Pular para o conteúdo principal

O versátil limão-siciliano


O versátil limão-siciliano


Um limão

IMAGINE algo que pode ser usado como remédio, produto de limpeza, desinfetante e cosmético. Você pode comê-lo, beber seu sumo e extrair um óleo essencial dele. Esse produto vem numa embalagem bonita, está disponível no mundo todo e não é caro. Você talvez até tenha um em sua cozinha. Que produto é esse? O limão siciliano!
Acredita-se que o limão siciliano é originário do Sudeste Asiático. Dali, ele foi levado aos poucos para o Ocidente, em direção ao Mediterrâneo. Os limoeiros se adaptam bem a climas temperados. É por isso que crescem tão bem em lugares como Argentina, Espanha, Itália, México e até mesmo em partes da África e Ásia. Uma árvore madura, dependendo da espécie e do local, pode produzir de 200 a impressionantes 1.500 limões por ano. As variedades cultivadas florescem em diferentes épocas; assim, é possível comprar limões o ano todo.

Os limões conquistam a Itália

Existe muita controvérsia sobre se os romanos antigos cultivavam limões sicilianos. Há evidências escritas de que os romanos conheciam a cidra, outra fruta cítrica, que é muito parecida a um limão siciliano grande. Em sua obra História Natural, o historiador romano Plínio, o Velho, menciona especificamente a cidreira e sua fruta. No entanto, especialistas renomados acreditam que os romanos também conheciam o limão. Por quê? Porque vários afrescos e mosaicos pelo visto retratam essa fruta, mas não a cidra. Um exemplo disso vem de uma residência descoberta em Pompeia com o nome apropriado de Casa do Pomar, visto ser decorada com afrescos que retratam várias plantas, incluindo um limoeiro. É verdade que, naquela época, ele provavelmente era considerado uma árvore exótica e talvez fosse usado apenas para uso medicinal. É impossível afirmar até que ponto era fácil cultivar limões e o quanto eram comuns.
A ilha da Sicília, com seus verões longos e quentes e invernos temperados, se tornou líder na produção de frutas cítricas, incluindo limões sicilianos. Mas há outras regiões, principalmente ao longo da costa, onde limões de boa qualidade são cultivados.
A bela cidade de Sorrento fica logo ao sul de Nápoles, e ao sul dela fica a costa amalfitana — um litoral espetacular  de 40 quilômetros. Encravadas em enseadas ao longo da costa encontram-se as pitorescas cidades de Amalfi, Positano e Vietri sul Mare, só para citar algumas. Sorrento e a costa amalfitana produzem limões sicilianos que possuem selo de Indicação Geográfica, uma garantia de que foram cultivados nessa região. Não é de admirar que o povo local proteja seus limoeiros, visto que foram engenhosamente plantados em terraços na encosta da montanha, onde absorvem luz solar e produzem limões suculentos com um aroma maravilhoso.
Você não precisa de muito espaço para cultivar um limoeiro. Uma sacada ensolarada pode ser suficiente, visto que existe uma variedade de limoeiro pequeno que pode ser cultivada num vaso e, além de tudo, servir de decoração. Esse limoeiro gosta de lugares protegidos do vento onde pode pegar sol, de preferência perto de uma parede. No entanto, quando a temperatura cai muito no inverno, ele precisa ser coberto ou levado para dentro de casa.

Mais do que um alimento

Com que frequência você usa limão? Algumas pessoas colocam uma fatia numa xícara de chá; outras usam raspas ou algumas gotas em receitas de bolo. Você talvez use essa fruta versátil para fazer uma limonada. Cozinheiros em todo o mundo têm limões sempre à mão para uma lista infindável de usos na cozinha. Mas você já usou suco de limão como desinfetante ou removedor de manchas?
Por exemplo, alguns esfregam a metade de um limão numa tábua de cortar para limpá-la e desinfetá-la. E, em vez de usar alvejante para tirar manchas ou limpar a pia, usam uma mistura de limão e bicarbonato de sódio. Acredita-se também que colocar a metade de um limão na geladeira ou na máquina de lavar louças elimina o mau cheiro e deixa os eletrodomésticos com um odor agradável.
O limão é fonte de ácido cítrico, que é usado como conservante natural e para dar um sabor azedo a alimentos e bebidas. A casca e a parte branca do limão contêm pectina, que é usada na indústria alimentícia como espessante, emulsificante e gelificante. Além disso, pode-se extrair um óleo de sua casca que tem aplicações culinárias, farmacêuticas e cosméticas. A lista de usos do limão é infindável. Realmente, ele é uma fruta colorida, saborosa e versátil!

Posts mais vistos

Bigamia - Definição, conceito, significado, o que é Bigamia

Bigamia: definições, conceitos e significados Definição de bigamia Bigamia. O status do homem ou a mulher casada com duas pessoas ao mesmo tempo. Não é permitido no mundo ocidental.
Bigamia é um termo jurídico que se refere à situação que ocorre quando uma pessoa entra em qualquer número de casamentos 'secundários', além do original, que é reconhecido legalmente; e você pode ser punido com prisão. Muitos países têm leis específicas que proíbe a bigamia e considerado crime qualquer casamento infantil.
Bigamia entra a classificação da poligamia, que é mais geral. Isso gera:
"O tipo de casamento em que é permitido para uma pessoa ser casada com várias pessoas ao mesmo tempo."
De acordo com esta definição:
• Poligamia decompõe-se em: "poli = muitos" e "veado = casamento", referindo-se aos "vários casamentos".
Tempo:
• Bigamia é decomposto em: "bi = dois" e "veado = casamento", referindo-se ao "apenas doi…

O que é demisexualidad | Conceitos de Psicologia.

O que é demisexualidad?Desde o final do século XX, a sexualidade tornou-se um muito menos tabu e colonizou todas as esferas da vida. Sexo na arte, ciência sexo, sexo na família e até mesmo na escola. Afinal, não há nada de errado: Se você falar mais de sexo, mais se sabe, vai ter menos preconceitos e é muito mais saudável e responsável.Os seres humanos são seres sexuais desde o nascimento até a nossa morte e, portanto, a sexualidade é parte de todos os aspectos de nossa personalidade. A sexualidade é muito mais do que atração sexual e relacionamentos, portanto, mesmo se uma pessoa não experimentar desejos sexuais de qualquer tipo, é um erro chamar assexuada e que, além de não sentir atração sexual, a pessoa continua a ser um ser sexual.
Mas vamos deixar de lado a assexualidade chamada e se concentrar por um momento sobre a demisexualidad. Sobre o que é isso? É uma condição física? Será que a orientação sexual? Ou o que?
O que é exatamente o demisexualidad?O demisexualidad não é …

Farmacologia - Definição, conceito, significado, o que é Farmacologia

Definição de compêndio de Farmacologia ‒ de conceitos e significados 1. Definição de farmacologia Farmacologia (em grego, pharmacon (φάρμακον), drogas e logos (λόγος), ciência) é a ciência que estuda a origem, as ações e as propriedades das substâncias químicas sobre organismos vivos. Em um sentido mais restrito, é considerado o estudo da farmacologia da droga, é que aqueles têm efeitos benéficos ou tóxicos. Farmacologia tem aplicações clínicas quando substâncias são utilizadas no diagnóstico, prevenção e tratamento de uma doença ou para alívio de seus sintomas.
Você também pode falar de farmacologia como o estudo unificado de propriedades de substâncias químicas e organismos vivos e todos os aspectos de suas interações, orientados para o tratamento, diagnóstico e prevenção de doenças.
Farmacologia como ciência engloba o conhecimento da história, origem e uso de drogas, bem como suas propriedades físicas e químicas, associações, efeitos da droga no corpo e o impacto d…