Biografia de Pierre Cosso

24 de setembro de 1961
Pierre Chang nasceu em 24 de setembro de 1961, em Argel. Ele fez sua estréia no cinema apenas 20 anos de idade, com um pequeno papel na "Beau-père," de Bertrand Blier em 1981, mas no ano seguinte que ganha o sucesso através de "La Boum 2" (na Itália, "La BOUM 2"), a comédia romântica adolescente famosa dirigida por Claude Pinoteau onde desempenha o papel de Philippe Berthier, o lindo namorado da protagonista, interpretada por Sophie Marceau Vic. Em 1984, Pierre Cosso é o elenco de "Cenerentola ' 80", por Roberto Malenotti e Wind-surf-vento nas mãos "de Claudio Risi, enquanto um par de anos mais tarde, de volta na tela grande com"Rosa la rose, publique fille", por Paul Vecchiali. Abordagens, também na televisão, participando de "Mino" e "Nul ne revient sur ses pas" (na Itália, "ninguém volta"). Em 1987, emprestar seu rosto para o personagem de Maximiliano na comédia por Carlo Vanzina "meus primeiro quarenta anos" (seu papel é o do marido de uma exuberante e livre das inibições Carol Alt), enquanto na telinha nos anos após Pierre trabalha "Très belle et trop ingênuo" (na Itália, "La romana"), em "Quatro adoráveis mulheres" e "A incandescência noir".

Gli anni ' 90

Em 1992, aparece em "A la vitesse d'un cheval au galop," por Fabien Onteniente e, na televisão, em "Les coeurs brulés," antes de jogar o caráter de Abbé dor em "Une Année en Provence" e se juntar ao elenco de "Carlos Magno, le Príncipe à cheval". Em meados da década de 1990 destaca-se ainda em "Les yeux d'Hélène", no "limite extremo" e "Les Cordier, juge et flic". Depois de aparecer nos problemas, em 1997 Pierre Cosso atuado em "An American lobisomem em Paris" (na Itália, "um lobisomem americano em Paris"), seguido de horror, no ano seguinte, de uma adaptação de "Tristão e Isolda", com curadoria de Fabrizio Costa.

Os anos de 2000 e posteriores

Em 2000 é "Madame Candide Duff", por Jean-Pierre Mocky, enquanto três anos depois de trabalhar com John Malone em "Al cuore si comanda", no qual ele interpreta o Julius, homem vaidoso que corteja o único thirtysomething Lorenza (Claudia Gerini). Enquanto isso ele se dedicou ao teatro, subindo no palco com "Ladies night", uma brincadeira que foi premiado com o prestigiado "Moliere" e inspirada na história do filme "The Full Monty". Em 2003, Pierre Cosso decide começar a transformar o mundo a bordo de seu veleiro, alternando as viagens com o trabalho. Em 2004 atua como o Reece "Cozinha do pecado", dirigido por Fabien Pruvot, e um par de anos apareceu em um episódio de "Léa Parker". Recuperando uma certa visibilidade em 2008 na Itália graças ao drama do canal 5 "Anne e os cinco", com Sabrina Ferilli, onde desempenha o papel de Ferdinand Ferrari, um viúvo com cinco filhos, cuja existência é virada de cabeça para baixo com a chegada de uma babá (interpretada pela atriz, Roman). Em 2016, é um dos competidores da 11ª edição do "dançando com as estrelas," o show apresentado na Raiuno por Milly Carlucci, onde enfrenta, entre outros, Enrico Papi Platinette.
Artigo aportado pela equipe de colaboradores.