PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

ESTER 6-10 | Tesouros da Palavra de Deus: semana de 7-13 de março

ADS BY GOOGLE

ESTER 6-10 | TESOUROS DA PALAVRA DE DEUS: SEMANA DE 7-13 de março

NOSSA VIDA E MINISTÉRIO CRISTÃO — TEXTOS BÍBLICOS E REFERÊNCIAS
LER E OUVIR A BÍBLIA ON-LINE NO JW.ORG:



TESOUROS DA PALAVRA DE DEUS | ESTER 6-10

“ESTER NÃO PENSOU SÓ NELA, MAS OBEDECEU A JEOVÁ E AJUDOU O SEU POVO”: (10 MIN)


Ester foi corajosa e não pensou só nela, mas defendeu o nome de Jeová e Seu povo

Est 8:3-5, 9
• Ester e Mordecai estavam fora de perigo. Mas a notícia do decreto de Hamã para matar os judeus estava se espalhando por todo o império.
• Ester arriscou a sua vida novamente quando foi até o rei sem ser convidada. Ela chorou por seu povo e pediu para o rei anular aquela terrível lei.
• As leis aprovadas pelo rei não podiam ser anuladas. Então o rei autorizou Ester e Mordecai a criar uma segunda lei.

Jeová deu uma grande vitória a seu povo

Est 8:10-14, 17
• Uma segunda lei foi criada, permitindo que os judeus se defendessem.
• Mensageiros a cavalo correram por todo o império para avisar sobre a nova lei, e os judeus se prepararam para a batalha.
• Muitas pessoas perceberam que Deus estava do lado dos judeus e começaram a adorar a Jeová.

Est 8:3, 4 — Apesar de já estar fora de perigo, Ester arriscou sua vida para ajudar outros (ia 143 §§ 24-25)


Ester 8:3, 4 Tradução do Novo Mundo
3 Depois Ester foi novamente falar com o rei. Ela se lançou aos pés dele, chorando e implorando que ele desfizesse o mal causado por Hamã, o agagita, e anulasse o seu plano contra os judeus. 4 O rei estendeu o cetro de ouro a Ester, e ela se levantou e ficou de pé diante do rei.
Ela agiu com sabedoria, coragem e abnegação
24, 25. (a) Por que Ester não podia ficar tranquila depois que a trama de Hamã foi exposta? (b) Como Ester arriscou sua vida mais uma vez?
24 Agora que Ester e Mordecai estavam seguros, será que a rainha podia ficar tranquila? Só se ela fosse egoísta. Naquele momento, o decreto de Hamã para matar os judeus estava sendo enviado a todos os cantos do império. Hamã tinha lançado sortes, ou Pur — pelo visto uma forma de espiritismo — para saber qual era a melhor época para realizar esse ataque brutal. (Ester 9:24-26) É verdade que ainda faltavam meses para esse dia, mas o tempo estava passando rapidamente. Será que essa calamidade ainda podia ser evitada?
25 De forma abnegada, Ester arriscou novamente sua vida por aparecer mais uma vez diante do rei sem um convite oficial. Dessa vez ela chorou por seu povo, implorando a seu marido que revogasse aquele terrível decreto. Mas as leis promulgadas em nome do monarca persa não podiam ser revogadas. (Dan. 6:12, 15) Por isso, o rei deu poderes a Ester e a Mordecai para emitirem uma nova lei. Uma segunda proclamação foi enviada, dando aos judeus o direito de se defender. Cavaleiros foram enviados rapidamente a toda parte do império, levando essa boa notícia aos judeus. A esperança renasceu em muitos corações. (Ester 8:3-16) Podemos até imaginar os judeus em todo o império se armando e se preparando para a batalha, o que nunca poderiam ter feito sem aquela nova lei. Mas o mais importante era saber se “Jeová dos exércitos” estaria com seu povo. — 1 Sam. 17:45.

Est 8:5 — Ester foi muito respeitosa ao falar com Assuero (w06 1/3 11 § 8)


Ester 8:5 Tradução do Novo Mundo
5 Ela disse: “Se for do agrado do rei, se eu achei favor aos seus olhos, se parecer justo ao rei, e se o rei se agrada de mim, que se emita uma ordem para anular as cartas de Hamã, filho de Hamedata, o agagita, que ele escreveu na sua trama para destruir os judeus em todas as províncias do rei.
Destaques do livro de Ester
8:5. Ester teve tato em não mencionar a responsabilidade do rei no decreto elaborado para eliminar os judeus. Nós também precisamos usar de tato ao dar testemunho a autoridades.

Est 8:17 — Muitas pessoas de outras nações começaram a adorar a Jeová (w06 1/3 11 § 3)


Ester 8:17 Tradução do Novo Mundo
17 Em todas as províncias e em todas as cidades, aonde quer que chegassem a ordem do rei e o seu decreto, os judeus se alegravam, exultavam, realizavam banquetes e comemoravam. E muitas pessoas de outras nações se declaravam judeus, pois tinham ficado com muito medo dos judeus.
Destaques do livro de Ester
8:17 — Em que sentido “muitos dos povos da terra declaravam-se judeus”? Por entenderem que a contra-ordem permitida pelo rei era indício de que os judeus tinham o favor de Deus, muitos persas evidentemente tornaram-se judeus prosélitos. O mesmo princípio está em operação no cumprimento da profecia encontrada no livro de Zacarias, que declara: “Dez homens dentre todas as línguas das nações agarrarão, sim, agarrarão realmente a aba da veste dum homem judeu, dizendo: ‘Iremos convosco, pois ouvimos que Deus está convosco.’” — Zacarias 8:23.

ENCONTRE JOIAS ESPIRITUAIS: (8 MIN)


Est 8:1, 2 — Como se cumpriu a profecia de Jacó sobre Benjamin ‘repartir o despojo ao anoitecer’? (ia 142, quadro)


Ester 8:1, 2 Tradução do Novo Mundo
8 Naquele dia o rei Assuero deu à rainha Ester a casa de Hamã, inimigo dos judeus. E Mordecai compareceu perante o rei, pois Ester lhe havia revelado que eles eram parentes. 2 Então o rei tirou seu anel de selar, que havia tomado de volta de Hamã, e o deu a Mordecai. E Ester deixou Mordecai encarregado da casa que era de Hamã.
Ela agiu com sabedoria, coragem e abnegação
Uma profecia cumprida
Ao lutar a favor do povo de Deus, Ester e Mordecai cumpriram uma antiga profecia bíblica. Mais de 1.200 anos antes, Jeová inspirou o patriarca Jacó a predizer o seguinte sobre um de seus filhos: “Benjamim continuará a dilacerar como lobo. De manhã comerá o animal apanhado e à noitinha repartirá o despojo.” (Gên. 49:27) Na “manhã” da história régia de Israel, os descendentes de Benjamim incluíam o Rei Saul e outros guerreiros poderosos do povo de Jeová. Na “noitinha” dessa história régia, depois que o sol havia se posto na linhagem real de Israel, Ester e Mordecai, ambos da tribo de Benjamim, foram bem-sucedidos na luta contra os inimigos de Jeová. Em certo sentido, eles também repartiram o despojo, visto que os muitos bens de Hamã ficaram para eles.

Est 9:10, 15, 16 — Um decreto permitiu que os judeus ficassem com o despojo, ou bens, dos inimigos. Por que os judeus não fizeram isso? (w06 1/3 11 § 4)


Ester 9:10 Tradução do Novo Mundo
10 os dez filhos de Hamã, inimigo dos judeus, filho de Hamedata. Mas não saquearam seus bens depois de matá-los.
Ester 9:15, 16 Tradução do Novo Mundo
15 Os judeus em Susã se reuniram novamente no dia 14 do mês de adar e mataram 300 homens em Susã, mas não saquearam seus bens.
16 Os outros judeus, que moravam nas províncias do rei, também se reuniram e defenderam suas vidas. Eles se livraram dos seus inimigos e mataram 75.000 dos que os odiavam, mas não saquearam seus bens.
Destaques do livro de Ester
9:10, 15, 16 — Embora o decreto autorizasse os judeus a saquear os despojos, por que eles não agiram assim? Isso não deixou dúvida de que o objetivo deles era a preservação de suas vidas, não o enriquecimento.

O que a leitura da semana me ensinou sobre Jeová?


Que pontos da leitura posso usar no ministério?


ESTER 6-10 | SUGESTÕES PARA SEUS COMENTÁRIOS PESSOAIS


w86 15/3 p. 25 Livrados do genocídio por intervenção divina
A Trama É Frustrada
Leia 6:1-7:10. Assuero tem insônia, sem dúvida por induzimento divino. Possivelmente achando que havia falhado de alguma forma, ele ordena que o livro dos registros, talvez o diário real, lhe seja lido. Ao descobrir que Mordecai não fora recompensado por revelar o plano de assassinato, o rei pede que Hamã sugira uma recompensa apropriada. Hamã, imaginando que ele mesmo seja a pessoa honrada, propõe uma cerimônia primorosa. Mas, para o seu espanto, recebe ordens de dar tais honras a Mordecai! Os conselheiros de Hamã tomam isso como presságio de sua queda.
Mal termina essa experiência humilhante, Hamã é escoltado para o segundo banquete de Ester. Ali o monarca convida Ester a fazer um pedido. “Dê-se-me a minha própria alma ao meu pedido, e meu povo, à minha solicitação”, suplica a corajosa rainha. Ao revelar ser judia, expõe a trama de Hamã. Apavorado, Hamã implora pela sua vida, mas recebe em vez disso a execução — no próprio madeiro que se destinava a Mordecai!
♦ 7:4 — Por que seria a destruição dos judeus prejudicial para o rei?
Se Hamã tivesse planejado vender os judeus em escravidão, isso provavelmente resultaria em grande lucro para Assuero. Mas, a destruição de um povo inteiro resultaria em perda financeira muito maior do que os 10.000 talentos de prata que Hamã prometera pagar. O êxito da trama do genocídio resultaria também em o rei perder sua rainha — um prejuízo realmente bem pessoal!
♦ 7:8 — Por que foi coberta a face de Hamã?
Hamã não cobriu sua própria face devido a vergonha ou remorso. Evidentemente, os oficiais da corte cobriram sua face, possivelmente para representar infâmia ou condenação. É provável que esse fosse o primeiro passo na execução da sentença de morte.
Lição Para Nós:
Arriscando a vida, Ester corajosamente revelou sua identidade judaica. Desde 1931, os do povo de Deus têm de modo similar arriscado ser perseguidos por se identificarem quais Testemunhas de Jeová. (Isaías 43:10-12) Tem você tal coragem?
O Povo de Deus É Libertado!
Leia 8:1-10:3. Mordecai assume o posto de Hamã como primeiro-ministro. Ester, arriscando novamente a vida, comparece perante o rei sem ser convidada e suplica-lhe que medidas sejam tomadas, a fim de revogar a trama de Hamã. O monarca concorda e permite a Mordecai ditar um contradecreto em nome de Assuero. Embora segundo o costume persa a ordem anterior de extermínio não possa ser cancelada, a nova lei permite aos judeus defender-se.
Irrompe júbilo entre os judeus! Não sendo mais vítimas indefesas, têm então diversos meses para organizar sua defesa. Por fim chega 13 de adar (fevereiro-março). Uns 75.000 que “procuravam seu prejuízo” são mortos pelos judeus. Para não se esquecerem de que esta vitória proviera de Jeová, Mordecai decreta a realização da festividade anual de Purim nos dias 14 e 15 de adar.
♦ 8:5 — De que modo mostrou Ester discernimento?
Ester mediu cuidadosamente suas palavras, apelando para que o rei revogasse os documentos do ardil de Hamã, “que ele escreveu”.
Usando de tato, ela evitou qualquer menção da responsabilidade do rei nessa questão. De modo similar, os cristãos usam de tato ao dar testemunho perante autoridades governamentais.
♦ 8:17 — De que modo os povos ‘declararam-se judeus’?
A Septuaginta diz que esses persas “estavam se circuncidando e judaizando”. Tomando evidentemente o contradecreto como sinal do apoio divino aos judeus, muitos persas tornaram-se prosélitos judeus. De modo similar, hoje uma “grande multidão” de “outras ovelhas” tomou sua posição ao lado dos do restante ungido. — Revelação 7:9; João 10:16; Zacarias 8:23.
♦ 9:10, 15, 16 — Por que não tomaram os judeus despojo?
O decreto do rei autorizava-os a tomar despojo. No entanto, sua recusa a fazê-lo tornou evidente que seu objetivo era a preservação da própria existência e não o enriquecimento de si mesmos.
Lição Para Nós:
Assim como os judeus dos dias de Ester, as Testemunhas de Jeová recorrem a governos e tribunais em busca de proteção contra seus inimigos. Isso foi especialmente necessário durante a Segunda Guerra Mundial, por causa dos ataques incitados pelos clérigos contra o povo de Deus. Com a bênção de Jeová foram vencidas muitas batalhas legais importantes.
O Livro de Ester serve qual fonte de esperança e encorajamento para as hodiernas Testemunhas de Jeová. Sabem que o ódio intenso que Satanás alimenta contra elas culminará em breve em ele desfechar um ataque total para exterminá-las. Resta ver como exatamente Jeová as protegerá então. (Ezequiel 38:16-23) Mas, confiam em que, assim como nos dias de Ester, Jeová não abandonará seu povo. No devido tempo ele lhes proverá “alívio e livramento”.

LEITURA DA BÍBLIA: EST 8:1-9 (4 MIN OU MENOS)


Ester 8:1-9 Tradução do Novo Mundo
8 Naquele dia o rei Assuero deu à rainha Ester a casa de Hamã, inimigo dos judeus. E Mordecai compareceu perante o rei, pois Ester lhe havia revelado que eles eram parentes. 2 Então o rei tirou seu anel de selar, que havia tomado de volta de Hamã, e o deu a Mordecai. E Ester deixou Mordecai encarregado da casa que era de Hamã.
3 Depois Ester foi novamente falar com o rei. Ela se lançou aos pés dele, chorando e implorando que ele desfizesse o mal causado por Hamã, o agagita, e anulasse o seu plano contra os judeus. 4 O rei estendeu o cetro de ouro a Ester, e ela se levantou e ficou de pé diante do rei. 5 Ela disse: “Se for do agrado do rei, se eu achei favor aos seus olhos, se parecer justo ao rei, e se o rei se agrada de mim, que se emita uma ordem para anular as cartas de Hamã, filho de Hamedata, o agagita, que ele escreveu na sua trama para destruir os judeus em todas as províncias do rei. 6 Pois como eu poderia ver a desgraça que atingirá o meu povo? Como eu poderia ver a destruição dos meus parentes?”
7 Então o rei Assuero disse à rainha Ester e a Mordecai, o judeu: “Já dei a Ester a casa de Hamã, e o mandei pendurar no madeiro por causa da sua trama para atacar os judeus. 8 Escrevam agora um decreto em nome do rei a favor dos judeus, conforme acharem melhor, e selem-no com o anel de selar do rei. Pois um decreto escrito em nome do rei e selado com o anel de selar do rei não pode ser anulado.”
9 Então, no dia 23 do terceiro mês, isto é, o mês de sivã, os secretários do rei foram convocados, e eles escreveram tudo o que Mordecai ordenou aos judeus, bem como aos sátrapas, aos governadores e aos príncipes das províncias, desde a Índia até a Etiópia, 127 províncias, na escrita de cada província e na língua de cada povo, e também na escrita e na língua dos judeus.

FAÇA SEU MELHOR NO MINISTÉRIO


Prepare as apresentações deste mês: (15 min)

Consideração. Mostre os vídeos com as apresentações das revistas e considere alguns pontos práticos. Depois, considere o artigo “Como ser um publicador melhor — Crie sua própria apresentação das revistas”.


Como ser um publicador melhor — Crie sua própria apresentação das revistas
POR QUE É IMPORTANTE: Esta apostila tem boas sugestões, mas você pode ter outras ideias para apresentar as revistas. Você pode usar outra introdução ou assunto que seja interessante para as pessoas do seu território. Para fazer isso, leia a revista, veja as apresentações da apostila, assista aos vídeos e use as sugestões abaixo para criar sua própria apresentação.
COMO FAZER:
Primeiro, decida se você quer usar uma das apresentações da apostila.
QUERO USAR
o Prepare sua introdução. Você pode começar por cumprimentar o morador e dizer o motivo de você estar ali. (Exemplo: “Bom dia, eu vim aqui para . . .”)
o Pense em como você vai passar da pergunta para o texto. (Exemplo: “Veja como a Bíblia responde essa pergunta.”) Agora pense em como passar do texto para a publicação, usando a apresentação que você escolheu.)
NÃO QUERO USAR
o Escolha um assunto da revista que seja interessante para as pessoas do seu território.
o Prepare uma pergunta que faça o morador pensar e dar a opinião dele, mas que não o deixe sem graça. (Perguntas desse tipo podem ser encontradas na página 2 das revistas.)
o Escolha um texto para ler. (Se estiver oferecendo a Despertai!, você pode escolher se vai ler um texto bíblico ou não, já que essa revista é preparada para pessoas com pouco conhecimento da Bíblia ou que não confiam nas religiões.)
o Pense numa frase breve que mostre ao morador como esse artigo vai ajudá-lo.
EM AMBOS OS CASOS
o Prepare uma pergunta para responder na revisita.
o Escreva num papel algumas frases para ajudar você a lembrar o que vai dizer na próxima visita.

NOSSA VIDA CRISTÃ


“Mostre aos visitantes que eles são bem-vindos”: (15 min)

Consideração. Convide os irmãos a comentar as boas experiências que tiveram por tomar a iniciativa de receber bem os que assistiram à Celebração em anos anteriores. Peça com antecedência que alguém faça a demonstração de uma experiência interessante.


ESTUDO BÍBLICO DE CONGREGAÇÃO: IA CAP. 10 §§ 12-21, RECAPITULAÇÃO NA P. 91 (30 MIN)


REFERÊNCIAS E TEXTOS BÍBLICOS PARA O ESTUDO


CAPÍTULO DEZ
Ele defendeu a adoração pura

parágrafo 12 1 Reis 18:24, 25 Então invoquem o nome do seu deus, e eu invocarei o nome de Jeová. O Deus que responder enviando fogo mostrará que é o verdadeiro Deus.” E todo o povo respondeu: “O que o senhor disse é bom.” 25 Elias disse então aos profetas de Baal: “Escolham um novilho e preparem-no primeiro, visto que vocês são a maioria. Depois invoquem o nome do seu deus, mas não ponham fogo no novilho.”
parágrafo 13 2 Tim. 3:16 Toda a Escritura é inspirada por Deus e proveitosa para ensinar, para repreender, para endireitar as coisas, para disciplinar em justiça,
Ou: “corrigir”.
parágrafo 14 1 Reis 18:26, 27 Assim, pegaram o novilho que tinha sido trazido, prepararam-no e invocaram o nome de Baal desde a manhã até o meio-dia, dizendo: “Ó Baal, responde-nos!” Mas não se ouvia nenhuma voz; ninguém respondia. Eles continuaram a dançar mancando em volta do altar que tinham feito. 27 Por volta do meio-dia, Elias começou a zombar deles e a dizer: “Gritem o mais que puderem! Afinal, ele é um deus! Talvez ele esteja entretido em seus pensamentos ou tenha ido fazer necessidades. Ou talvez esteja dormindo e alguém precisa acordá-lo!”
Ou, possivelmente: “tenha ido numa viagem”.
parágrafo 15 1 Reis 18:28, 29 Eles gritavam ao máximo da sua voz e faziam cortes em si mesmos com punhais e com lanças, segundo o seu costume, até ficarem cobertos de sangue. 29 Passou do meio-dia, e eles continuaram em delírio até a hora de se apresentar a oferta de cereais do anoitecer, mas não se ouvia nenhuma voz, ninguém respondia; ninguém prestava atenção.
Ou: “a se comportar como profetas”.
parágrafo 15 Sal. 25:3 Certamente, ninguém que espera em ti será envergonhado; Envergonhados serão aqueles que, sem motivo, agem traiçoeiramente.
parágrafo 15 Sal. 115:4-8 Os ídolos deles são prata e ouro, Trabalho de mãos humanas. 5 Têm boca, mas não podem falar; Olhos, mas não podem ver. 6 Têm orelhas, mas não podem ouvir; Nariz, mas não podem cheirar. 7 Têm mãos, mas nada podem pegar; Pés, mas não podem andar. Não fazem nenhum som com a garganta. 8 As pessoas que os fazem ficarão iguais a eles, E também todos os que neles confiam.
parágrafo 16 1 Reis 18:30-35 Por fim, Elias disse a todo o povo: “Aproximem-se de mim.” Assim, todo o povo se aproximou dele, e ele restaurou o altar de Jeová que havia sido derrubado. 31 Elias pegou então 12 pedras, conforme o número das tribos dos filhos de Jacó, o qual tinha recebido a seguinte palavra de Jeová: “Israel será o seu nome.” 32 Com essas pedras, Elias construiu um altar em nome de Jeová. Depois fez em volta do altar uma vala, grande o suficiente para se semear dois seás de semente.33 Em seguida arrumou a lenha, cortou o novilho em pedaços e o pôs sobre a lenha, e disse: “Encham quatro jarros grandes com água e despejem-na sobre a oferta queimada e sobre a lenha.” 34 Então ele disse: “Façam isso outra vez.” E eles o fizeram outra vez. Depois ele disse: “Façam isso pela terceira vez.” E eles o fizeram pela terceira vez. 35 A água correu por todo o altar, e ele encheu também a vala com água.
Um seá equivalia a 7,33 l. Veja Ap. B14.
parágrafo 17 1 Reis 18:36, 37 Por volta da hora de se apresentar a oferta de cereais do anoitecer, Elias, o profeta, aproximou-se do altar e disse: “Ó Jeová, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, saiba-se hoje que tu és Deus em Israel, que eu sou o teu servo e que foi segundo a tua ordem que fiz todas essas coisas. 37 Responde-me, ó Jeová! Responde-me, para que este povo saiba que tu, Jeová, és o verdadeiro Deus e que tu estás fazendo o coração deles voltar para ti.”
parágrafo 18 1 Reis 18:38 Então desceu fogo da parte de Jeová e consumiu a oferta queimada, a lenha, as pedras e o pó, e secou a água que havia na vala.
parágrafo 19 1 Reis 18:39 Quando o povo viu isso, todos se prostraram imediatamente com o rosto por terra e disseram: “Jeová é o verdadeiro Deus! Jeová é o verdadeiro Deus!”
parágrafo 19 Deu. 13:5-9 Mas aquele profeta ou aquele que faz predições por meio de sonhos deve ser morto, porque instigou rebelião contra Jeová, seu Deus, para desviar você do caminho em que Jeová, seu Deus, que os tirou da terra do Egito e o resgatou da terra da escravidão, o mandou andar. Assim, elimine o mal do seu meio. 6 “Se seu irmão, filho da sua mãe, ou seu filho, ou sua filha, ou sua querida esposa, ou seu amigo mais achegado tentar instigá-lo em segredo, dizendo: ‘Vamos e sirvamos a outros deuses’, deuses que nem você nem seus antepassados conheciam, 7 deuses dos povos ao redor de vocês, quer de perto quer de longe, de uma extremidade da terra à outra extremidade da terra, 8 não deixe que ele o convença nem o escute. Você não deve ter dó nem compaixão dele, nem deve protegê-lo; 9 em vez disso, sem falta deve matá-lo. Sua mão deve ser a primeira a vir sobre ele para matá-lo, e depois a mão de todo o povo.
Lit.: “casa dos escravos”.
Ou: “seu amigo que é como a sua própria alma”.
parágrafo 19 Pro. 21:13 Quem tapa o ouvido ao clamor do pobre, Também clamará e não terá resposta.
parágrafo 19 Jer. 19:5 Eles construíram os altos sagrados de Baal para queimar no fogo seus filhos como ofertas a Baal, algo que eu não havia ordenado nem falado e que jamais havia ocorrido no meu coração.”’
Ou: “jamais havia passado pela minha mente”.
parágrafo 19 1 Reis 18:40 Elias disse-lhes então: “Peguem os profetas de Baal! Não deixem escapar nenhum deles!” Eles os pegaram imediatamente, e Elias os fez descer ao rio Quisom e os matou ali.
Ou: “uádi”.
parágrafo 20 Mat. 26:52 Jesus lhe disse então: “Devolva a espada ao seu lugar, pois todos os que tomarem a espada morrerão pela espada.
parágrafo 21 João 3:16 “Porque Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna.

PARA VOCÊ PENSAR . . .

O que podemos aprender de Elias sobre adorar exclusivamente a Jeová?
Como podemos imitar Elias ao lidar com os que não concordam com os ensinamentos da Bíblia?
O que podemos aprender da oração de Elias no monte Carmelo?
De que maneiras você gostaria de imitar a fé de Elias?

Recapitulação da reunião e visão geral da próxima semana (3 min)


ESTUDO DE "A SENTINELA" | SEMANA DEL SEMANA DE 7-13 DE MARÇO DE 2016
Deixe que a “indescritível dádiva” de Deus o motive


REFERÊNCIAS E TEXTOS BÍBLICOS PARA O ESTUDO


w16 janeiro pp. 1-2 | A Sentinela (Estudo) (2016)
SEMANA DE 7-13 DE MARÇO DE 2016
12 Deixe que a “indescritível dádiva” de Deus o motive


Jeová nos deu o que o apóstolo Paulo chamou de “indescritível dádiva”. (2 Cor. 9:15) O que é essa dádiva? Como ela nos motiva a seguir os passos de Cristo Jesus, a amar os nossos irmãos e a perdoar os outros de coração? Esse artigo responde essas perguntas e dá sugestões práticas do que podemos fazer na época da Celebração.

Deixe que a “indescritível dádiva” de Deus o motive
“Graças sejam dadas a Deus por Sua indescritível dádiva.” — 2 COR. 9:15.
CÂNTICOS: 121, 63
COMO RESPONDERIA?
• O que o amor de Cristo nos motiva a fazer?
• Como o amor de Deus nos motiva a amar nossos irmãos?
• Por que o perdão de Deus nos motiva a perdoar nossos irmãos?

2 Cor. 9:15 Graças sejam dadas a Deus por Sua indescritível dádiva.
Ou: “dádiva gratuita”.
parágrafo 1 João 3:16 “Porque Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna.
parágrafo 1 1 João 4:9, 10 Por meio disto se revelou o amor de Deus em nosso caso: Deus enviou o seu Filho unigênito ao mundo para que ganhássemos a vida por meio dele. 10 O amor consiste no seguinte: não que nós tenhamos amado a Deus, mas que ele nos amou e enviou seu Filho como sacrifício propiciatório pelos nossos pecados.
Ou: “sacrifício de expiação; meio de pacificação”.
parágrafo 1 2 Cor. 9:15 Graças sejam dadas a Deus por Sua indescritível dádiva.
Ou: “dádiva gratuita”.
parágrafo 2 2 Cor. 1:20 Pois, não importa quantas sejam as promessas de Deus, elas se tornaram “sim” por meio dele. Portanto, também é por meio dele que se diz o “amém” a Deus, e isso dá glória a ele por nosso intermédio.
parágrafo 5 1 Ped. 3:18 Pois Cristo morreu de uma vez para sempre pelos pecados, um justo pelos injustos, a fim de conduzir vocês a Deus. Ele foi morto na carne, mas recebeu vida no espírito.
parágrafo 5 Rom. 5:12 É por isso que, assim como por meio de um só homem o pecado entrou no mundo, e a morte por meio do pecado, e desse modo a morte se espalhou por toda a humanidade, porque todos haviam pecado . . .
parágrafo 5 Heb. 2:9 Mas vemos a Jesus, que havia sido feito um pouco menor que os anjos, coroado agora de glória e honra por ter sofrido a morte, para que, pela bondade imerecida de Deus, provasse a morte por todos.
parágrafo 5 Isa. 25:7, 8 Neste monte ele eliminará o véu que envolve todos os povos, A cobertura que está sobre todas as nações. 8 Ele acabará com a morte para sempre, E o Soberano Senhor Jeová enxugará as lágrimas de todo rosto. Ele tirará de toda a terra a humilhação de seu povo, Pois o próprio Jeová falou isso.
Lit.: “engolirá”.
Ou: “mortalha”.
Lit.: “engolirá”.
parágrafo 5 1 Cor. 15:22 Porque, assim como em Adão todos morrem, assim também em Cristo todos receberão vida.
parágrafo 5 1 Cor. 15:26 E o último inimigo a ser reduzido a nada é a morte.
parágrafo 5 Rom. 6:23 Pois o salário pago pelo pecado é a morte, mas a dádiva que Deus dá é a vida eterna por Cristo Jesus, nosso Senhor.
parágrafo 5 Apocalipse 5:9, 10 E cantam um novo cântico: “O senhor é digno de pegar o rolo e de abrir os seus selos, pois foi morto e com o seu sangue comprou pessoas para Deus, de toda tribo, língua, povo e nação, 10 e fez deles um reino e sacerdotes para o nosso Deus, e eles reinarão sobre a terra.”
parágrafo 6 Isa. 33:24 E nenhum habitante dirá: “Estou doente.” O povo que mora nesta terra terá o seu erro perdoado.
Ou: “residente”.
parágrafo 6 Isa. 35:5, 6 Naquele tempo se abrirão os olhos dos cegos E se destaparão os ouvidos dos surdos. 6 Naquele tempo os mancos saltarão como os cervos, E a língua dos mudos gritará de alegria. Pois águas vão jorrar no deserto, E torrentes na planície desértica.
parágrafo 6 João 5:28, 29 Não fiquem admirados com isso, pois vem a hora em que todos os que estão nos túmulos memoriais ouvirão a voz dele 29 e sairão: os que fizeram coisas boas, para uma ressurreição de vida; e os que praticaram coisas ruins, para uma ressurreição de julgamento.
parágrafo 7 2 Cor. 5:14, 15 Pois o amor do Cristo nos impele, porque nós concluímos o seguinte: um só homem morreu por todos — de fato, todos tinham morrido. 15 E ele morreu por todos para que os que vivem não vivessem mais para si mesmos, mas para aquele que morreu por eles e foi levantado.
parágrafo 8 1 Ped. 2:21 De fato, para isso vocês foram chamados, porque o próprio Cristo sofreu por vocês, deixando um modelo para seguirem fielmente os seus passos.
Ou: “de perto”.
parágrafo 8 1 João 2:6 Quem diz que permanece em união com ele está ele mesmo sob a obrigação de continuar andando assim como ele andou.
parágrafo 8 João 14:21 Quem aceita os meus mandamentos e obedece a eles é o que me ama. Por sua vez, quem me ama será amado pelo meu Pai, e eu o amarei e me mostrarei claramente a ele.”
parágrafo 8 1 João 5:3 Pois o amor de Deus significa o seguinte: que obedeçamos aos seus mandamentos; contudo, os seus mandamentos não são pesados,
Ou: “a”.
parágrafo 9 Rom. 12:2 E parem de se amoldar a este mundo, mas sejam transformados, renovando a sua mente, a fim de comprovar por si mesmos a boa, aceitável e perfeita vontade de Deus.
Ou: “este sistema de coisas; esta época”. Veja o Glossário.
parágrafo 9 Col. 2:8 Tenham cuidado para que ninguém os escravize por meio de filosofia e vão engano, que são baseados em tradições humanas, nas coisas elementares do mundo, e não em Cristo;
Ou: “os leve embora como despojo”.
parágrafo 9 1 João 2:15-17 Não amem nem o mundo, nem as coisas no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele; 16 porque tudo o que há no mundo — o desejo da carne, o desejo dos olhos e a ostentação de posses — não se origina do Pai, mas se origina do mundo. 17 Além disso, o mundo está passando, e também o seu desejo, mas quem faz a vontade de Deus permanece para sempre.
Ou: “ao”.
Ou: “o gabar-se”.
parágrafo 10 1 Tim. 2:9, 10 Da mesma forma, as mulheres devem usar roupa decente, adornando-se com modéstia e bom critério, não com estilos de tranças, nem com ouro ou pérolas, nem com roupa muito cara, 10 mas do modo próprio das mulheres que professam devoção a Deus, isto é, com boas obras.
Ou: “digna”.
Ou: “bom juízo; sensatez”.
parágrafo 10 Atos 19:19, 20 Na verdade, um bom número dos que haviam praticado artes mágicas juntaram seus livros e os queimaram diante de todos. Ao calcularem o valor deles, viram que valiam 50.000 moedas de prata. 20 Assim, de modo poderoso, a palavra de Jeová crescia e prevalecia.
Veja Ap. A5.
parágrafo 10 Mat. 5:29, 30 Então, se seu olho direito o faz tropeçar, arranque-o e lance-o para longe de você. Porque é melhor que você perca um dos seus membros do que todo o seu corpo ser lançado na Geena. 30 Também, se a sua mão direita o faz tropeçar, corte-a e lance-a para longe de você. Porque é melhor que você perca um dos seus membros do que todo o seu corpo acabar na Geena.
Veja o Glossário.
Veja o Glossário.
parágrafo 10 Fil. 4:8 Por fim, irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo que é de séria preocupação, tudo que é justo, tudo que é casto, tudo que é amável, tudo de que se fala bem, tudo que é virtuoso e tudo que é digno de louvor, continuem a considerar essas coisas.
Ou: “puro”.
Ou: “pensar em; meditar em”.
parágrafo 11 Mat. 28:19, 20 Portanto, vão e façam discípulos de pessoas de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo, 20 ensinando-as a obedecer a todas as coisas que lhes ordenei. E saibam que eu estou com vocês todos os dias, até o final do sistema de coisas.”
Ou: “final da época”. Veja o Glossário, “Sistema de coisas”.
parágrafo 11 Luc. 4:43 Mas ele lhes disse: “Tenho de declarar as boas novas do Reino de Deus também a outras cidades, porque fui enviado para isso.”
parágrafo 12 1 João 4:7-11 Amados, continuemos a amar uns aos outros, porque o amor vem de Deus, e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece a Deus. 8 Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor. 9 Por meio disto se revelou o amor de Deus em nosso caso: Deus enviou o seu Filho unigênito ao mundo para que ganhássemos a vida por meio dele. 10 O amor consiste no seguinte: não que nós tenhamos amado a Deus, mas que ele nos amou e enviou seu Filho como sacrifício propiciatório pelos nossos pecados. 11 Amados, se foi assim que Deus nos amou, então nós também temos a obrigação de amar uns aos outros.
Ou: “sacrifício de expiação; meio de pacificação”.
parágrafo 12 1 João 3:16 Por meio disto chegamos a conhecer o amor: ele entregou a vida por nós, e nós temos a obrigação de entregar a vida pelos nossos irmãos.
Ou: “alma”.
Ou: “alma”.
parágrafo 13 Mat. 11:4, 5 Jesus lhes disse em resposta: “Vão, contem a João o que vocês estão ouvindo e vendo: 5 os cegos agora veem, os mancos estão andando, os leprosos estão sendo purificados, os surdos estão ouvindo, os mortos estão sendo levantados e as boas novas estão sendo anunciadas aos pobres.
parágrafo 13 João 7:49 Mas essa multidão, que não conhece a Lei, são pessoas amaldiçoadas.”
parágrafo 13 Mat. 20:28 assim como o Filho do Homem veio, não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em troca de muitos.”
Ou: “ministrar”.
Ou: “alma”.
parágrafo 14 Luc. 14:12-14 A seguir ele disse também ao homem que o havia convidado: “Quando você oferecer um almoço ou um jantar, não chame seus amigos, nem seus irmãos, nem seus parentes, nem seus vizinhos ricos. Pois eles, por sua vez, poderiam convidá-lo também, e isso seria para você uma retribuição. 13 Mas, quando oferecer um banquete, convide os pobres, os aleijados, os mancos, os cegos; 14 e você será feliz, porque eles não têm nada com que recompensá-lo. Pois você será recompensado na ressurreição dos justos.”
parágrafo 17 Nee. 9:17 Não quiseram escutar e não se lembraram dos atos extraordinários que realizaste entre eles, mas ficaram obstinados e designaram um cabeça para retornarem à escravidão no Egito. Tu, porém, és um Deus sempre pronto a perdoar, compassivo e misericordioso, paciente e cheio de amor leal, e tu não os abandonaste.
Lit.: “endureceram sua cerviz”.
Ou: “um Deus de atos de perdão”.
Ou: “benevolente”.
Ou: “vagaroso em irar-se”.
Ou: “bondade”.
parágrafo 17 Sal. 86:5 Porque tu, ó Jeová, és bom e estás sempre pronto a perdoar; É imenso o teu amor leal por todos os que te invocam.
parágrafo 17 Mat. 6:14, 15 “Pois, se vocês perdoarem aos homens as falhas deles, o seu Pai celestial também perdoará vocês; 15 ao passo que, se não perdoarem aos homens as falhas deles, o seu Pai também não perdoará as falhas de vocês.
parágrafo 18 Col. 3:13, 14 Continuem a suportar uns aos outros e a perdoar uns aos outros liberalmente, mesmo que alguém tenha razão para queixa contra outro. Assim como Jeová os perdoou liberalmente, vocês devem fazer o mesmo. 14 Mas, além de todas essas coisas, revistam-se de amor, pois é o perfeito vínculo de união.
Veja Ap. A5.
parágrafo 18 Efé. 4:32 Mas sejam bondosos uns com os outros, ternamente compassivos, perdoando liberalmente uns aos outros, assim como Deus os perdoou liberalmente por Cristo.

Clique na imagem para Baixar informações completas em arquivos digitais para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

Baixar informações para o estúdio pessoal para Computador desktop, Laptop, Tablet, celular e Smartphone

PESQUISAR CONTEÚDO

Custom Search

ADD THIS