PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

JÓ 16-20 | Tesouros da Palavra de Deus: semana de 4-10 de abril

ADS BY GOOGLE

NOSSA VIDA E MINISTÉRIO CRISTÃO — TEXTOS BÍBLICOS E REFERÊNCIAS

LER E OUVIR A BÍBLIA ON-LINE NO JW.ORG:


TESOUROS DA PALAVRA DE DEUS | JÓ 16-20

“USE PALAVRAS BONDOSAS PARA ANIMAR E FORTALECER OUTROS”: (10 MIN)


Ao consolar outros, fale de modo animador

Jó 16:4, 5
o Jó estava deprimido e aflito. Precisava ser animado e fortalecido por outros.
o Seus três companheiros não disseram nada para animá-lo. Ao contrário, fizeram acusações que deixaram Jó ainda mais angustiado.

As palavras duras de Bildade fizeram Jó se sentir angustiado

Jó 19:2, 25
o Jó implorou a Deus pedindo algum tipo de alívio, mesmo que esse alívio fosse a morte.
o Jó se concentrou na esperança da ressurreição e continuou fiel a Deus.
OS ACUSADORES DE JÓ
Elifaz:
o Possivelmente ele era de Temã, uma cidade da terra de Edom. Jeremias 49:7 menciona Temã como o centro da sabedoria edomita.
o Ele foi o primeiro a falar com Jó. Assim, é provável que fosse o mais velho e o mais destacado dos três “consoladores”. Ele falou três vezes e por mais tempo do que os outros dois consoladores.
Acusações falsas:
o Ele zombou de Jó por permanecer leal e disse que Deus não confia em seus servos. (Jó 4, 5)
o Disse que Jó era orgulhoso e mau, e que ele não temia a Deus. (Jó 15)
o Acusou Jó de ser ganancioso e injusto. Disse que o homem não vale nada para Deus. (Jó 22)
Bildade:
o Descendente de Suá. Provavelmente vivia próximo do rio Eufrates.
o Foi o segundo a falar. Falou três vezes e por menos tempo do que Elifaz, porém foi mais duro do que ele.
Acusações falsas:
o Deu a entender que os filhos de Jó tinham pecado e por isso mereciam a tragédia que sofreram. Também insinuou que Jó tinha abandonado a Deus. (Jó 8)
o Deu a entender que Jó praticava o pecado. (Jó 18)
o Afirmou que não adianta sermos leais a Deus. (Jó 25)
Zofar:
o Naamatita, possivelmente do noroeste da Arábia.
o Ele foi o terceiro a falar e o que fez acusações mais fortes. Falou apenas duas vezes.
Acusações falsas:
o Acusou Jó de falar coisas sem sentido e disse que ele deveria parar de fazer o que era mau. (Jó 11)
o Deu a entender que Jó era mau e que gostava de fazer o que era errado. (Jó 20)

Jó 16:4, 5 — Quem dá conselhos deve usar suas palavras para fortalecer outros. (w90 15/3 27 §§ 1-2)


Jó 16:4, 5 Tradução do Novo Mundo
4 Eu também poderia falar como vocês.
Se estivessem no meu lugar,
Eu poderia fazer belos discursos contra vocês
E balançar a cabeça contra vocês.
5 Mas, em vez de fazer isso, eu os fortaleceria com as palavras da minha boca,
E o consolo dos meus lábios traria alívio.
w90 15/3 p. 27 Como ajudar os deprimidos a recobrar a alegria
Como Fortificar com Palavras
A pessoa profundamente deprimida sente-se não apenas triste, mas provavelmente inútil e sem esperança. A palavra grega traduzida “almas deprimidas” significa literalmente “os de pouca alma”. Certo erudito em grego define-a assim: “Alguém que labuta com tanta dificuldade que seu coração afunda dentro de si.” Assim, suas reservas emocionais se esgotam e seu respeito próprio decai. — Veja Provérbios 17:22.
O patriarca Jó disse: “Eu vos fortificaria com as palavras da minha boca.” (Jó 16:5) A palavra hebraica para ‘fortificar’ é às vezes traduzida ‘fortalecer’ ou ‘reforçar’. É usada para descrever como o templo foi ‘feito forte’ por meio de consertos na estrutura. (Isaías 41:10, Bíblia Vozes; Naum 2:1; 2 Crônicas 24:13) Suas palavras têm de reconstruir, a bem dizer, tijolo por tijolo, com perícia, o respeito próprio da pessoa deprimida. Isto exigirá de você apelar para a “faculdade de raciocínio” dela. (Romanos 12:1) A edição de A Torre de Vigia de 1903, já citada, disse a respeito dos deprimidos: “Tendo perdido . . . o respeito próprio, eles precisam de um empurrãozinho a fim de revelarem os talentos que realmente possuem, tanto para o seu próprio encorajamento quanto para a bênção da inteira família da fé.”

Jó 19:2 — As acusações de Bildade fizeram Jó se sentir angustiado. (w06 15/3 15 § 6; w94 1/10 32)


Jó 19:2 Tradução do Novo Mundo
2 “Até quando vocês ficarão me irritando,
Esmagando-me com palavras?
Destaques do livro de Jó
16:5; 19:2. Nossas palavras devem encorajar e fortalecer outros, não irritá-los. — Provérbios 18:21.
w94 1/10 p. 32 O poder duma palavra bondosa
O poder duma palavra bondosa
“A angústia deprime o coração, mas a boa palavra reanima.” — Provérbios 12:25, Bíblia Sagrada — Edição Patoral.
OS CRISTÃOS não estão imunes à adversidade. Sentem, às vezes, ansiedade por viverem nestes “tempos críticos, difíceis de manejar”. — 2 Timóteo 3:1.
Quando sofrem calamidade assim, que bênção é ouvir palavras bondosas de um amigo leal! “O verdadeiro companheiro está amando todo o tempo e é um irmão nascido para quando há aflição”, diz a Bíblia. (Provérbios 17:17) O fiel Jó era conhecido por ser esse tipo de amigo. Até Elifaz disse a respeito dele: “Quando alguém tropeçava, cansado e fraco, as suas palavras o animavam a ficar de pé.” — Jó 4:4, A Bíblia na Linguagem de Hoje.
No entanto, quando o próprio Jó precisou de encorajamento, Elifaz e seus amigos não disseram palavras bondosas. Culparam a Jó por sua adversidade, dando a entender que ele devia estar ocultando alguma transgressão. (Jó 4:8) A obra The Interpreter’s Bible comenta: “O que Jó necessita é a compaixão dum coração humano. O que ele recebe é uma série de absolutamente ‘verdadeiros’ e absolutamente belos chavões religiosos e banalidades morais.” Jó ficou tão transtornado com o que Elifaz e seus companheiros disseram, que se sentiu compelido a clamar: “Até quando ficareis irritando a minha alma e esmigalhando-me com palavras?” — Jó 19:2.
Jamais devemos fazer com que um co-servo de Deus clame de aflição devido a palavras impensadas ou rudes da nossa parte. (Note Deuteronômio 24:15.) Um provérbio bíblico adverte: “O que você diz pode salvar ou destruir uma vida; portanto, use bem as suas palavras e você será recompensado.” — Provérbios 18:21, BLH.
Reconhecendo o poder da palavra, sigamos o exemplo do apóstolo Paulo. Enquanto na Macedônia, ele ‘encorajava com muitas palavras os que havia ali’. — Atos 20:2.

Jó 19:25 — Quando Jó foi provado até o limite, a esperança da ressurreição lhe deu forças para perseverar. (w06 15/3 15 § 5; it-3 424 §§ 1-2)


Jó 19:25 Tradução do Novo Mundo
25 Pois sei que meu redentor está vivo;
Ele virá depois e se levantará sobre a terra.
Destaques do livro de Jó
14:7, 13-15; 19:25; 33:24. Durante qualquer prova com a qual Satanás talvez nos aflija, a esperança da ressurreição pode nos amparar.
Resgate
O papel de Jeová como Go•ʼél abrangia assim a vingança dos erros cometidos contra seus servos, e resultou na santificação e na vindicação de seu próprio nome contra os que usaram a aflição de Israel como desculpa para vituperá-lo. (Sal 78:35; Is 59:15-20; 63:3-6, 9) Como Grande Parente e Redentor tanto da nação como de seus indivíduos, Ele conduziu a “causa jurídica” deles para fazer justiça. — Sal 119:153, 154; Je 50:33, 34; La 3:58-60; compare isso com Pr 23:10, 11.
Embora vivesse antes de a nação de Israel existir, e não fizesse parte dela, Jó, afligido pela doença, disse: “Eu mesmo bem sei que meu redentor está vivo, e que, vindo depois de mim, levantar-se-á sobre o pó.” (Jó 19:25; compare isso com Sal 69:18; 103:4.) Seguindo o próprio exemplo de Deus, o rei de Israel devia atuar como redentor a favor dos humildes e dos pobres da nação. — Sal 72:1, 2, 14.

ENCONTRE JOIAS ESPIRITUAIS: (8 MIN)


Jó 16:22 — Por que Jó falou da morte como sendo o “caminho que não tem volta”? (w89 15/6 5 §§ 1-4)


Jó 16:22 Tradução do Novo Mundo
22 Pois os anos que restam são poucos,
E irei embora pelo caminho que não tem volta.
‘Mas, espere’, talvez objetem alguns que estão familiarizados com a Bíblia, ‘não disse Jó, no capítulo 16, versículo 22, que ele ‘iria embora na vereda pela qual não voltaria’? E em Jó 7:9, ele frisou: “Não subirá aquele que desce ao Seol [a sepultura].” Jó disse mais no versículo 10 : “Não mais retornará à sua casa, e seu lugar não mais o reconhecerá.”’

Jó 19:26 — Como Jó podia dizer “verei a Deus” se nenhum humano pode ver a Jeová? (w94 15/11 19 § 17)


Jó 19:26 Tradução do Novo Mundo
26 Depois de minha pele ter sido consumida,
Mesmo assim, ainda neste meu corpo, verei a Deus;
17 Jó, completamente humilhado, reconheceu seu ponto de vista errado e admitiu ter falado sem conhecimento. No entanto, havia expressado fé em que ‘observaria a Deus’. (Jó 19:25-27) Como era isso possível, visto que nenhum humano pode ver a Jeová e continuar vivo? (Êxodo 33:20) Na realidade, Jó viu a manifestação do poder divino, ouviu a palavra de Deus e teve os olhos do entendimento abertos para enxergar a verdade a respeito de Jeová. Por isso, Jó ‘fez uma retratação e se arrependeu em pó e cinzas’. (Jó 42:1-6) As muitas perguntas a que não soube responder haviam provado a supremacia de Deus e mostrado a pequenez do homem, mesmo de alguém tão devotado a Jeová como Jó. Isto nos ajuda a entender que não devemos colocar nossos interesses acima da santificação do nome de Jeová e da vindicação da sua soberania. (Mateus 6:9, 10) Nossa preocupação primária deve ser a de manter a integridade para com Jeová e honrar seu nome.

O que a leitura da semana me ensinou sobre Jeová?


Que pontos da leitura posso usar no ministério?


JÓ 16-20 | SUGESTÕES PARA SEUS COMENTÁRIOS PESSOAIS


(JÓ 16:15)
“Costurei serapilheira sobre a minha pele, E enfiei meu chifre no próprio pó.”

it-1 p. 497 Chifre (buzina)
Ao expressar seu sentimento de completo abandono, Jó declara em lamento: “Enfiei meu chifre no próprio pó.” — Jó 16:15.

(JÓ 16:22)
“Pois virão apenas poucos anos, E irei embora na vereda pela qual não voltarei.”

w06 15/3 p. 14 Destaques do livro de Jó
7:9, 10; 10:21; 16:22 — Será que essas declarações indicam que Jó não acreditava na ressurreição? Esses comentários se referem ao futuro imediato de Jó. Então, o que ele queria dizer? Uma possibilidade é que, se ele morresse, nenhum de seus contemporâneos o veria mais. Do ponto de vista deles, ele não voltaria para casa nem receberia reconhecimento adicional até o tempo designado de Deus. As palavras de Jó também podem significar que ninguém pode sair do Seol por si mesmo. Uma evidência clara de que Jó tinha esperança numa ressurreição futura encontra-se em Jó 14:13-15.

(JÓ 17:3)
“Por favor, coloca deveras meu penhor junto de ti. Quem mais apertará as mãos comigo em compromisso?”

it-2 p. 128 Fiança
O método costumeiro de alguém se tornar fiador de outro continuou imutável por séculos. O patriarca Jó fez a seguinte referência a isso: “Por favor, coloca deveras meu penhor junto de ti. Quem mais apertará as mãos comigo em compromisso?” (Jó 17:3) Provérbios 17:18 ajuda em determinar o proceder seguido: “O homem falto de coração dá apertos de mão, prestando plena fiança diante do seu companheiro.” Evidentemente, alguém se tornava fiador de outro quando, na presença de testemunhas, batia, segurava ou apertava a mão do credor da transação e prometia assumir as obrigações do devedor, caso este deixasse de fazer o pagamento. No Oriente, este ato de bater ou tocar as mãos significava a selagem de um trato ou de um pacto. (Pr 11:21)

(JÓ 18:6)
“A própria luz se há de escurecer na sua tenda, E nela a sua própria lâmpada se apagará.”

it-2 p. 660 Lâmpada
Bildade, quando insinuou que Jó ocultava alguma iniqüidade secreta, disse a respeito de um iníquo: “A própria luz se há de escurecer na sua tenda, e nela a sua própria lâmpada se apagará.” Mais adiante na sua argumentação, Bildade acrescentou: “Não terá progênie nem posteridade entre o seu povo.” À luz do fato de que se disse que Salomão era uma lâmpada que Deus dera a Davi, seu pai, extinguir a lâmpada de alguém pode conter a idéia de que tal pessoa não teria progênie para receber a sua herança. — Jó 18:6, 19; 1Rs 11:36.

(JÓ 18:8)
“Pois, deveras se deixará que entre com os pés numa rede de caça, E ele pisará numa rede.”

it-1 p. 390 Caça e pesca
Para capturar animais, freqüentemente se armavam redes. Então, um grupo de caçadores assustava os animais, comumente por fazer barulho, para que estes corressem em direção às redes, construídas de modo a caírem sobre os animais. Cavavam-se também covas que eram depois camufladas com uma fina cobertura de galhos e terra. Capturavam-se os animais por fazê-los passar correndo sobre a cobertura. Além disso, usavam-se laços que enredavam as patas dos animais, e talvez também se empregasse uma combinação de covas e de redes. — Veja Jó 18:8-11; Je 18:22; 48:42-44; veja ARMADILHA; PASSARINHEIRO.

(JÓ 18:9)
“Uma armadilha [o] segurará pelo calcanhar; Uma esparrela o detém.”

it-1 p. 390 Caça e pesca
Para capturar animais, freqüentemente se armavam redes. Então, um grupo de caçadores assustava os animais, comumente por fazer barulho, para que estes corressem em direção às redes, construídas de modo a caírem sobre os animais. Cavavam-se também covas que eram depois camufladas com uma fina cobertura de galhos e terra. Capturavam-se os animais por fazê-los passar correndo sobre a cobertura. Além disso, usavam-se laços que enredavam as patas dos animais, e talvez também se empregasse uma combinação de covas e de redes. — Veja Jó 18:8-11; Je 18:22; 48:42-44; veja ARMADILHA; PASSARINHEIRO.

(JÓ 18:10)
“Uma corda para ele está encoberta na terra, E uma laçada para ele na [sua] senda.”

it-1 p. 390 Caça e pesca
Para capturar animais, freqüentemente se armavam redes. Então, um grupo de caçadores assustava os animais, comumente por fazer barulho, para que estes corressem em direção às redes, construídas de modo a caírem sobre os animais. Cavavam-se também covas que eram depois camufladas com uma fina cobertura de galhos e terra. Capturavam-se os animais por fazê-los passar correndo sobre a cobertura. Além disso, usavam-se laços que enredavam as patas dos animais, e talvez também se empregasse uma combinação de covas e de redes. — Veja Jó 18:8-11; Je 18:22; 48:42-44; veja ARMADILHA; PASSARINHEIRO.

(JÓ 18:11)
“Em todo o redor, terrores repentinos certamente o assustarão E deveras lhe acossarão os pés.”

it-1 p. 390 Caça e pesca
Para capturar animais, freqüentemente se armavam redes. Então, um grupo de caçadores assustava os animais, comumente por fazer barulho, para que estes corressem em direção às redes, construídas de modo a caírem sobre os animais. Cavavam-se também covas que eram depois camufladas com uma fina cobertura de galhos e terra. Capturavam-se os animais por fazê-los passar correndo sobre a cobertura. Além disso, usavam-se laços que enredavam as patas dos animais, e talvez também se empregasse uma combinação de covas e de redes. — Veja Jó 18:8-11; Je 18:22; 48:42-44; veja ARMADILHA; PASSARINHEIRO.

(JÓ 19:2)
““Até quando ficareis irritando a minha alma E esmigalhando-me com palavras?”

w94 1/10 p. 32 O poder duma palavra bondosa
Jó ficou tão transtornado com o que Elifaz e seus companheiros disseram, que se sentiu compelido a clamar: “Até quando ficareis irritando a minha alma e esmigalhando-me com palavras?” — Jó 19:2.
Jamais devemos fazer com que um co-servo de Deus clame de aflição devido a palavras impensadas ou rudes da nossa parte. (Note Deuteronômio 24:15.) Um provérbio bíblico adverte: “O que você diz pode salvar ou destruir uma vida; portanto, use bem as suas palavras e você será recompensado.” — Provérbios 18:21, BLH.
Reconhecendo o poder da palavra, sigamos o exemplo do apóstolo Paulo. Enquanto na Macedônia, ele ‘encorajava com muitas palavras os que havia ali’. — Atos 20:2.

(JÓ 19:20)
“Meus ossos realmente se apegam à minha pele e à minha carne, E eu escapo com a pele dos meus dentes.”

w06 15/3 p. 15 Destaques do livro de Jó
19:20 — O que Jó queria dizer com a expressão “eu escapo com a pele dos meus dentes”? Ao dizer que ele escapou com a pele de algo que pelo visto não tem pele, Jó talvez estivesse dizendo que ele escapou quase sem nada.

it-1 p. 683 Dentes
Jó, servo fiel de Deus, escapando por pouco da morte nos seus sofrimentos, disse: “Eu escapo com a pele dos meus dentes.” (Jó 19:20) Parece que Jó simplesmente queria dizer que escapara com nada ou quase nada sobrando. Escapara com a pele dos seus dentes, isto é, com a “pele” daquilo que evidentemente não tem pele.

(JÓ 19:23)
“Quem dera agora que as minhas palavras fossem assentadas por escrito! Quem dera que fossem inscritas num livro!”

it-2 p. 50 Estilo
Era necessário um estilo ou um cinzel de metal, ou de outro material duro, para talhar ou gravar letras em pedra ou em metal. O patriarca Jó declarou: “Quem dera agora que as minhas palavras fossem assentadas por escrito! Quem dera que fossem inscritas num livro! Com um estilo de ferro e com chumbo, que fossem talhadas na rocha para sempre!” (Jó 19:23, 24) Pelo visto, Jó queria que suas palavras fossem gravadas em rocha e as letras talhadas enchidas de chumbo, para torná-las mais duráveis.

(JÓ 19:24)
“Com um estilo de ferro e [com] chumbo, Que fossem talhadas na rocha para sempre!”

it-1 pp. 499-500 Chumbo
Para dar-lhes permanência e legibilidade, às vezes derramava-se chumbo líquido nas gravuras em pedra — um costume que remonta pelo menos aos dias de Jó. (Jó 19:23, 24)

it-2 p. 50 Estilo
Era necessário um estilo ou um cinzel de metal, ou de outro material duro, para talhar ou gravar letras em pedra ou em metal. O patriarca Jó declarou: “Quem dera agora que as minhas palavras fossem assentadas por escrito! Quem dera que fossem inscritas num livro! Com um estilo de ferro e com chumbo, que fossem talhadas na rocha para sempre!” (Jó 19:23, 24) Pelo visto, Jó queria que suas palavras fossem gravadas em rocha e as letras talhadas enchidas de chumbo, para torná-las mais duráveis.

(JÓ 19:25)
“E eu mesmo bem sei que meu redentor está vivo, E que, vindo depois [de mim], levantar-se-á sobre [o] pó.”

si p. 100 par. 40 Livro bíblico número 18 — Jó
Emprega os termos “redentor”, “resgate” e “viver novamente”, fornecendo assim um vislumbre de destacados ensinamentos das Escrituras Gregas Cristãs. (Jó 19:25; 33:24; 14:13, 14)

(JÓ 19:26)
“E depois da minha pele, [que] esfolaram — isto! Ainda que reduzido na minha carne, observarei a Deus,”

w94 15/11 p. 19 par. 17 A recompensa de Jó é motivo de esperança
17 Jó, completamente humilhado, reconheceu seu ponto de vista errado e admitiu ter falado sem conhecimento. No entanto, havia expressado fé em que ‘observaria a Deus’. (Jó 19:25-27) Como era isso possível, visto que nenhum humano pode ver a Jeová e continuar vivo? (Êxodo 33:20) Na realidade, Jó viu a manifestação do poder divino, ouviu a palavra de Deus e teve os olhos do entendimento abertos para enxergar a verdade a respeito de Jeová.

(JÓ 20:17)
“Nunca verá os cursos de água, Os rios torrenciais de mel e manteiga.”

it-2 p. 754 Manteiga
Manteiga
Emulsão, principalmente de gordura, produzida por se agitar ou bater leite, ou nata. Nos tempos bíblicos, este produto do leite era dessemelhante do conhecido no atual mundo ocidental, pois, em vez de ser sólido, tinha consistência semifluida. (Jó 20:17) Por isso, Koehler e Baumgartner definem a palavra hebraica hhem•ʼáh como manteiga fresca, ainda mole. (Lexicon in Veteris Testamenti Libros [Léxico dos Livros do Velho Testamento], Leiden, 1958, p. 308) Franciscus Zorell diz que esta palavra se refere ao “leite grosso, coalhado”. (Lexicon Hebraicum et Aramaicum Veteris Testamenti [Léxico Hebraico e Aramaico do Velho Testamento], Roma, 1968, p. 248)

LEITURA DA BÍBLIA: JÓ 19:1-23 (4 MIN OU MENOS)


Jó 19:1-23 Tradução do Novo Mundo
19 Jó disse em resposta:
2 “Até quando vocês ficarão me irritando,
Esmagando-me com palavras?
3 Vocês já me repreenderam dez vezes
E não se envergonham de me tratar de modo duro.
4 E, se eu realmente cometi um erro,
Meu erro só interessa a mim.
5 Se vocês insistem em me tratar com arrogância,
Dizendo que a minha humilhação é merecida,
6 Saibam que foi Deus que me enganou,
E me apanhou com a sua rede de caça.
7 Ouçam! Eu clamo: ‘Sofro violência!’ mas não obtenho resposta;
Estou clamando por ajuda, mas não há justiça.
8 Ele bloqueia o meu caminho com um muro de pedras, e não posso passar;
Ele cobriu as minhas veredas com escuridão.
9 Ele me despiu da minha glória
E tirou a coroa da minha cabeça.
10 Ele me quebra de todos os lados, até eu perecer;
Arranca minha esperança como se faz com uma árvore.
11 Sua ira se acende contra mim,
E ele me considera seu inimigo.
12 Suas tropas avançam juntas e me cercam,
E acampam ao redor da minha tenda.
13 Ele pôs meus próprios irmãos longe de mim,
E os que me conhecem se afastaram de mim.
14 Meus amigos se foram,
E os que eu conhecia bem esqueceram-se de mim.
15 Os hóspedes em minha casa e minhas escravas me consideram um estranho;
Sou um estrangeiro aos seus olhos.
16 Chamo o meu servo, mas ele não responde;
Com a minha boca imploro-lhe compaixão.
17 Meu hálito se tornou nojento para a minha esposa,
E meu cheiro é repugnante para os meus irmãos.
18 Até as crianças me desprezam;
Quando me levanto, elas começam a zombar de mim.
19 Todos os meus amigos me detestam,
E os que eu amava se voltam contra mim.
20 Meu corpo ficou reduzido a pele e osso,
E eu escapo da morte por um fio.
21 Tenham misericórdia de mim, meus amigos, tenham misericórdia,
Pois a mão de Deus me tocou.
22 Por que vocês continuam a me perseguir assim como Deus faz,
Atacando-me sem cessar?
23 Quem dera que minhas palavras fossem registradas,
Que fossem escritas num livro!

FAÇA SEU MELHOR NO MINISTÉRIO


Prepare as apresentações deste mês: (15 min)

Consideração. Mostre os vídeos com as apresentações das revistas e peça comentários da assistência sobre os pontos mais interessantes. Depois, incentive os publicadores a criar sua própria apresentação.


NOSSA VIDA CRISTÃ


“Uma nova ferramenta para iniciarmos conversas”: (10 min)

Consideração. Incentive todos a usar a seção “O Que a Bíblia Diz?” para iniciar conversas com o objetivo de abrir estudos.


Uma nova ferramenta para iniciarmos conversas
Desde janeiro de 2016, a edição para o público da revista A Sentinela traz a seção “O Que a Bíblia Diz?”. Essa nova ferramenta foi preparada para nos ajudar a iniciar conversas sobre assuntos bíblicos. Ela tem o formato parecido com o de nossos folhetos. Há uma pergunta para sabermos a opinião do morador, um texto bíblico que fornece a resposta e outros pontos para ajudar a continuar a conversa.
Quando temos conversas agradáveis sobre assuntos bíblicos, normalmente surge oportunidade de iniciar um estudo. Use essa nova seção para ajudar mais pessoas a aprender sobre Deus. — Mt 5:6.
COMO USAR ESSA FERRAMENTA?
1. Peça a opinião do morador sobre uma das perguntas.
2. Ouça a resposta e agradeça ao morador.
3. Leia o texto que aparece no subtítulo “O que a Bíblia diz” e pergunte a opinião do morador. Se ele tiver tempo, você pode continuar a conversa usando um dos pontos do subtítulo “O que mais podemos aprender da Bíblia?”.
4. Ofereça a revista.
5. Combine voltar para considerar a outra pergunta.

Perguntas dos Leitores: (5 min)

Discurso por um ancião com base na revista A Sentinela 15 de fevereiro de 2015, página 30, parágrafos 4-6.


Perguntas dos Leitores
Uma publicadora precisa cobrir a cabeça ao dirigir um estudo bíblico na presença de um publicador?
Em “Perguntas dos Leitores” de A Sentinela de 15 de julho de 2002, foi dito que uma irmã deve cobrir a cabeça ao dirigir um estudo na presença de um publicador, quer ele seja batizado, quer não. Depois de considerar mais esse assunto, concluiu-se que uma mudança nessa orientação seria apropriada.
Se, ao dirigir um estudo bíblico regular, uma irmã estiver acompanhada de um publicador batizado, ela com certeza deverá cobrir a cabeça. Dessa forma, ela mostrará respeito pelo princípio da chefia na congregação, que foi estabelecido por Jeová. Ela deve cobrir a cabeça porque está desempenhando um papel que normalmente caberia ao irmão que a acompanha. (1 Cor. 11:5, 6, 10) Outra opção é pedir que o irmão dirija o estudo, caso seja apropriado e ele esteja em condições de fazer isso.
Por outro lado, se ao dirigir um estudo bíblico regular a irmã estiver acompanhada de um publicador não batizado que não seja o seu marido, então ela não estará sob a obrigação bíblica de cobrir a cabeça. No entanto, por causa de sua consciência, algumas irmãs talvez decidam cobrir a cabeça mesmo numa situação assim.

ESTUDO BÍBLICO DE CONGREGAÇÃO: IA CAP. 12 §§ 13-25, RECAPITULAÇÃO NA P. 107 (30 MIN)


REFERÊNCIAS E TEXTOS BÍBLICOS PARA O ESTUDO


CAPÍTULO DOZE
Ele foi consolado pelo seu Deus


parágrafo 13 1 Reis 19:5-7 Então ele se deitou e adormeceu debaixo da giesta-das-vassouras. De repente um anjo tocou nele e disse: “Levante-se e coma.” 6 Quando ele olhou, havia junto à sua cabeça um pão redondo sobre pedras aquecidas e um jarro de água. Ele comeu, bebeu e se deitou novamente. 7 Mais tarde o anjo de Jeová veio pela segunda vez, tocou nele e disse: “Levante-se e coma, senão você não aguentará a viagem.”
parágrafo 14 Sal. 103:13, 14 Assim como o pai é misericordioso com os filhos, Jeová é misericordioso com os que o temem. 14 Pois ele sabe bem como somos formados, Lembra-se de que somos pó.
parágrafo 15 1 Reis 19:8 Assim, ele se levantou, comeu e bebeu, e, fortalecido por aquele alimento, andou 40 dias e 40 noites até chegar a Horebe, o monte do verdadeiro Deus.
parágrafo 15 Êxo. 34:28 Ele ficou ali com Jeová 40 dias e 40 noites. Não comeu pão nem bebeu água. E Ele escreveu nas tábuas as palavras do pacto, os Dez Mandamentos.
Lit.: “as Dez Palavras”. Também conhecidos como o Decálogo.
parágrafo 15 Luc. 4:1, 2 Então Jesus, cheio de espírito santo, se afastou do Jordão e foi conduzido pelo espírito, no deserto, 2 por 40 dias, e foi tentado pelo Diabo. Ele não comeu nada naqueles dias; assim, quando terminaram, ele sentiu fome.
parágrafo 16 Mat. 4:4 Mas ele respondeu: “Está escrito: ‘O homem não deve viver somente de pão, mas de toda palavra que vem da boca de Jeová.’”
Veja Ap. A5.
parágrafo 16 João 17:3 Isto significa vida eterna: que conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e àquele que tu enviaste, Jesus Cristo.
Ou: “que assimilem conhecimento de ti”. O verbo grego indica ação contínua.
parágrafo 18 1 Reis 19:9, 10 Ali ele entrou numa caverna e passou a noite; de repente, veio a ele a palavra de Jeová: “O que você está fazendo aqui, Elias?” 10 Ele respondeu: “Tive um zelo muito grande por Jeová, o Deus dos exércitos, pois o povo de Israel abandonou o teu pacto, derrubou os teus altares e matou os teus profetas à espada, e eu fui o único que sobrou. Agora eles estão querendo tirar a minha vida.”
Ou: “estão procurando a minha alma”.
parágrafo 19 Sal. 62:8 Confie sempre nele, ó povo. Derramem o coração diante dele. Deus é um refúgio para nós. (Selá)
parágrafo 20 1 Reis 19:11, 12 Mas Ele disse: “Saia e fique de pé no monte, diante de Jeová.” E Jeová estava passando, e um vento muito forte partia montes e despedaçava rochedos diante de Jeová, mas Jeová não estava no vento. Depois do vento houve um terremoto, mas Jeová não estava no terremoto. 12 Depois do terremoto houve um fogo, mas Jeová não estava no fogo. Depois do fogo ouviu-se uma voz calma, baixa.
parágrafo 21 1 Reis 8:27 “Mas será que Deus realmente morará na terra? Os céus, sim, o céu dos céus, não te podem conter, quanto menos, então, esta casa que construí!
parágrafo 21 Sal. 118:6 Jeová está do meu lado; não terei medo. O que me pode fazer o homem?
parágrafo 22 1 Reis 19:12-17 Depois do terremoto houve um fogo, mas Jeová não estava no fogo. Depois do fogo ouviu-se uma voz calma, baixa. 13 Assim que Elias ouviu essa voz, cobriu o rosto com o seu manto oficial, saiu e ficou de pé à entrada da caverna. Então uma voz lhe perguntou: “O que você está fazendo aqui, Elias?” 14 Ele respondeu: “Tive um zelo muito grande por Jeová, o Deus dos exércitos, pois o povo de Israel abandonou o teu pacto, derrubou os teus altares e matou os teus profetas à espada, e eu fui o único que sobrou. Agora eles estão querendo tirar a minha vida.”15 Jeová disse-lhe: “Volte, e vá ao deserto de Damasco. Ao chegar, você deve ungir Hazael para ser rei da Síria. 16 E você deve ungir Jeú, neto de Ninsi, para ser rei de Israel, e deve ungir Eliseu, filho de Safate, de Abel-Meolá, para ser profeta no seu lugar. 17 Quem escapar da espada de Hazael, Jeú matará; e quem escapar da espada de Jeú, Eliseu matará.
Ou: “estão procurando a minha alma”.
Que significa “Deus é salvação”.
parágrafo 23 1 Reis 19:18 E ainda tenho 7.000 em Israel, todos os que não se ajoelharam diante de Baal e que não o beijaram.”
parágrafo 24 Rom. 1:20 Pois as suas qualidades invisíveis — isto é, seu poder eterno e Divindade — são claramente vistas desde a criação do mundo, porque são percebidas por meio das coisas feitas, de modo que eles não têm desculpa.
parágrafo 24 2 Crô. 16:9 Pois os olhos de Jeová percorrem toda a terra, para mostrar a sua força a favor daqueles que têm o coração pleno para com ele. Mas o senhor agiu de modo tolo nesse caso; de agora em diante haverá guerras contra o senhor.”
Ou: “o seu apoio”.
Ou: “plenamente devotado a”.
parágrafo 24 Isa. 30:21 E, caso vocês se desviem para a direita ou para a esquerda, seus ouvidos ouvirão atrás de vocês uma palavra, dizendo: “Este é o caminho. Andem nele.”
parágrafo 25 Rom. 15:4 Pois todas as coisas escritas anteriormente foram escritas para a nossa instrução, a fim de que, por meio da nossa perseverança e por meio do consolo das Escrituras, tivéssemos esperança.
1 Reis 19:9 Ali ele entrou numa caverna e passou a noite; de repente, veio a ele a palavra de Jeová: “O que você está fazendo aqui, Elias?”
1 Reis 19:15 Jeová disse-lhe: “Volte, e vá ao deserto de Damasco. Ao chegar, você deve ungir Hazael para ser rei da Síria.
Êxo. 23:21 Preste atenção a ele e obedeça à sua voz. Não se rebele contra ele, porque ele não perdoará as suas transgressões, pois o meu nome está nele.
João 1:1 No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era um deus.
Ou: “era divina”.

parágrafo 22 A origem dessa “voz calma, baixa”, talvez tenha sido o mesmo espírito usado para transmitir “a palavra de Jeová” mencionada em 1 Reis 19:9. No versículo 15, esse espírito é descrito simplesmente como “Jeová”. Isso talvez nos lembre do anjo que Jeová usou para guiar Israel no deserto e de quem ele disse: “Meu nome está nele.” (Êxo. 23:21) É claro que não podemos ser categóricos nesse assunto, mas vale a pena ressaltar que, em sua existência pré-humana, Jesus atuou como “a Palavra”, o Porta-Voz especial para os servos de Jeová. — João 1:1.

PARA VOCÊ PENSAR . . .
• Que acontecimentos fizeram Elias ficar muito desanimado?
• Que sentimentos contribuíram para o desânimo de Elias?
• De que maneiras Jeová consolou Elias?
• Como você imitará Elias se ficar desanimado?

Recapitulação da reunião e visão geral da próxima semana (3 min)


ESTUDO DE "A SENTINELA" | SEMANA DE 4-10 DE ABRIL DE 2016
Jeová o chamou de “meu amigo”


REFERÊNCIAS E TEXTOS BÍBLICOS PARA O ESTUDO


w16 fevereiro pp. 1-2 | A Sentinela (Estudo) (2016)
SEMANA DE 4-10 DE ABRIL DE 2016
8 Jeová o chamou de “meu amigo”


Esses artigos vão nos ajudar a ter uma forte amizade com Jeová Deus. O primeiro vai destacar o exemplo de Abraão. O segundo vai analisar os exemplos de Rute, Ezequias e Maria, mãe de Jesus.

“Você, ó Israel, é meu servo; você, ó Jacó, descendente do meu amigo Abraão, é você quem eu escolhi.” — ISA. 41:8.

CÂNTICOS: 91, 22
COMO RESPONDERIA?

• Como o conhecimento sobre Jeová e as situações que Abraão enfrentou fortaleceram a fé que ele tinha?
• O que Abraão fez para fortalecer a amizade com Deus?
• Como imitar Abraão vai ajudar você a fortalecer sua amizade com Jeová?

[1] (parágrafo 3) Neste artigo usaremos os nomes Abraão e Sara, que foram dados por Jeová quando eles já eram idosos. Antes, eles se chamavam Abrão e Sarai.
Isa. 41:8 “Mas você, ó Israel, é meu servo; Você, ó Jacó, descendente do meu amigo Abraão, É você quem eu escolhi,
Lit.: “semente”.
parágrafo 2 Tia. 2:23 e cumpriu-se a passagem das Escrituras que diz: “Abraão depositou fé em Jeová, e isso lhe foi creditado como justiça”, e ele veio a ser chamado amigo de Jeová.
Veja Ap. A5.
Veja Ap. A5.
parágrafo 2 Rom. 4:11 E ele recebeu um sinal, isto é, a circuncisão, como selo da justiça resultante da fé que tinha enquanto era incircunciso, para que ele fosse o pai de todos os que têm fé enquanto são incircuncisos, a fim de que se creditasse justiça a eles;
Ou: “garantia; confirmação”.
parágrafo 3 Gên. 22:1-8 Depois disso, o verdadeiro Deus pôs Abraão à prova e lhe disse: “Abraão!” Abraão respondeu: “Aqui estou!” 2 Então ele disse: “Por favor, pegue o seu filho, seu único filho, a quem você tanto ama, Isaque, vá à terra de Moriá e ofereça-o ali como oferta queimada num dos montes que lhe indicarei.” 3 Assim, Abraão se levantou de manhã cedo, selou o seu jumento e levou consigo dois dos seus servos e seu filho Isaque. Rachou lenha para a oferta queimada e depois partiu para o lugar que o verdadeiro Deus lhe indicou. 4 No terceiro dia Abraão levantou os olhos e viu o lugar à distância. 5 Abraão disse então aos seus servos: “Fiquem aqui com o jumento enquanto eu e o rapaz vamos até lá para adorar; depois retornaremos a vocês.”6 Abraão pegou a lenha da oferta queimada e a pôs sobre os ombros de Isaque, seu filho. Depois pegou o fogo e a faca, e os dois seguiram juntos. 7 Então Isaque disse a Abraão, seu pai: “Pai!” Ele respondeu: “Sim, meu filho!” E ele continuou: “Aqui estão o fogo e a lenha, mas onde está a ovelha para a oferta queimada?” 8 Abraão respondeu: “Meu filho, o próprio Deus providenciará a ovelha para a oferta queimada.” E os dois prosseguiram, andando juntos.
Ou: “o cutelo”.
parágrafo 4 1 Cor. 2:14-16 Mas o homem físico não aceita as coisas do espírito de Deus, pois para ele são tolice; e ele não pode conhecê-las, porque elas são examinadas espiritualmente. 15 No entanto, o homem espiritual examina todas as coisas, mas ele mesmo não é examinado por nenhum homem. 16 Pois “quem chegou a conhecer a mente de Jeová, para poder instruí-lo”? Mas nós temos a mente de Cristo.
Ou: “não recebe”.
Veja Ap. A5.
parágrafo 5 Jos. 24:2 Josué disse a todo o povo: “Assim diz Jeová, o Deus de Israel: ‘Seus antepassados, incluindo Tera, pai de Abraão e pai de Naor, moraram há muito tempo no outro lado do rio Eufrates e eles serviam a outros deuses.
Lit.: “do Rio”.
parágrafo 6 Gên. 14:22 Mas Abrão disse ao rei de Sodoma: “Ergo a minha mão em juramento a Jeová, o Deus Altíssimo, aquele que fez o céu e a terra,
parágrafo 6 Heb. 5:7 Durante sua vida na terra, Cristo fez pedidos e súplicas, com fortes clamores e lágrimas, Àquele que era capaz de salvá-lo da morte, e ele foi ouvido por causa do seu temor de Deus.
Lit.: “Nos dias da sua carne”.
parágrafo 6 Sal. 25:14 A amizade íntima com Jeová pertence aos que o temem, E ele lhes dá a conhecer o seu pacto.
parágrafo 7 Gên. 20:2-7 Abraão repetiu o seguinte com respeito a Sara, sua esposa: “Ela é minha irmã.” Então Abimeleque, rei de Gerar, mandou buscar Sara e a tomou para si. 3 Depois, Deus veio a Abimeleque num sonho, durante a noite, e lhe disse: “A bem dizer você já está morto por causa da mulher que tomou, visto que ela é casada, pertence a outro homem.” 4 No entanto, Abimeleque não havia se aproximado dela. Disse, portanto: “Jeová, matarás uma nação que na verdade é inocente? 5 Não me disse ele: ‘Ela é minha irmã’, e não me disse ela também: ‘Ele é meu irmão’? Fiz isso de coração honesto e com mãos inocentes.” 6 O verdadeiro Deus lhe disse então no sonho: “Eu sei que você fez isso de coração honesto; é por isso que eu o refreei de pecar contra mim e não lhe permiti tocar nela. 7 Agora, devolva ao homem a esposa dele, pois ele é profeta e fará súplicas por você, e você continuará vivo. Mas, se não a devolver, saiba que certamente morrerá, você e todos os que são seus.”
Isto é, não havia tido relações sexuais com ela.
Ou: “justa”.
parágrafo 7 Gên. 20:10-12 E Abimeleque perguntou a Abraão: “Qual era a sua intenção ao fazer isso?” 11 Abraão respondeu: “Foi porque eu disse a mim mesmo: ‘Certamente, não há temor de Deus neste lugar, e eles me matarão por causa da minha esposa.’ 12 E, além disso, ela é realmente minha irmã, filha do meu pai, apenas não é filha da minha mãe; e ela se tornou minha esposa.
parágrafo 7 Gên. 20:17, 18 E Abraão começou a fazer súplicas ao verdadeiro Deus, e Deus curou Abimeleque, sua esposa e suas escravas, e elas começaram a ter filhos;18 pois Jeová havia tornado estéreis todas as mulheres da casa de Abimeleque por causa de Sara, esposa de Abraão.
Ou: “havia fechado completamente todo ventre”.
parágrafo 8 Dan. 12:4 “Quanto a você, Daniel, mantenha em segredo as palavras e sele o livro até o tempo do fim. Muitos farão uma busca, e o conhecimento verdadeiro se tornará abundante.”
Ou: “o percorrerão; o examinarão cabalmente”, isto é, o livro.
parágrafo 8 Rom. 11:33 Como são profundas as riquezas, a sabedoria e o conhecimento de Deus! Como são insondáveis os seus julgamentos, e impenetráveis os seus caminhos!
parágrafo 8 Sal. 34:8 Provem e vejam que Jeová é bom; Feliz o homem que se refugia nele.
parágrafo 8 Pro. 10:22 É a bênção de Jeová que enriquece, E ele não acrescenta a ela nenhuma dor.
Ou: “nenhum pesar; nenhuma dificuldade”.
parágrafo 9 Pro. 17:17 O verdadeiro amigo ama em todos os momentos E se torna um irmão em tempos de aflição.
parágrafo 10 Gên. 17:10-14 Este é o meu pacto, entre mim e vocês, pacto que vocês e a sua descendência guardarão: todos os do sexo masculino entre vocês devem ser circuncidados. 11 Circuncidem o prepúcio de vocês, e isso servirá de sinal do pacto entre mim e vocês. 12 Por todas as suas gerações, todo menino entre vocês deve ser circuncidado aos oito dias de idade, todo o nascido na casa e todo aquele que não for da sua descendência e for comprado de um estrangeiro. 13 Todo homem nascido na sua casa e todo homem comprado com seu dinheiro deve ser circuncidado; e o meu pacto, marcado na carne de vocês, será um pacto permanente. 14 Se algum homem incircunciso não circuncidar o seu prepúcio, ele deve ser eliminado do seu povo. Ele violou o meu pacto.”
Lit.: “semente”.
Lit.: “a carne do prepúcio”.
Lit.: “semente”.
Lit.: “macho”.
Ou: “essa alma deve ser eliminada”.
Isto é, deve ser morto.
parágrafo 10 Gên. 17:23 Abraão tomou então Ismael, seu filho, todos os homens nascidos na sua casa e todos que ele havia comprado com dinheiro, todos os do sexo masculino da casa de Abraão, e circuncidou o prepúcio deles naquele mesmo dia, assim como Deus lhe havia falado.
parágrafo 13 Gên. 22:5 Abraão disse então aos seus servos: “Fiquem aqui com o jumento enquanto eu e o rapaz vamos até lá para adorar; depois retornaremos a vocês.”
parágrafo 13 Heb. 11:19 Mas ele concluiu que Deus era capaz de levantar Isaque até mesmo dentre os mortos; e da morte o recebeu em sentido ilustrativo.
parágrafo 13 Heb. 11:11, 12 Também pela fé, Sara, embora já tivesse passado da idade, recebeu poder para conceber um descendente, visto que considerava fiel Aquele que havia feito a promessa. 12 Por isso, de um só homem que já estava como que morto, nasceram filhos tão numerosos como as estrelas do céu e tão incontáveis como os grãos de areia à beira do mar.
Lit.: “semente”.
Ou: “confiável”.
parágrafo 13 Heb. 11:18 embora se tivesse dito a ele: “O que será chamado sua descendência virá por meio de Isaque.”
Lit.: “semente”.
parágrafo 14 Êxo. 23:2 Não vá atrás da multidão para fazer o mal; ao prestar depoimento, você não deve perverter a justiça para apoiar a multidão.
Ou: “você não deve perverter a justiça com um depoimento que é popular”.
parágrafo 14 1 Tes. 2:2 Pois, embora tivéssemos sofrido e sido maltratados em Filipos, como sabem, reunimos coragem com a ajuda do nosso Deus para lhes falar as boas novas de Deus diante de muita oposição.
Ou: “destemor”.
Ou, possivelmente: “em meio a muita luta”.
parágrafo 14 Heb. 12:1, 2 Portanto, visto que estamos rodeados de uma nuvem tão grande de testemunhas, livremo-nos também de todo peso e do pecado que facilmente nos envolve, e corramos com perseverança a corrida apresentada a nós, 2 olhando atentamente para o Agente Principal e Aperfeiçoador da nossa fé, Jesus. Pela alegria que lhe foi apresentada, ele suportou a morte numa estaca de tortura, desprezando a vergonha, e se sentou à direita do trono de Deus.
Ou: “enlaça”.
Veja o Glossário.
parágrafo 15 Gên. 25:8 Então Abraão deu seu último suspiro e morreu numa boa velhice, idoso e satisfeito, e foi reunido ao seu povo.
Expressão poética que se refere à morte.
parágrafo 16 Heb. 11:10 Pois aguardava a cidade que tem verdadeiros alicerces, que foi projetada e construída por Deus.
Ou: “cujo arquiteto e construtor é Deus”.
parágrafo 16 Heb. 11:19 Mas ele concluiu que Deus era capaz de levantar Isaque até mesmo dentre os mortos; e da morte o recebeu em sentido ilustrativo.
parágrafo 16 João 3:16 “Porque Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna.
parágrafo 17 Heb. 6:10-12 Pois Deus não é injusto para se esquecer da sua obra e do amor que vocês mostraram ao nome dele, por servirem os santos e continuarem a servi-los. 11 Mas desejamos que cada um de vocês mostre essa mesma diligência, para ter a plena certeza da esperança até o fim, 12 de modo que não se tornem preguiçosos, mas sejam imitadores daqueles que pela fé e pela paciência herdam as promessas.

Clique na imagem para Baixar informações completas em arquivos digitais para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone


PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

ADD THIS