o ressuscitado Jesus ascendeu “muito acima de todos os céus” — mais alto do que todas as outras criaturas celestiais. (Efésios 4:9, 10; Filipenses 2:9-11) Como vencedor, Jesus tomou “cativos” do inimigo. De que forma?
6 Quando na Terra, Jesus demonstrou seu poder sobre Satanás por libertar os mantidos em servidão pelos demônios. Foi como se Jesus tivesse invadido a casa de Satanás, amarrando-o e apoderando-se dos bens dele. (Mateus 12:22-29) Imagine, depois de ressuscitado e encarregado de “toda a autoridade no céu e na terra”, que saque Jesus foi então capaz de fazer! (Mateus 28:18) A partir do Pentecostes de 33 EC, Jesus, que ascendera ao alto, como representante de Deus, começou a despojar a casa de Satanás por ‘levar embora cativos’ — homens que por muito tempo tinham sido escravos do pecado e da morte, e estado sob o controle de Satanás. Esses “cativos” tornaram-se voluntariamente “escravos de Cristo, fazendo de toda a alma a vontade de Deus”. (Efésios 6:6) Na realidade, Jesus arrancou-os do controle de Satanás e os deu, em nome de Jeová, à congregação como “dádivas em homens”. Imagine a fúria impotente de Satanás, quando eles foram arrancados de diante do seu próprio nariz!
w93 15/5 pp. 13-14 pars. 7-9 ‘Chame os anciãos’
7 Depois de os israelitas terem estado na Terra Prometida por muitos anos, Jeová ascendeu figurativamente ao monte Sião e fez de Jerusalém a capital dum reino típico, que tinha a Davi por rei. Davi ergueu a sua voz para cantar em louvor a Deus, “o Todo-poderoso”: “Ascendeste ao alto; levaste contigo cativos; tomaste dádivas em forma de homens.” (Salmo 68:14, 18) Deveras, homens capturados durante a conquista da Terra Prometida tornaram-se disponíveis para ajudar os levitas com os seus deveres. — Esdras 8:20.
8 No primeiro século EC, o apóstolo cristão Paulo trouxe à atenção um cumprimento profético das palavras do salmista. Paulo escreveu: “A cada um de nós se deu benignidade imerecida, conforme o Cristo repartiu a dádiva gratuita. Por isso ele diz: ‘Quando ele ascendeu ao alto, levou consigo cativos; deu dádivas em homens.’ Ora, a expressão, ‘ele ascendeu’, o que significa senão que ele também desceu às regiões mais baixas, isto é, à terra? O mesmo que desceu é também aquele que ascendeu muito acima de todos os céus, para que desse plenitude a todas as coisas.” (Efésios 4:7-10) Quem é “o mesmo”? É o próprio representante de Jeová, o Davi Maior e Rei messiânico, Jesus Cristo. Foi a ele que Deus ressuscitou e enalteceu a “uma posição superior”. — Filipenses 2:5-11.
9 Então, quem são essas “dádivas em homens” (ou: “consistindo em homens”)? Paulo explica que o Principal Representante de Deus “deu alguns como apóstolos, alguns como profetas, alguns como evangelizadores, alguns como pastores e instrutores, visando o reajustamento dos santos para a obra ministerial, para a edificação do corpo do Cristo”. (Efésios 4:11, 12) Todos os seguidores de Cristo, que serviram como apóstolos, profetas, evangelizadores, pastores e instrutores, fizeram isso sob direção teocrática. (Lucas 6:12-16; Atos 8:12; 11:27, 28; 15:22; 1 Pedro 5:1-3) Nos nossos dias, anciãos espiritualmente qualificados, designados por espírito santo, servem quais superintendentes em cerca de 70.000 congregações das Testemunhas de Jeová em todo o mundo. São as nossas dádivas em homens. (Atos 20:28) Visto que a expansão mundial da pregação do Reino continua a passo acelerado, mais e mais irmãos “procuram alcançar” e assumem as responsabilidades associadas com o “cargo de superintendente”. (1 Timóteo 3:1) Ao serem designados, eles também se tornam dádivas em homens.
it-1 p. 245 Ascensão
Tendo ‘vencido o mundo’ (Jo 16:33), Jesus tomou parte em cumprir a profecia do Salmo 68:18, ‘ascendendo ao alto e levando consigo cativos’, sendo o significado disso explicado por Paulo em Efésios 4:8-12.
SALMO 68:20)
“O [verdadeiro] Deus é para nós um Deus de atos salvadores; E a Jeová, o Soberano Senhor, pertencem as saídas da morte.”
w06 1/5 p. 14 Não tenha medo — Jeová está com você!
“Um Deus de atos salvadores”
O salmista Davi escreveu: “O verdadeiro Deus é para nós um Deus de atos salvadores.” (Salmo 68:20) Jeová já mostrou muitas vezes sua capacidade de salvar seu povo. Fez isso por livrá-lo de situações perigosas ou por dar-lhe força para perseverar. (Salmo 34:17; Daniel 6:22; 1 Coríntios 10:13) Baseado naquilo que você já aprendeu da Bíblia, de quantos “atos salvadores” de Jeová você consegue se lembrar?
Com a ajuda do Índice das Publicações da Torre de Vigia, que tal pesquisar eventos da vida real como o Dilúvio global dos dias de Noé, o livramento de Ló e suas filhas de Sodoma e Gomorra, o Êxodo de Israel do Egito e a posterior travessia do mar Vermelho ou a trama frustrada de Hamã para eliminar os judeus? Ler e meditar nesses relatos emocionantes fortalecerá sua fé em Jeová como Deus de atos salvadores. Isso, por sua vez, o ajudará a não ter medo ao encarar testes de fé.
SALMO 68:23)
“A fim de que laves teu pé em sangue, Para que a língua dos teus cães tenha a sua porção da parte dos inimigos.””
it-1 p. 429 Cão
Indicando que os cães lamberiam o sangue dos adversários do povo de Jeová, o salmista escreveu: “Para que a língua dos teus cães tenha a sua porção da parte dos inimigos.” (Sal 68:23)
SALMO 68:30)
“Censura a fera do canavial, a assembléia dos touros, Com os bezerros dos povos, cada um pisando em peças de prata. Espalhou os povos que se agradam em pelejas.”
w06 1/6 p. 10 Destaques do livro segundo dos Salmos
68:30 — O que significa o pedido para ‘censurar a fera do canavial’? Falando figurativamente dos inimigos de Jeová como sendo feras selvagens, Davi pediu que Deus os censurasse, ou restringisse o poder que eles tinham para fazer o mal.
it-1 pp. 480-481 Censura, censurar
Um sentido de censurar não limitado a pessoas é o de “impedir, frear”, “fazer parar alguma coisa”. Censurar Jeová a semente semeada denota ele impedir uma boa colheita. (Mal 2:3) Censurar ele insetos devoradores significa que põe fim a estes causarem sérios danos às safras. (Mal 3:11) O salmista, falando dos inimigos do povo de Deus sob a figura de animais, solicitou ao Altíssimo que freasse o poder deles de causarem dano: “Censura a fera do canavial, a assembléia dos touros.” (Sal 68:30)
SALMO 68:31)
“Objetos de bronze virão procedentes do Egito; O próprio Cus estenderá rapidamente as mãos [com dádivas] para Deus.”
it-1 p. 524 Cobre, latão, bronze
A palavra hebraica hhash•man•ním, traduzida por “objetos de bronze” (NM, BLH n.) e “bronze” (RS), é encontrada apenas uma vez na Bíblia. (Sal 68:31) Esta palavra hebraica é de sentido incerto e tem sido traduzida, de forma variada, por “embaixadores” (Al, BLH, IBB), “enviados” (NIV), “grandes” (v. 32, BJ, MC), “príncipes” (ALA) e “tributo” (NE).
it-2 p. 60 Etiópia
A Etiópia (Cus) é uma das terras às quais os exilados judeus foram espalhados após a conquista babilônica de Judá. (Is 11:11) Portanto, este oficial etíope talvez estivesse em contato com pessoas judaicas na sua região, ou talvez no Egito, onde moravam muitos judeus. Sua cópia do rolo de Isaías provavelmente era da Septuaginta grega, originalmente feita em Alexandria, no Egito. Visto que o reino etíope ficara parcialmente helenizado, a partir do tempo de Ptolomeu II (308-246 AEC), não era incomum que este oficial soubesse ler a língua grega. Tornar-se ele prosélito judeu, e sua subseqüente conversão ao cristianismo, cumpriam o Salmo 68:31.

ESTUDO BÍBLICO DE CONGREGAÇÃO: IA CAP. 19 §§ 1-16 (30 MIN)

CAPÍTULO DEZENOVE
Ele foi protetor, provisor e perseverou fielmente

parágrafo 2 Mat. 2:13, 14 Depois que eles partiram, o anjo de Jeová apareceu a José num sonho, dizendo: “Levante-se, pegue a criancinha e a mãe dela, fuja para o Egito e fique ali até eu avisá-lo, porque Herodes está prestes a procurar a criancinha para matá-la.”14 Assim, José se levantou, pegou a criancinha e a mãe dela à noite e foi para o Egito.
Veja Ap. A5.
parágrafo 4 Mat. 1:18-21 Foi assim que o nascimento de Jesus Cristo aconteceu: durante o tempo em que sua mãe, Maria, estava prometida em casamento a José, ela ficou grávida por espírito santo, antes de se unirem. 19 No entanto, visto que José, seu marido, era justo e não queria expô-la publicamente, ele pretendia se divorciar dela em segredo. 20 Mas, depois de ter cogitado essas coisas, o anjo de Jeová apareceu-lhe num sonho, dizendo: “José, filho de Davi, não tenha medo de levar para casa Maria, sua esposa, pois o que foi concebido nela é por espírito santo. 21 Ela dará à luz um filho, e você deve lhe dar o nome de Jesus, pois ele salvará seu povo dos pecados deles.”
Ou: “força ativa”.
Esta é a primeira das 237 ocorrências do nome divino, Jeová, nas Escrituras Gregas Cristãs, no texto principal desta versão. Veja Ap. A5.
Ou: “gerado”.
Corresponde ao nome hebraico Jesua ou Josué, que significa “Jeová é salvação”.
parágrafo 10 Mat. 2:13 Depois que eles partiram, o anjo de Jeová apareceu a José num sonho, dizendo: “Levante-se, pegue a criancinha e a mãe dela, fuja para o Egito e fique ali até eu avisá-lo, porque Herodes está prestes a procurar a criancinha para matá-la.”
Veja Ap. A5.
parágrafo 13 Mat. 2:15 Ele ficou lá até a morte de Herodes. Isso cumpriu o que Jeová tinha dito por meio do seu profeta: “Do Egito chamei o meu filho.”
Veja Ap. A5.
parágrafo 14 Mat. 2:19-23 Após a morte de Herodes, o anjo de Jeová apareceu a José num sonho, no Egito, 20 e disse: “Levante-se, pegue a criancinha e a mãe dela, e vá para a terra de Israel, porque os que procuravam tirar a vida da criancinha já morreram.”21 Então ele se levantou, pegou a criancinha e a mãe dela, e entrou na terra de Israel. 22 Mas, ao ouvir que Arquelau reinava na Judeia no lugar de seu pai, Herodes, José ficou com medo de ir para lá. Além disso, após receber em sonho um aviso divino, partiu para o território da Galileia. 23 E ele foi morar numa cidade chamada Nazaré, para que se cumprissem as palavras dos profetas: “Ele será chamado Nazareno.”
Veja Ap. A5.
Ou: “procuravam a alma”.
Provavelmente vem da expressão hebraica que significa “renovo”.
parágrafo 15 Mat. 13:55 Não é este o filho do carpinteiro? Sua mãe não se chama Maria e seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas?

A SENTINELA (ESTUDO) (2016)

SEMANA DE 4-10 DE JULHO DE 2016

8 “VÃO E FAÇAM DISCÍPULOS DE PESSOAS DE TODAS AS NAÇÕES”

(Mateus 24:14) 14 E estas boas novas do Reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.

[ 3 ]

(Mateus 28:19-20) 19 Portanto, vão e façam discípulos de pessoas de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo, 20 ensinando-as a obedecer a todas as coisas que lhes ordenei. E saibam que eu estou com vocês todos os dias, até o final do sistema de coisas.”
(Mateus 10:7) 7 Ao irem, preguem, dizendo: ‘O Reino dos céus está próximo.’
(Lucas 10:3) 3 Vão! Eu os envio como cordeiros no meio de lobos.

[ 4 ]

(Mateus 4:18-22) 18 Andando à beira do mar da Galileia, ele viu dois irmãos: Simão, que é chamado Pedro, e seu irmão André. Eles estavam lançando uma rede no mar, pois eram pescadores. 19 Ele lhes disse: “Sigam-me, e eu farei de vocês pescadores de homens.” 20 Eles abandonaram imediatamente as redes e o seguiram. 21 Indo adiante, viu outros dois que eram irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João. Eles estavam no barco com seu pai, Zebedeu, consertando as suas redes, e ele os chamou. 22 Deixaram imediatamente o barco e seu pai, e o seguiram.
(Lucas 5:1-11) 5 Em certa ocasião, ele estava à beira do lago de Genesaré, e a multidão se apertava em volta dele para escutar a palavra de Deus. 2 Ele viu dois barcos atracados à beira do lago, mas os pescadores tinham desembarcado e estavam lavando as suas redes. 3 Entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra. Sentou-se então e, do barco, começou a ensinar as multidões. 4 Quando parou de falar, ele disse a Simão: “Vá para onde é fundo, e abaixem as suas redes para uma pesca.” 5 Simão, porém, disse em resposta: “Instrutor, trabalhamos arduamente a noite toda e não apanhamos nada, mas, como o senhor pediu, abaixarei as redes.” 6 Pois bem, quando fizeram isso, apanharam uma quantidade tão grande de peixes que suas redes começaram a se romper. 7 Então, fizeram sinal para os seus sócios no outro barco, para que se aproximassem e os auxiliassem; e eles vieram e encheram ambos os barcos, de modo que esses começaram a afundar. 8 Vendo isso, Simão Pedro se prostrou aos joelhos de Jesus, dizendo: “Afaste-se de mim, Senhor, porque sou homem pecador.” 9 Pois tanto ele como os que estavam com ele foram tomados de espanto em vista da quantidade de peixes que tinham apanhado, 10 e o mesmo aconteceu com Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão. Mas Jesus disse a Simão: “Pare de ter medo. De agora em diante você apanhará a homens.” 11 Assim, levaram os barcos de volta a terra, abandonaram tudo e o seguiram.
(1 Timóteo 4:16) 16 Preste constante atenção a si mesmo e ao seu ensino. Persevere nessas coisas, pois fazendo isso você salvará tanto a si mesmo como aos que o escutam.

[ 6 ]

(Lucas 4:43) 43 Mas ele lhes disse: “Tenho de declarar as boas novas do Reino de Deus também a outras cidades, porque fui enviado para isso.”
(1 Coríntios 1:10) 10 Eu os exorto, irmãos, pelo nome do nosso Senhor Jesus Cristo, que todos falem de acordo e que não haja divisões entre vocês, mas que estejam completamente unidos na mesma mente e na mesma maneira de pensar.

[ 7 ]

(Lucas 17:21) 21 nem as pessoas dirão: ‘Vejam, está aqui!’ ou: ‘Está ali!’ Pois saibam que o Reino de Deus está no meio de vocês.”
(Apocalipse 19:11-21) 11 Vi o céu aberto e apareceu um cavalo branco. Aquele que estava montado nele se chama Fiel e Verdadeiro, e ele julga e guerreia com justiça. 12 Seus olhos são chama ardente, e na sua cabeça há muitos diademas. Ele tem um nome escrito que ninguém conhece, exceto ele mesmo, 13 e está vestido com uma roupa manchada de sangue; ele é chamado de A Palavra de Deus. 14 Também, os exércitos no céu o seguiam em cavalos brancos, e eles estavam vestidos de linho fino, branco e puro. 15 Da boca dele se estende uma longa espada afiada, para que ele golpeie com ela as nações. Ele as pastoreará com vara de ferro. Além disso, ele pisa o lagar da fúria da ira de Deus, o Todo-Poderoso. 16 Na sua roupa, sim, sobre a coxa, ele tem um nome escrito: Rei dos reis e Senhor dos senhores. 17 Vi também um anjo em pé no sol, e ele clamou em alta voz e disse a todas as aves que voavam no meio do céu: “Venham para cá, reúnam-se para o grande banquete de Deus, 18 para comerem a carne de reis, a carne de comandantes militares, a carne de homens fortes, a carne de cavalos e dos montados neles, e a carne de todos, tanto de homens livres como de escravos, de pequenos e de grandes.” 19 E vi a fera e os reis da terra com os seus exércitos reunidos para travar guerra contra aquele que estava montado no cavalo e contra o seu exército. 20 A fera foi apanhada, e junto com ela o falso profeta, que realizava na frente dela os sinais com que enganava os que tinham recebido a marca da fera e os que adoravam a sua imagem. Ainda vivos, ambos foram lançados no lago ardente que queima com enxofre. 21 Mas os demais foram mortos com a longa espada que saía da boca daquele que estava montado no cavalo. E todas as aves se saciaram com a carne deles.

[ 8 ]

(Mateus 10:8) 8 Curem os doentes, ressuscitem os mortos, purifiquem os leprosos, expulsem os demônios. Vocês receberam de graça, portanto deem de graça.
(2 Coríntios 2:17) 17 Nós estamos, pois não somos vendedores ambulantes da palavra de Deus, como muitos são, mas falamos com toda a sinceridade como enviados por Deus, sim, à vista de Deus e na companhia de Cristo.
(Atos 20:33-35) 33 Não cobicei a prata, nem o ouro, nem a roupa de ninguém. 34 Vocês mesmos sabem que estas minhas mãos supriram as minhas necessidades e as de meus companheiros. 35 Em tudo eu lhes mostrei que, trabalhando arduamente assim, vocês devem ajudar os fracos e ter em mente as palavras do Senhor Jesus, que disse: ‘Há mais felicidade em dar do que em receber.’”
(Apocalipse 17:4-5) 4 A mulher estava vestida de púrpura e escarlate, estava adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas, e tinha na mão um cálice de ouro cheio de coisas repugnantes e das coisas impuras da sua imoralidade sexual. 5 Na sua testa estava escrito um nome, um mistério: “Babilônia, a Grande, a mãe das prostitutas e das coisas repugnantes da terra.”

[ 9 ]

(2 Coríntios 9:7) 7 Faça cada um conforme resolveu no coração, não a contragosto nem por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.
(Salmos 110:3) 3 Seu povo se apresentará voluntariamente no dia da sua força militar. Em esplêndida santidade, vindos do amanhecer, O senhor recebe o seu exército de jovens como gotas de orvalho.

[ 10 ]

(Mateus 10:11) 11 “Em qualquer cidade ou aldeia em que entrarem, procurem nela quem é merecedor e fiquem ali até partirem.
(Lucas 8:1) 8 Pouco tempo depois, ele começou a viajar de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e declarando as boas novas do Reino de Deus. E os Doze estavam com ele,
(Atos 5:42) 42 E todo dia, no templo e de casa em casa, continuavam, sem parar, a ensinar e a declarar as boas novas a respeito do Cristo, Jesus.
(Atos 20:20) 20 ao mesmo tempo não deixei de falar a vocês coisa alguma que fosse proveitosa, nem de ensiná-los publicamente e de casa em casa.

[ 12 ]

(Marcos 13:10) 10 Também, em todas as nações, as boas novas têm de ser pregadas primeiro.

[ 13 ]

(Mateus 24:14) 14 E estas boas novas do Reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.
(Mateus 28:19-20) 19 Portanto, vão e façam discípulos de pessoas de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo, 20 ensinando-as a obedecer a todas as coisas que lhes ordenei. E saibam que eu estou com vocês todos os dias, até o final do sistema de coisas.”

[ 14 ]

(Salmos 34:1) 34 Vou louvar a Jeová todo o tempo; Seu louvor estará sempre nos meus lábios.
(Salmos 51:15) 15 Ó Jeová, abre os meus lábios, Para que a minha boca proclame o teu louvor.

[ 16 ]

(Mateus 24:14) 14 E estas boas novas do Reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.
(Atos 1:8) 8 Mas, quando o espírito santo vier sobre vocês, receberão poder e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até a parte mais distante da terra.”
(1 Pedro 4:14) 14 Se estão sendo desonrados por causa do nome de Cristo, vocês são felizes, porque o espírito de glória, sim, o espírito de Deus, está repousando sobre vocês.

[ 18 ]

(Filipenses 2:13) 13 Pois Deus é aquele que, segundo o que lhe agrada, está agindo em vocês, e lhes dá tanto o desejo como o poder de agir.
(2 Timóteo 4:5) 5 Você, porém, mantenha os sentidos em todas as coisas, suporte as dificuldades, faça a obra de um evangelizador, realize plenamente o seu ministério.

Clique na imagem para Baixar informações completas em arquivos digitais para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone